Rock in Rio
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Rock in Rio
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Rock in Rio
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

As pessoas estão querendo cantar MC TH na hora de Californication do RHCP

Ciro Hamen
há um mês436 visualizações
As pessoas estão querendo cantar MC TH na hora de Californication do RHCP
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Você provavelmente conhece "Californication", um dos grandes hits do Red Hot Chili Peppers, do disco de mesmo nome, de 1999.

Se não conhece, aqui está a música acompanhada do famoso clipe no qual os integrantes viram personagens de um jogo de video game:

Um evento no Facebook está incentivando fãs de "Vidro Fumê", do MC TH, a cantarem a música durante a execução de "Californication" no Rock in Rio. A música do funkeiro conta com um sample do hit dos Red Hot Chili Peppers, porém com uma letra, no mínimo, "diferente".

Se você não conhece "Vidro Fumê":

Será que o público do Rock in Rio realmente estará disposto a isso ou as mais de 11,000 pessoas que confirmaram presença no evento do Facebook estão apenas "de zoeira"?

E não é só. O sucesso do evento foi tão grande, que outro, incentivando a galera a cantar "Triste Mas Eu Não Me Queixo", a versão de "Californication" da banda O Surto, tocada no Rock in Rio de 2001 por eles, foi criado também.

Para quem não conhece a versão do Surto:

Se o pessoal vai realmente cantar essas músicas durante a execução de "Californication" é outra histórias, mas pelo menos as risadas foram garantidas mais uma vez pela internet brasileira.

O que esperar de mais um show do Guns n´Roses com a formação quase original?

Ciro Hamen
há um mês467 visualizações
O que esperar de mais um show do Guns n´Roses com a formação quase original?
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Em 2016, Slash e Duff McKagan voltaram ao Guns n´Roses, deixando a banda quase com a sua formação clássica novamente. As ausências ainda sentidas, dos que gravaram o marco Appetite for Destruction, são as do guitarrista Izzy Stradlin e do baterista Steven Adler.

A formação atual, que ainda conta com Dizzy Reed nos teclados, Frank Ferrer na bateria, Richard Fortus na bateria, além do eterno Axl Rose, já passou pelo Brasil  no ano passado e volta em 2017 para tocar nos festivais Rock in Rio e São Paulo Trip.

Podemos esperar algo diferente dessa nova passagem de Axl, Slash e companhia pelo Brasil?

Repertório

Dificilmente teremos algo de diferente no setlist da banda. Os hits, como "Sweet Child O Mine", "Welcome to the Jungle", "Paradise City" e "November Rain" estão sempre lá. Levando em consideração que a banda não lançou nenhum álbum de inéditas desde Chinese Democracy, de 2008, é provável que o repertório seja bem parecido com o da passagem anterior do Guns por aqui. Mas estamos reclamando? Nem um pouco.

Surpresas

A não ser que Axl Rose resolva surpreender a todos e coloque a sambista Alcione no palco para cantar "Sweet Child O Mine" ao seu lado, dificilmente teremos algo de diferente. Slash subindo em cima do piano? Axl sem exibir o shortinho e a boa forma de outros tempos, porém se esforçando bastante para fazer um grande show. Isso sim podemos esperar.

O show de sempre é o que queremos?

No caso do Guns n´Roses sim. O som da banda deixa pouco espaço para invenções e o que os fãs realmente querem é cantar os hits que agitaram o Brasil pela primeira vez no segundo Rock in Rio, em 1991, no Maracanã.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar