Futebol
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol
ic-spinner
У каждого есть своя история
Находите лучшие истории и интересных людей. Вдохновляйтесь ими и начинайте писать самостоятельно либо вместе с друзьями.

Como acabar com o futebol: tirando as crianças do estádio. Um absurdo!

Sempre que eu vejo uma briga de torcida, em qualquer estádio do mundo, penso: esses vândalos querem acabar com o futebol. Mas vou te dizer uma coisa: não são só esses bandidos de Organizadas que fazem isso.

Рассказывайте о том, что вы любите, вместе с друзьями
Стать соавтором ▸

Uma notícia neste fim de semana mostra bem como o futebol tem sido tratado no Brasil. E tirar crianças de estádios é o maior mal que podem fazer a esse esporte.

Esta foi a notícia, que veio de um comunicado da 3ª Vara Cível de Mogi Mirim divulgada no sábado:

"Informamos que, por determinação do juiz da 3ª Vara Cível de Mogi Mirim, Fábio Rodrigues Fazuolli, menores de 18 anos estão impedidos de assistir ao jogo entre o Mogi Mirim e XV de Piracicaba, que acontece amanhã, às 19h30, no estádio Vail Chaves. A determinação visa garantir a integridade de crianças e adolescentes."

Como acabar com o futebol: tirando as crianças do estádio. Um absurdo!

O jogo deste domingo era válido pelo Campeonato Paulista. O jogo foi em Mogi. E sabe quantos pagantes foram no estádio? 653! 

653 pessoas pagaram para ver Mogi e XV. Dois times que nem tem uma rivalidade grande atualmente. Será que uma medida desta é cabível?

Não precisa pensar muito para dizer que esta foi uma das ações mais absurdas já vistas no futebol. Nem em um Palmeiras x Corinthians ou Guarani x Ponte Preta acontece isso.

Tomar uma medida dessa é a mesma coisa que dizer para uma criança que futebol é um esporte perigoso, que ir ao estádio é coisa de bandido. 

Lugar de crianças e jovens é, sim, também no estádio. Quem não tem uma boa lembrança de ir assistir ao time do coração com o pai, avô ou irmãos? São essas memórias que marcam a pessoa e fazem ela ser mais apaixonada ainda pelo futebol.

Espero muito que a decisão desse juiz não se repita mais. Que não se repita nunca mais. Porque são por medidas assim que aos poucos vão matando nosso espetáculo.

#futebol

São Paulo já sente o clima da verdadeira Libertadores. Agora é pra valer!

Há uma semana, aqui neste mesmo bat-canal, escrevi que o São Paulo passaria fácil à fase de grupos da Libertadores se tivesse a mesma atuação que mostrou no Peru. Não foi tão fácil assim, e a vitória por 1 a 0 contra o César Vallejo, no Pacaembu, mostrou que a torcida vai ter de paciência com o time.

Рассказывайте о том, что вы любите, вместе с друзьями
Стать соавтором ▸
São Paulo já sente o clima da verdadeira Libertadores. Agora é pra valer!

Não consigo entender como uma equipe pode ter atuações tão diferentes em tão pouco tempo. Na semana passada, o São Paulo mostrou uma qualidade no toque de bola e uma calma em campo que há muito eu não via. Merecia ter vencido por 2, 3 ou 4, mas ficou no 1 a 1 por falta de pontaria e um gol mal anulado pela arbitragem. Agora, no Pacaembu, o Tricolor novamente mereceu vencer. Mas jogou mal se comparado com a partida do Peru.

Os visitantes se fecharam atrás do meio de campo e complicou os jogadores do São Paulo. O passe não saía redondo, o nervosismo estava na cara de muitos, o gol não vinha.

Se acertasse um contra-ataque certeiro, o César Vallejo acabaria com o sonho são-paulino do título, mas a inferioridade deles era tamanha que mal conseguiam chegar à frente.

Sete dias atrás, cheguei à ousadia de escrever que se continuasse com aquela atuação o São Paulo já era favorito ao título. Pelo o que mostrou nesta quarta-feira de cinzas, ainda não o é.

O gol de Rogério, já no finalzinho, fez com que a vitória fosse o resultado mais justo ao jogo. 1 a 0 magro diante de um rival limitado. Um Pacaembu lotado que apoiou mas também ficou nervoso com a demora no gol.

Dá pra tirar lições deste jogo. Já deu pra perceber que o São Paulo entrou no verdadeiro clima da Libertadores: é tensão, é nervosismo, haja coração, diria Galvão Bueno.

Agora, no Grupo 1, os desafios serão maiores, contra os sempre complicados River Plate e The Strongest, e o mais fácil Trujillanos. Agora sim começa a Libertadores de verdade! Resta saber como será o São Paulo em campo: o do Pacaembu ou aquele que foi muito bem no Peru (apesar do empate).

#futebol #saopaulofc #libertadores

Вы прочитали историю
Story cover
написанную
Writer avatar