MÚSICA

Compositor generoso: Tom Petty afirmava que "plágios" de músicas eram acidentes

Ciro Hamen
Author
Ciro Hamen
Compositor generoso: Tom Petty afirmava que "plágios" de músicas eram acidentes

Acusações de plágio são normais no mundo da música pop. Se é sem querer ou não, aí são outros quinhentos.

Em dezembro de 2008, por exemplo, o músico Joe Satrini disse que o Coldplay copiou a sua música "If I Could Fly" no mega hit internacional "Viva La Vida". “No primeiro segundo em que ouvi, eu soube. Senti como se tivesse levado uma punhalada no coração. Doeu demais”, disse Satriani ao site MusicRadar.com na época. “Todo mundo percebeu. É simples assim: você ouve a canção e vê que é plágio”.

A música do Coldplay:

E a "original" de Joe Satriani:

Tom Petty, morto nesta segunda-feira, foi um artista que, podemos dizer, "inspirou" muitos outros.

Em 2006, os Red Hot Chili Peppers foram acusados de plágio por conta da música "Dani California", que seria uma cópia de "Last Dance With Mary Jane", sucesso de Petty.

Em julho daquele mesmo ano, o cantor colocou um ponto final no assunto, dizendo que não havia uma "intenção negativa" na música do Red Hot, em uma entrevista para a Rolling Stone:

"A verdade é que eu duvido muito que há uma intenção negativa ali. Muitas canções de rock são parecidas mesmo. Pergunte para o Chuck Berry".

Ouça "Dani California":

E "Last Dance With Mary Jane", de Tom Petty:

Na mesma entrevista o cantor falava sobre a acusação de que os Strokes haviam plagiado "American Girl", uma de suas músicas mais icônicas, em "Last Nite", em 2001:

"Os Strokes usaram "American Girl" para fazer "Last Nite" e eu vi uma entrevista na qual eles inclusive admitiam isso. Isso me fez dar uma gargalhada bem alta. Eu disse "ok, bom pra você". Isso não me incomoda".

Ouça "Last Nite":

E "American Girl":

"Se alguém roubasse uma música minha nota por nota maliciosamente, talvez [eu processaria]. Mas eu não acredito muito em processos. Eu acho que já existem processos frívolos suficientes neste país sem as pessoas ficarem brigando por causa de músicas pop".

Outra história que acabou bem foi a de "Stay With Me", de Sam Smith, comparada a "I Won´t Back Down".

"Um acidente musical, nada mais, nada menos. Nesses tempos em que vivemos, isso dificilmente é novidade. Desejo a Sam o melhor para sua carreira em curso", disse Petty, que negou que estivesse acusando o cantor de plágio.

Escute "Stay With Me":

E "I Won´t Back Down":

O homem era generoso, não?