Futebol
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Essas são as opções para substituir Dunga como técnico da seleção

DaniBoy
há um ano18 visualizações

O Brasil caiu na Copa América Centenário, e Dunga já avisou logo após a derrota para o Peru: não vai pedir demissão.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Se você fosse o comandante da CBF, qual seria sua decisão: mandaria o treinador embora ou o deixaria para a disputa da Olimpíada?

A grande questão neste caso, caso a opção seja mesmo a saída de Dunga, é quem colocar em seu lugar. Vamos sugerir aqui alguns nomes, alguns viáveis e outros não muito, para saber quem você escolheria para o lugar de Dunga.

TITE

O treinador do Corinthians já foi procurando por um dirigente da CBF para assumir a seleção antes da Copa América, mas disse não. Ele seria justamente uma das principais escolhas da entidade em caso da saída de Dunga, mas neste caso a decisão do técnico tem sido um empecilho. Será que ele negaria o convite mais uma vez?

Essas são as opções para substituir Dunga como técnico da seleção

CUCA

Também na lista caso Dunga saia e Tite negue novamente o convite. Seu bom trabalho com o Atlético-MG e agora com o Palmeiras mostram sua evolução como treinador.

Essas são as opções para substituir Dunga como técnico da seleção

JORGE SAMPAOLI

Informações divulgadas em abril diziam que o treinador queria dirigir a seleção, mas a CBF vetou. Erroneamente em minha opinião, pois acho que teria sido uma boa escolha. O argentino, ex-técnico da seleção chilena, está para assinar com o Sevilla. Azar nosso!

Essas são as opções para substituir Dunga como técnico da seleção

GUARDIOLA

Muitos torcedores sempre quiseram o treinador espanhol no comando da seleção brasileira. A CBF, como em muitos outros casos, nunca quis um técnico estrangeiro no time. São opiniões bastante divididas, mas a verdade é que Guardiola dificilmente sairia do Manchester City agora – seu contrato vai até 2019.

Essas são as opções para substituir Dunga como técnico da seleção

JORGINHO

Seria uma grande surpresa, mas não dá pra entender a cabeça do pessoal da CBF. Vem fazendo um bom trabalho no Vasco e, ao lado de Zinho, tem uma boa história na seleção.

Essas são as opções para substituir Dunga como técnico da seleção

Qual seria sua escolha? Manter Dunga ou trazer outro técnico? E qual técnico?

#treinador #cbf #futebol #brasil #seleçãobrasileira #dunga

10 motivos que ajudam a entender o fracasso brasileiro na Copa América

DaniBoy
há um ano33 visualizações

Que fiasco! O Brasil se despediu da Copa América Centenário ganhando apenas um jogo. Marcando gol em apenas um jogo. Sendo cornetado na única vitória que teve. E perdendo para o Peru com um gol de mão.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Esqueçam o erro de arbitragem neste último jogo. Vamos nos concentrar nos erros da seleção de Dunga. Afinal, foram vários os motivos para essa eliminação precoce. Concorda com eles?

1. ATAQUE RUIM
Em três jogos, o Brasil só conseguiu fazer gol contra a fragilizada e ruim seleção do Haiti. É inadmissível passar em branco em duas partidas, contra Equador e Peru, que, convenhamos, também não são lá grandes coisas. Um time que finaliza pouco não consegue marcar. E falta pontaria também para nossos homens de frente. Aliás, Jonas não pode ser mais convocado. Não dá. Nem Hulk.

10 motivos que ajudam a entender o fracasso brasileiro na Copa América

2. FALTA DE PADRÃO
Foram uns 20 dias de treino, um amistoso e dois jogos na primeira fase até Dunga perceber que talvez a melhor formação para o time fosse com Gabigol na frente e Lucas Lima no meio de campo. Gostei das mudanças, mas não dava para ter percebido isso antes?

3. COMPETIÇÃO EM SEGUNDO PLANO
Todo mundo sabe que a CBF colocou a Copa América em segundo plano em comparação à Olimpíada. Tanto que escolheu a competição olímpica para Neymar jogar. E, sem Neymar, a seleção perde 50% (ou mais) de seu poderio.

4. SEM CONFIANÇA
Contra fatos não há argumentos: falta confiança na seleção. A torcida já não acredita mais no time depois de tantos fracassos. E os jogadores não se sentem seguros nem respaldados em campo. E veja só: a única vitória da equipe nesta competição foi motivo de piada: os 7 x 1 sobre o Haiti nos fez lembrar dos 7 x 1 da Alemanha em 2014. Se mesmo ganhando a torcida e imprensa pegam no pé, imagina com resultados ruins...

5. JOGADORES MAL ORIENTADOS
Num jogo decisivo contra o Peru, a melhor jogada da seleção brasileira não pode ser "cavar pênalti". Atletas que jogam na Europa, onde a arbitragem é notoriamente menos propensa a dar falta em qualquer jogada, se atiravam a todo momento na área adversária em vez de tentar finalizar a jogada. A estatística que melhor explica o primeiro tempo razoável da seleção é "tivemos perto de conseguir um pênalti por seis vezes". Não se pode permitir que os jogadores cheguem na área e simplesmente optem por cair a todo momento. 

6. MUITA PREOCUPAÇÃO COM O QUE NÃO É IMPORTANTE
O que é importante para uma seleção jogar bem? Bons jogadores, espírito de equipe, treino, etc. Mas os jogadores da seleção passam uma impressão de que estão mais preocupados com outras coisas. Por exemplo, o visual. Ostentam belas cabeleiras cuidadosamente aparadas - às vezes adornadas com muito gel -, barbas desenhadinhas, tatuagens, chuteiras coloridas. Tudo impecável. Menos o futebol. 

7. DESCOMPROMETIMENTO
O Uruguai também deixa a Copa América Centenário na primeira fase, mas vimos um Luiz Suárez lesionado dar chilique com o treinador porque queria jogar e tentar ajudar a equipe a não ser eliminada . Messi se lesionou, mas ficou junto com os seus companheiros, se recuperou e entrou em campo com o apetite de sempre depois de começar um jogo na reserva. Neymar? Bom, esse está em férias pelos EUA participando de pool parties em Las Vegas, tietando celebridades e colaborando para o ambiente de descomprometimento da seleção, que teve seis cortes antes mesmo da competição começar - alguns bem suspeitos.

8. ERROS DE AVALIAÇÃO
A seleção toma 7 a 1 da Alemanha em casa e o treinador da época considera que o motivo da derrota foi "um apagão". A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) concorda e mantém toda a estrutura defasada. Mudou não mudando ao trocar apenas o nome do técnico. Aí a equipe perde na Copa América Centenário para o risível Peru e Dunga culpa a arbitragem. Para ele, o time ia bem. Se bobear, o treinador não deve cair antes da Olimpíada do Rio. Quantas vexames precisamos protagonizar para alguma grande mudança ocorrer tanto em campo quanto no sistema do futebol brasileiro?         

10 motivos que ajudam a entender o fracasso brasileiro na Copa América

9. DUNGA
Boa parte dos itens anteriores são da responsabilidade de Dunga. O "treinador", se é que dá para chamar um cara que comandou apenas duas equipes - seleção brasileira e Inter - assim, teve tempo para treinar a equipe dessa vez e não conseguiu fazer o time acertar. Ele foi contratado para dar uma motivada no pessoal, mas a verdade é que a equipe vem se arrastando sob o seu comando: a sexta colocação nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018 mostra isso.

Será que o treinador permanece? Fizemos uma lista com os melhores candidatos disponíveis a substituí-lo:

10. A CÚPULA DA CBF
Não adianta culpar apenas Dunga, já que tem alguém lá em cima que o mantém. O presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, não toma decisões corretas há tempos (é ele quem segura Dunga), e também não deveria comandar a entidade (está sendo investigado pelo FBI e nem esteve nos EUA para a competição com medo de acabar sendo preso). Até nos bastidores o Brasil está perdendo força. O prestígio do time pentacampeão mundial já não é mais o mesmo.

--------------------------------------------------------

Perceberam que o fator ‘arbitragem’ não entrou nesta lista? Ok, o gol do Peru foi irregular, mas vamos lembrar que no primeiro jogo o Brasil só não perdeu porque a arbitragem anulou um gol legal do Equador. Em vez de reclamar dos juízes, Dunga e Cia podiam olhar para o próprio umbigo. E arrumar desculpar melhores antes de culpar o homem do apito.

10 motivos que ajudam a entender o fracasso brasileiro na Copa América

O jornal argentino 'Olé' aproveitou para dar aquela cornetada na eliminação brasileira. E ainda lembrou do gol de mão do brasileiro Túlio na Copa América de 95, justamente sobre a seleção da Argentina.

#cbf #brasil #vexame #copaamerica #fracasso #seleçãobrasileira #fiasco #futebol

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por