TV
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
TV
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
TV
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

O Miss Brasil 2017 teve até merchan de fritadeira

Fábio Garcia
há 2 meses14.8k visualizações

Ficar em casa num sábado à noite é garantia de ter um dia não tão animado assim, mas quem optou por não sair no último sábado teve o prazer de decidir entre dois grandes eventos anuais na televisão: o "Criança Esperança" na Globo e o "Miss Brasil BE Emotion" na Band. Acontece que além de entreter o público, a competição de beleza teve um momento bem... "peculiar" durante seu merchandising.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
O Miss Brasil 2017 teve até merchan de fritadeira

(Reprodução/ Band)

Concursos como o Miss Brasil são acontecimentos caros que precisam de muito apoio. A edição de 2017 pela primeira vez na história não foi realizada numa capital, sendo um evento bem mais compacto sediado na cidade de Ilhabela (SP). A prefeitura da estância turística, como era de se imaginar, gastou uma fortuna no concurso para divulgar a própria cidade. A outra parte do montante foi patrocinada pela Polishop, que colocou até o nome de sua linha de maquiagem no nome do evento (sim, foi uma surpresa pra mim também descobrir que "BE emotion" era uma marca da Polishop).

Assim como a cidade de Ilhabela enfiou suas belas paisagens sempre que podia nos intervalos comerciais, a marca Polishop (conhecida pelas propagandas de eletrodomésticos importados) aproveitou todo momento para divulgar e enaltecer sua marca. Toda hora víamos alguma miss se depilando com um aparelho da Philips ou utilizando a maquiagem Be emotion. Até aí normal aproveitar a competição para divulgar produtos relacionados ao universo da beleza, mas uma das propagandas mostradas pareceu meio "fora de contexto".

Durante uma matéria em que as misses curtiam ~deliciosos~ drinks sem álcool em uma paradisíaca praia de Ilhabela, após uma refeição oferecida pelo vencedor da terceira temporada do "MasterChef Brasil", a Polishop achou que aquele era um momento propício para inserir um merchan de uma fritadeira que eles vendem no Brasil.

O Miss Brasil 2017 teve até merchan de fritadeira

DE. UMA. FRITADEIRA.

Veja bem, embora o conceito de beleza seja bem subjetivo (e bastante questionado atualmente), é inegável que o concurso de Miss Brasil ainda tem em seus critérios antiquados certos padrões exigidos das competidoras, seja em idade quanto em corpo. Dessa forma, é bem estranho divulgar um produto que além de não ser relacionado com a beleza, faz parte de uma forma de alimentação que todo mundo sabe que está longe de ser saudável.

Ainda se fosse uma Air Fryer a gente entenderia por ser algo mais "saudável", mas era uma fritadeira daquela que enchemos de óleo, colocamos a batata e o negócio faz aquele sruuuuuushhhhh (imaginem que esse é o barulho do óleo fritando)!!!

Faltou uma coerência aí!

A Internet está confusa com Gilberto Barros e Adriane Galisteu na Globo

Fábio Garcia
há 2 meses64.8k visualizações

Eu ligo no Domingão do Faustão e está lá a Adriane Galisteu rodopiando ao som de música pop. Coloco na novela Pega Pega e me aparece Gilberto Barros interpretando ele mesmo na trama. O QUE ESTÁ ACONTECENDO COM A GLOBO, MEU DEUS?

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
A Internet está confusa com Gilberto Barros e Adriane Galisteu na Globo

(Foto: TV Globo/ Montagem)

Desde sempre a Globo teve uma política bem "protecionista", assumia ser o centro do universo e considerava o Projac como a capital de seu mundinho. Em seus programas, só apareciam artistas igualmente globais que basicamente falavam apenas da própria Globo. Essa política foi afrouxando com o tempo, e com o término da temporada dos longos contratos, passamos a ver uma rotatividade maior no elenco da emissora. Mas, mesmo com toda essa explicação, é bastante estranho ver Adriane Galisteu e Gilberto Barros em programas de destaque.

A temporada de 2017 do Dança dos Famosos trouxe como destaque a apresentadora Adriane Galisteu, um nome que ficou famoso justamente fora da Globo. Ela comandou programas na MTV, na RedeTV!, Record, Bandeirantes, Discovery Home & Health e até apresentou um programa de pijamas no SBT em que os telespectadores ligavam para falar "como vai, Galisteu"! É um currículo longo, e Isso porque deixamos de lado o fato de que ela batia cartão na Ilha de Caras e ainda foi uma das primeiras apresentadoras a apostar no YouTube.

A presença da loira no reality de dança serviu principalmente para causar burburinho nas redes sociais. Na hora de sua apresentação foi uma chuva de posts em Twitter e Facebook.

Mas Galisteu não foi o único rostinho não-global que chamou a atenção na emissora. Na mesma semana da estreia do Dança dos Famosos, a novela Pega Pega contou com a participação mais do que especial de Gilberto Barros interpretando... bem... ele mesmo. A trama trata do roubo de milhões de dólares de um hotel luxuosíssimo por quatro funcionários, e o Leão está lá como repórter cobrindo essas cenas lamentáveis.

Gilberto Barros é outro que ganhou fama fora da Globo, mesmo tendo um passado como jornalista do SPTV. Na Record ele substituiu Ratinho quando este foi para o SBT, e depois ficou famoso pelo programa de variedades Quarta Total. Posteriormente foi para Band demonizar cartas de Yu-Gi-Oh e participar de gincanas em que as pessoas davam respostas pouco inteligentes.

De uns anos para cá Gilberto Barros ganhou um status cult na Internet, principalmente pelo icônico momento em que ele chama o cantor Kasino de "Kasinão". E foi esse pessoal da Internet que pirou quando o Leão surgiu do nada na novela das sete, como podemos ver nessas reações do Twitter:

O mundo global está cada vez mais confuso, mas pode mandar mais que estamos curtindo isso!!!

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
fabio.garcia
Escrevo sobre TV desde 2012. Amo programa bom, e ainda mais se for ruim. @fabiogaj