FUTEBOL

A grana de um clube desconhecido ou uma vaga na seleção. Qual sua escolha?

Daniel Akstein Batista
Author
Daniel Akstein Batista

Estava eu em um desses (vários) churrascos no final de ano quando a conversa que surgiu foi se valia a pena o jogador trocar uma estabilidade de um bom time brasileiro e a chance de vestir a amarelinha da seleção pela alta grana de um clube sem grande expressão da China ou Arábia, por exemplo. E o teor daquela conversa voltou essa semana com algumas novas transferências.

Não há certo ou errado neste assunto. Você, se fosse jogador de futebol, o que ia preferir? A certeza de uma bolada e a poupança garantida ou a chance se disputar uma Copa do Mundo?

Penso em muitas coisas quando me fazem essa pergunta. Primeiro: será que o salário do jogador é baixo aqui no Brasil? Normalmente não. Mas a chance de ganhar 10 vezes mais não te seduziria? Provavelmente sim. Fazer um pé de meia é sempre um bom negócio.

Mas e a seleção? Se o cara fosse realmente bom – bom mesmo, craque -, ele não estaria na China, né? Algum Barcelona, Manchester, PSG ou Milan o compraria, ou estou errado? E qual a certeza de que um atleta que hoje foi convocado para a seleção amanhã seja de novo? Vamos lembrar que a Copa é só daqui dois anos.

Jadson e Renato Augusto, do Corinthians, recentemente aceitaram atravessar o mundo para jogar no futebol chinês. De lá, tentam a contratação também de Ralf e Gil. E um time turco ainda quer o goleiro Cássio. E aqui só falamos do Corinthians, heim. 

Alexandre Pato também foi procurado pelo futebol chinês. Disse não. Seu sonho, como há muito tempo ele diz, é voltar para algum país da Europa e para a seleção. São escolhas próprias, que frustraram um Corinthians que pretendia vendê-lo.

Em sua despedida, Renato Augusto disse que "tem horas em que não se pode dizer não". Se ele pensasse na seleção (vinha sendo titular), poderia muito bem falar 'não'. Sabe que agora corre o risco de perder a vaga na seleção de Dunga, mas as cifras falaram mais alto. E está errado? Queria eu que um clube chinês me chamasse pra jogar lá também....