Futebol
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Futebol
ic-spinner
Everyone has a story to tell
Find the best stories to read and people to follow. Get inspired and start writing great stories yourself or with your friends. Share and let the world know.

Ver jogo no estádio é sempre bom (desde que seu time não perca)

Se tem uma coisa que aprendi nos meus 8 anos de jornalista esportivo é que assistir a um jogo de futebol no estádio é infinitamente melhor do que pela TV. Você perde o replay, é bem verdade, mas consegue ver a partida de um outro jeito. Enxerga melhor o posicionamento do time e dos jogadores, sente a vibração da torcida. Resumindo: entende o que está acontecendo naqueles 90 minutos.

Collaborate with friends on topics you love
Request co-authorship ▸

Pois bem, nesta quarta-feira lá fui eu pro Pacaembu. Já escrevi aqui sobre os dois jogos que o São Paulo fez na fase preliminar da Libertadores, e retiro tudo o que eu disse. Desta vez, que fiasco e vergonha foi a partida.

Ver jogo no estádio é sempre bom (desde que seu time não perca)

- estádio cheio, chuva e derrota: jogo de quarta à noite no Pacaembu - 

O resultado vocês já devem saber: 1 a 0 para o boliviano The Strongest. Placar justo para o fraco futebol são-paulino.

A torcida estava lá fazendo sua parte. Mais de 26 mil torcedores apoiaram o time e deram força até o fim do primeiro tempo. Mas aí sempre tem um ou outro que começa com um xingamento aqui e lá, algumas reclamações até com razão. O problema são as Organizadas. E a Independente, após o gol tomado, mais cobrou do que apoiou.

Não é de hoje que torcedor comum não gosta das Organizadas. Isso no São Paulo ou Palmeiras, já vimos no estádio várias 'rixas' entre eles. Nesta quarta, enquanto a Independente xingava o time, o resto da torcida gritava em busca do gol: e ele quase saiu no fim.

Após o jogo e as justas vaias ao time (aí sim de todos e bem válidas), alguns babacas da Independente partiram pra cima de alguns torcedores comuns. Sorte que a briga não durou muito, pois não havia nenhum policiamento por perto.

Pois bem, como disse antes ver um jogo no estádio nos dá a chance de ver o gramado todo. E aprendi uma coisa quando pequeno, quando ainda jogava futebol: se chutar a bola não entra, e um time tem que ter um bom meio de campo. Ah vá! Parece óbvio, mas vá dizer isso ao São Paulo então.

Os jogadores do meio ficavam distantes um do outro e o time insistia pelas jogadas laterais e pelas pontas. Mas é duro insistir quando se tem dois jogadores como Michel Bastos e Centurión que não produzem nada. Para piorar, Edgardo Bauza tirou Hudson no intervalo para colocar mais um atacante. Mas do que adiantava mais um homem na área se o problema do time era justamente fazer a bola chegar na área? Tudo errado.

Sou da opinião que um time pode até jogar mal desde que mostre garra e disposição em campo. Foi assim com o Palmeiras na terça-feira: o futebol não foi bem apresentado, mas os jogadores brigaram e voltaram do Uruguai com um empate.

O São Paulo não brigou. Não lutou. Parecia apático em campo, com toques de bola pro lado sem vontade nenhuma de ganhar. Com a derrota, complicou-se bastante no Grupo 1 e vai ter de dar a volta por cima contra o River Plate na Argentina. Vai ser complicado passar de fase. 

PS: Esse horário do jogo às 19h30 (que foi o desta quarta) é ótimo pra quem vai ao estádio. Podiam fazer mais vezes (ou sempre).

#futebol #libertadores 

Time holandês inova e entra em campo com modelos de lingerie

Já é bastante comum vermos os jogadores de futebol entrando no campo para o jogo acompanhados de pequenas crianças. É tradição no mundo todo. Mas o que o RKC Waalwijk, que disputa a Segunda Divisão da Holanda, fez no domingo foi um tanto quanto diferente. Imagina se a moda pega?

Collaborate with friends on topics you love
Request co-authorship ▸

Para celebrar o 'Valentine's Day', o Dia dos Namorados que é comemorado dia 14 de fevereiro em quase todo o mundo, os jogadores do RKC e do adversário Emmen entraram de mãos dadas com belíssimas modelos de lingerie, entre elas a Miss Bélgica Lenty Frans.

Pelo menos disso os torcedores do RKC devem ter gostado, já que o time é o último colocado na competição e, para piorar, ainda perdeu do Emmen por 1 a 0.

Ter modelos ou mulheres animando em jogos de futebol não é algo muito comum, principalmente no Brasil. Até tentamos imitar os americanos com a cultura das 'cheerleaders', mas aqui as garotas parecem não ter o mesmo efeito que elas causam nos EUA. Lá, sim, é algo cultural. As garotas aprendem a torcer com coreografias já no colégio e faculdade, e se espalham por jogos de basquete e futebol americano, por exemplo.

Time holandês inova e entra em campo com modelos de lingerie

Em 2004, muita gente estranhou quando viu lindas modelos nas quadras de tênis no Masters de Madri, trabalhando como 'boleiras'. Rolaram alguns protestos de alguns grupos que viram 'machismo' no fato, mas no geral a direção do torneio foi elogiada até pelo fato de elas terem trabalhado bem. As modelos ainda continuaram trabalhando ainda por alguns anos, mas hoje o torneio não conta mais com elas. 

Time holandês inova e entra em campo com modelos de lingerie

Djokovic aproveitou para tirar uma foto com as modelos em Madri em 2008

You've read the story folder
Story cover
written by