FUTEBOL

Vídeo: isso sim é pressão na hora de bater um pênalti

Daniel Akstein Batista
Author
Daniel Akstein Batista

Alguns dizem que cobrança de pênalti é loteria. Bobagem. É preciso qualidade e calma para o batedor. 

Quando um jogo acaba e a decisão vai para os pênaltis, a pressão aumenta. E é pressão e cobrança de todos os lados: a sua, do time e da torcida. É a responsabilidade de fazer um gol e de não decepcionar seus companheiros.

Vídeo: isso sim é pressão na hora de bater um pênalti

Se muito jogador profissional já fica nervoso neste momento, imagina então alguém inexperiente. Quando vi um vídeo postado no site 'Universidade do Futebol', imaginei bem o nervosismo que o desconhecido Luciano Marques passou.

Luciano é jogador do Beco, um dos times do Campeonato no Vale das Pedrinhas, em Salvador. Era a final e o jogo ficou no zero. A partida então foi para os pênaltis. Se você acha que um jogador fica nervoso com a torcida contra num Morumbi ou Maracanã é porque ainda não viu esse vídeo abaixo.

Isso sim é pressão. E Luciano não aguentou a cobrança da torcida que estava dentro do campo de terra batida (porque grama que é bom...). Isso é jogo de Várzea, comum em todos os cantos do País. O vídeo logo viralizou na internet. Reparem num detalhe: Luciano também saca o celular e pede para um amigo filmar o lance decisivo.

Em 2015 um outro vídeo parecido também rodou bastante. Na final da Copa Amizade, em Mauá, na grande São Paulo, o Vila Junqueira, de Santo Andre, venceu o Dínamo, time da casa, por 24 a 23. E a pressão da torcida foi inacreditável.

#futebol