MÚSICA

Os indicados ao Grammy 2018 e o que podemos esperar da premiação

Автор
Os indicados ao Grammy 2018 e o que podemos esperar da premiação

Jay-Z e Kendrick Lamar (Divulgação/Montagem)

Os indicados ao Grammy 2018 estão aí e Jay-Z lidera a lista de indicações (com oito no total, incluindo Álbum, Canção e Gravação do ano). Kendrick Lamar ficou em segundo, com sete ao todo, seguido por Bruno Mars, com seis).

O que mais chama a atenção logo de cara é o fato de que pela segunda vez na história (a primeira havia sido em 2005) quatro artistas negros são indicados para o prêmio de Álbum do Ano: Jay-Z, Childish Gambino, Kendrick Lamar e Bruno Mars. Lorde completa a lista.

Essa lista chega um ano depois do Grammy ter sido bastante criticado por ser uma premiação "muito branca". Na última premiação, Adele, que ganhou todos os prêmios para os quais foi indicada, praticamente pediu desculpas a Beyoncé por ter levado Álbum do Ano.

Outro fato curioso é Drake não estar indicado a nada, sendo que lançou um disco muito bem recebido pela crítica, More Life. A decisão do cantor de não participar da premiação veio depois dele ter vencido no ano passado o prêmio de Melhor Música de Rap, com "Hotline Bling". Em entrevista, na época, Drake disse: “Mesmo "Hotline Bling" não sendo uma canção de rap, a única categoria na qual eles conseguem me encaixar é essa. Talvez por eu ter cantado rap no passado ou por eu ser negro, não consigo entender o motivo... Eu ganhei dois prêmios na noite passada, mas eu nem quero eles, porque parece estranho por alguma razão”.

Em uma época na qual classificar músicas por gênero está cada vez mais difícil (e às vezes até sem sentido), o Grammy parece estar tentando se adequar, porém a passos de tartaruga. Uma banda de rock chamada Nothing More, segundo os critérios da premiação, tem cacife para estar indicada em três categorias, enquanto artistas que lançaram coisas mais relevantes este ano (A Tribe Called Quest e Demi Lovato, por exemplo) foram deixados de lado.

A cerimônia da 60ª edição do Grammy acontecerá no dia 28 de janeiro, no Madison Square Garden, em Nova York, e será apresentada novamente por James Corden. 

Veja todos os indicados nas principais categorias:

Gravação do ano

“Redbone” — Childish Gambino

“Despacito (Remix)” — Luis Fonsi & Daddy Yankee feat. Justin Bieber

“The Story of O.J.” — JAY-Z

“HUMBLE.” — Kendrick Lamar

“24K Magic” — Bruno Mars

Álbum do ano

“Awaken, My Love!” — Childish Gambino

"4:44" — JAY-Z

"DAMN." — Kendrick Lamar

"Melodrama" — Lorde

"24K Magic" — Bruno Mars

Música do ano

“Despacito (Remix)” — Luis Fonsi & Daddy Yankee feat. Justin Bieber

“4:44” — JAY-Z

“Issues” — Julia Michaels

“1-800-273-8255” — Logic feat. Alessia Cara & Khalid

“That’s What I Like” — Bruno Mars

Melhor novo artista

Alessia Cara

Khalid

Lil Uzi Vert

Julia Michaels

SZA

Melhor performance de pop

"Love So Soft", Kelly Clarkson

"Praying", Kesha

"Million Reasons", Lady Gaga

"What About Us", P!nk

"Shape Of You", Ed Sheeran

Melhor performance de duo ou grupo

"Something Just Like This", The Chainsmokers & Coldplay

"Despacito", Luis Fonsi & Daddy Yankee Featuring Justin Bieber

"Thunder", Imagine Dragons

"Feel It Still", Portugal. The Man

"Stay", Zedd & Alessia Cara

Melhor álbum de pop tradicional

"Nobody But Me" (Deluxe Version), Michael Bublé

"Triplicate", Bob Dylan

"In Full Swing", Seth MacFarlane

"Wonderland", Sarah McLachlan

"Tony Bennett Celebrates 90"

Melhor álbum de pop com vocal

"Kaleidoscope EP", Coldplay

"Lust For Life", Lana Del Rey

"Evolve", Imagine Dragons

"Rainbow", Kesha

"Joanne", Lady Gaga

"Divide", Ed Sheeran

Melhor música rock

"Atlas, Rise!", Metallica

"Blood In The Cut", K.Flay

"Go To War", Nothing More

"Run", Foo Fighters

"The Stage", Avenged Sevenfold

Melhor álbum de música alternativa

"Everything Now", Arcade Fire

"Humanz", Gorillaz

"American Dream", LCD Soundsystem

"Pure Comedy", Father John Misty

"Sleep Well Beast", The National