Futebol
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

5 motivos para acreditar (ou não) no sucesso de Zidane no comando do Real

O Real Madrid anunciou nesta segunda-feira que Zinedine Zidane é o novo técnico do time. Rafa Benítez foi demitido após o empate por 2 a 2 com o Valencia no sábado, pelo Campeonato Espanhol.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

“Temos o melhor time e a melhor torcida do mundo. O que tentarei fazer é o melhor possível para que o time ganhe algo no final do ano. O importante é estar amanhã com o time e começar a trabalhar”, disse o ex-jogador francês.

Zidane é uma aposta do presidente Florentino Pérez e será o primeiro treinador francês na história do Real. Vai dar certo? Só o tempo dirá. Mas listamos alguns motivos para acreditar ou não em seu sucesso.

PONTOS POSITIVOS

- Tem uma bela história no Real Madrid como jogador. Atuou pelo time madrileno de 2001 a 2006, ganhando dois campeonatos nacionais e duas Ligas dos Campeões.

- Vinha treinando o time B do Real, chamado Castilla.

- Foi auxiliar de Carlos Ancelotti no time principal do Real durante a conquista da Liga dos Campeões 2013/14. E conhece bem o atual elenco.

- Por toda sua história no Real, tem amplo apoio da torcida, que o reverencia.

- Tem apoio do presidente Florentino Perez, que já pensava em colocá-lo como técnico há alguns meses.

PONTOS NEGATIVOS

- Tem pouca experiência no cargo: nunca dirigiu um time de grande porte ou numa divisão principal.

- Em seu trabalho no time B do Real, o Castilla, ganhou elogios e críticas desde que assumiu em 2014. Por exemplo, ele perdeu seus três primeiros jogos como técnico. E a equipe oscilou em vários momentos.

- Envolveu-se em algumas polêmicas no time B, como dar a faixa de capitão ao seu filho Enzo e por ter treinado a equipe sem possuir diploma de técnico em 2014.

- Vai conviver com as dúvidas da imprensa madrilena.

- Encontrará um rival à altura, o Barcelona, que não vem dando chances aos adversários. E perder do maior rival nunca é algo bom.

5 motivos para acreditar (ou não) no sucesso de Zidane no comando do Real

Começou a Copinha. Você conhece todos os times?

Em menos de um mês, 112 clubes disputam o título da maior competição júnior do Brasil. A Copa São Paulo, que começou no sábado e tem sua final marcada para 25 de janeiro, reúne centenas de jogadores divididos em 28 grupos. Uma Copinha inchada, como nunca antes desde sua criação, em 1969.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Com tantos times, o regulamento deste ano chega a ser bizarro: uma equipe desclassificada no mata-mata pode ser campeã. A quinta fase (quartas de final) será disputada pelos sete vencedores da fase anterior e também por um dos perdedores com a melhor campanha no geral. Bizarro, não?

Clube de todos os estados brasileiros estão inscritos na competição. Times tradicionais, como São Paulo, Corinthians, Palmeiras, Flamengo, Cruzeiro, Bahia, Vasco e tantos outros buscam o título contra equipes quase desconhecidas do torcedor brasileiro. Listamos aqui alguns desses times que com certeza você pouco – ou nunca – ouviu falar.

Pérolas Negras - Único time na competição que não é brasileiro. Esta equipe amadora do Haiti contou com a ajuda da ONG Viva Rio para poder disputar o torneio. A média de idade dos jogadores é de 18 anos e o time foi criado após o terremoto de 2010 que devastou o país. Agora a pergunta que faço é simples: por que a um time desses vem jogar aqui? Não seria melhor diminuir o número de agremiações para não termos tantos jogos ruins?

Começou a Copinha. Você conhece todos os times?

CSP - Time paraibano que passou o Réveillon no aeroporto para poder vir a São Paulo jogar. Seis jogadores são profissionais e vão tentar ajudar os juniores a passar de fase – nas duas vezes anteriores que jogou o torneio, sempre parou na fase de grupos.

Começou a Copinha. Você conhece todos os times?

Boca Júnior - Criado em homenagem ao clube argentino, este time de Sergipe está levando a sério a Copinha, e está desde ano passado em Indaiatuba, interior de São Paulo, se preparando para o torneio. O clube nasceu em 1993 e nunca venceu um Estadual da Série A.

Começou a Copinha. Você conhece todos os times?

Espigão - Time profissional mais novo de Rondônia, foi fundado em 2008. Agora em 2016, nem deve participar do Campeonato Rondoniense de Futebol, por não ter enviado um representante para a reunião que definiu a tabela e o regulamento da competição estadual.

FAST - Faltavam apenas 4 dias pra estreia e este time de Manaus ainda não sabia como chegaria a São Paulo: faltava dinheiro para comprar as passagens aéreas. Com a ajuda da Prefeitura e com a grana de alguns diretores, o time chegou, mas não deve conseguir muita coisa na Copinha.

Altos - Representante do Piauí na Copinha ao lado do River, a Associação Atlética de Altos, de Teresina, encarou mais de 50 horas na estrada para buscar o desafio de passar pela fase de grupos logo em sua primeira participação. Deve ser mais um time que deve chegar e voltar pra casa cedo, mas pelo menos levará histórias na bagagem para contar.

Galvez - Esta é a primeira vez que a equipe disputa uma competição nacional. Time da Polícia Militar do Acre fundado em 2011, substituindo o antigo Tiradentes, tenta fazer história na Copinha.

Sabiá - Foram 57 horas de viagem entre o Maranhão e o palco de estreia na Copinha, em Taubaté. Viagem que começou dia 30 de dezembro e uma passagem de Réveillon na estrada. Da cidade de Caxias, o time veio com seus jogadores sub-19 e acredita que pode surpreender. Alguém mais acredita?

Começou a Copinha. Você conhece todos os times?
Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por