MÚSICA

Por que devemos superar nosso preconceito com Jota Quest e esperar um bom show?

Ciro Hamen
Author
Ciro Hamen
Por que devemos superar nosso preconceito com Jota Quest e esperar um bom show?

O Jota Quest é sem dúvida uma das bandas brasileiras mais incompreendidas da história. Mesmo rejeitados por roqueiros fundamentalistas por serem pop demais, o quinteto liderado por Rogério Flausino já passou por diversas fases fazendo sempre o que bem entendeu.

Você é um dos que torcem o nariz para o Jota Quest? Talvez esteja na hora de dar uma chance a eles. Alguns motivos pelos quais o show da banda no Rock in Rio pode ser uma boa surpresa:

- Uma máquina de hits

Nos últimos 20 anos, a banda mineira foi uma das maiores fabricantes de hits pop do nosso país. "Fácil", "O Vento", "Só Hoje", "Na Moral", "Encontrar Alguém", entre tantos outros, são sucessos que embalam casamentos, festas de formatura e merecem espaço entre um público que quer um bom refrão. Se o Jota Quest é a maior "banda de baile" do Brasil, eles merecem também o maior palco do país.

- Participação especial de Anitta?

Um dos maiores sucessos recentes da banda é a música "Bleucaute", que conta com a participação especial do já consagrado nesta edição do Rock in Rio, Nile Rodgers (que infelizmente já está no Japão), e Anitta, o grande nome do evento até agora - mesmo sem ter sido convidada a tocar. A maior estrela pop brasileira foi o nome mais pedido para substituir Lady Gaga, que cancelou o seu show no primeiro dia do festival, mas não rolou. Se o Jota Quest conseguir convencer o maior nome do pop brasileiro a subir no palco seria um feito e tanto.

- Surpresas agradáveis

A longevidade da banda dá estofo suficiente para que eles aprontem o que quiserem no palco do Rock in Rio. Tocar sucessos antigos e improváveis, como "Ônibusfobia" ou "De Volta ao Planeta", seria refrescante e mostraria que a banda tem segurança de sobra ao apostar em refrões menos conhecidos do grande público. Outras participações especiais também seriam bem-vindas, como, por exemplo, Milton Nascimento, que recentemente participou do acústico, Músicas Para Cantar Junto, ainda não oficialmente lançado pela banda.