MÚSICA

Precisamos admitir que "Poxa Crush" é o melhor reggae brasileiro de 2017

Yazar
Precisamos admitir que "Poxa Crush" é o melhor reggae brasileiro de 2017

(Reprodução/YouTube)

É difícil pensar em uma música que tenha conquistado mais os corações e mentes da juventude brasileira em 2017 do que "Poxa Crush". A frase virou meme e entrou no nosso imaginário rapidamente, já ficando ao lado de bordões célebres, como "sabe de nada inocente" ou "senta lá, Cláudia". Porém, por trás de toda a graça da piada, há uma canção pop perfeita sobre as dores e alegrias de ser jovem.

O vídeo com a música original foi colocado no YouTube por Nicks Vieira, em abril, e não demorou muito para todo mundo saber a diferença "entre você e um cubo mágico". A base por cima da qual a jundiaiense cantava era simplória, mas já nos abria os olhos para um grande talento que não parava de subir músicas com temáticas adolescentes na internet.

O sucesso foi tanto que um tempo depois ganhamos uma versão de estúdio mais produzida. A nova roupagem de "Poxa Crush" poderia ser classificada facilmente como o melhor reggae brasileiro de 2017. A música agora conta com um tecladinho tropical e não é difícil imaginá-la como um single do Fifth Harmony.

Por baixo de toda a produção, no entanto, ainda está a criatividade da cantora, que vai muito além do refrão feito sob medida para os millenials, "poxa crush, estou te idolatrando, suas fotos no Instagram todas estou salvando".

"Celular vibrou, coração disparou e infelizmente não foi você que chamou" poderia ser mais uma frase ilustrando um meme, mas vira um verso doce e divertido na voz de Nicks. Até mesmo quando brinca com imagens grotescas, como a de arrancar os próprios olhos, a cantora consegue uma certa fofura. "As minhas amigas te acham feio e sem graça, vou emprestar meus olhos pra todas elas verem. O jeito que sorri, tô louca por você".

Enquanto alguns anos atrás, Nissim Orfali emplacava a canção sobre o seu bar mitzvah com uma versão de "What Makes You Beautiful", do One Direction, Nicks Vieira prova que é possível caminhar em uma direção ainda mais criativa na fantástica união entre memes e hits pop.