Senta aqui, vamos conversar
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Senta aqui, vamos conversar
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Senta aqui, vamos conversar
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Modelos 'Plus Size' deixam mulheres mais felizes e podem impulsionar as marcas

PopCultureQueen
há 3 meses8.2k visualizações
Modelos 'Plus Size' deixam mulheres mais felizes e podem impulsionar as marcas
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸


Se você é uma mulher cheia de curvas e adora tirar fotos do seu "look do dia" no Instagram, temos boas notícias: você está tornando o mundo um lugar melhor! Mulheres prestam mais atenção - e ficam mais felizes - ao ver uma modelo "plus size", em comparação a uma modelo magra nos padrões do mundo da moda. Foi isso que pesquisadores da Universidade Estadual da Flórida descobriram, em um estudo publicado na revista Communication Monographs.

Modelos 'Plus Size' deixam mulheres mais felizes e podem impulsionar as marcas

Segundo o estudo, as mulheres têm uma tendência a se comparar menos às modelos que têm proporções mais "normais", e por isso se sentem menos pressionadas e cobradas. Quando vêem as modelos magérrimas, como as que desfilam para as grandes marcas, elas prestam menos atenção às roupas, e focam nas características físicas dela. Ou seja, ATENÇÃO MARCAS, se querem vender mais roupas, é hora de escolher mulheres mais realistas para os desfiles. 

Para começar essa segunda inspirada ❤ #repost @pinklip . . . #plus #plussize #plussizetips #fat #fatfashion #modagg

A post shared by Plus Size Tips (@plussizetips) on

"Descobrimos que existe uma clara e fortíssima vantagem psicológica em mostrar corpos fora do padrão nas campanhas de mídia", escreveram os autores. "Essas descobertas sugerem que incorporar modelos com tamanhos mais realistas na mídia talvez aumente os lucros da marca", eles acrescentam. E além de ganhar mais dinheiro, isso tornaria o mundo um lugar melhor para todas. 

Imagem de bebê com piercing levanta uma discussão importante

PopCultureQueen
há 3 meses5.4k visualizações
Imagem de bebê com piercing levanta uma discussão importante
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Qual seria sua reação se encontrasse um bebezinho lindo com um piercing na bochecha? Choque? Revolta? Provavelmente os dois, certo? Foi por isso que a ativista americana Enedina Vance postou no Facebook a foto da filha com um piercing na bochecha, mas não se preocupe, é apenas uma montagem.

No post, Enedina dá "argumentos" muito similares a pais e mães que furam a orelha de suas filhas recém-nascidas. "É fofo, não?!! Eu sei que ela vai gostar, ela vai me agradecer quando for mais velha, risos. Se ela decidir que não gosta é só tirar, não tem problema. Eu sou a mãe, ela é MINHA FILHA, eu vou fazer o que eu quiser com ela. Eu a fiz, sou sua dona", escreveu ela na publicação, que tem mais de 14 mil compartilhamentos.

Além de criticar os furos na orelha de bebês, Enedina também é totalmente contra a circuncisão de meninos, ou seja, a remoção do prepúcio do pênis. A prática é muito comum nos Estados Unidos, onde mais da metade dos meninos são circuncidados. Mesmo muito relacionada com o judaísmo, a circuncisão também é apoiada por pais e mães de outras religiões e até ateus. As motivações variam de tradições religiosas até higiene e saúde, o que um argumento extremamente controverso. Especialistas afirmam, inclusive, que retirar o prepúcio pode diminuir o prazer sexual dos homens ao chegar na idade adulta.

Para Enedina, é preciso reconhecer que bebês são seres humanos, e não são propriedade dos pais. Crianças pequenas ainda não podem tomar suas decisões, e o papel do pai e da mãe é de cuidar, proteger e educar, e não modificar os corpos delas de um jeito definitivo apenas por motivos de estética ou religião. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por