Senta aqui, vamos conversar
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Senta aqui, vamos conversar
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Senta aqui, vamos conversar
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Imagem de bebê com piercing levanta uma discussão importante

PopCultureQueen
há 3 meses5.4k visualizações
Imagem de bebê com piercing levanta uma discussão importante
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Qual seria sua reação se encontrasse um bebezinho lindo com um piercing na bochecha? Choque? Revolta? Provavelmente os dois, certo? Foi por isso que a ativista americana Enedina Vance postou no Facebook a foto da filha com um piercing na bochecha, mas não se preocupe, é apenas uma montagem.

No post, Enedina dá "argumentos" muito similares a pais e mães que furam a orelha de suas filhas recém-nascidas. "É fofo, não?!! Eu sei que ela vai gostar, ela vai me agradecer quando for mais velha, risos. Se ela decidir que não gosta é só tirar, não tem problema. Eu sou a mãe, ela é MINHA FILHA, eu vou fazer o que eu quiser com ela. Eu a fiz, sou sua dona", escreveu ela na publicação, que tem mais de 14 mil compartilhamentos.

Além de criticar os furos na orelha de bebês, Enedina também é totalmente contra a circuncisão de meninos, ou seja, a remoção do prepúcio do pênis. A prática é muito comum nos Estados Unidos, onde mais da metade dos meninos são circuncidados. Mesmo muito relacionada com o judaísmo, a circuncisão também é apoiada por pais e mães de outras religiões e até ateus. As motivações variam de tradições religiosas até higiene e saúde, o que um argumento extremamente controverso. Especialistas afirmam, inclusive, que retirar o prepúcio pode diminuir o prazer sexual dos homens ao chegar na idade adulta.

Para Enedina, é preciso reconhecer que bebês são seres humanos, e não são propriedade dos pais. Crianças pequenas ainda não podem tomar suas decisões, e o papel do pai e da mãe é de cuidar, proteger e educar, e não modificar os corpos delas de um jeito definitivo apenas por motivos de estética ou religião. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por