NOVELA

"A Lei do Amor", a novela exibida em 2017 e que a Globo prefere esquecer

Fábio Garcia
Autor
Fábio Garcia

2017 foi um ano incrível para o brasileiro porque tanto a Anitta quanto as novelas das nove voltaram a dar alegria para a população. Mas não podemos esquecer que, lá no comecinho do ano, a situação estava muito feia e tínhamos uma novela das nove que era uma tragédia de tão ruim. Sim, estamos falando de "A Lei do Amor".

"A Lei do Amor", a novela exibida em 2017 e que a Globo prefere esquecer

(Reprodução/Globo)

"A Lei do Amor" estreou no finalzinho de 2016 e passou por todos os problemas que uma novela poderia passar. Pra começar, os autores tiveram de tirar da cartola uma primeira fase de uma semana a pedido da produção da Globo, e o público teve que aguentar sete dias de lenga-lenga com a protagonista não conseguindo telefonar para seu amado (sim, esse foi o grande drama).

A segunda fase conseguiu surpreender sendo ainda mais chata que a primeira: Helô (Claudia Abreu) havia virado uma modelo riquíssima e reencontrou seu amor de infância Pedro (Reinaldo Gianecchini)... aí eles ficaram juntos já na quarta semana de novela e não se separaram mais (menos nuns capítulos que os autores fizeram a mocinha cair na mesmíssima cilada da primeira fase). Um tédio que só.

Com a estreia da segunda fase, o público achou a trama chata e rejeitou a troca de atores no salto de 20 anos. Nada fazia muito sentido nesse pulo temporal: na primeira fase Vera Holtz interpretava a vilã, e 20 anos depois lá estava a mesma atriz só com um penteado diferente. Já outro vilão, Tião Bezerra, teve quase uma mudança de identidade: o personagem vinte anos mais novo era interpretado por Thiago Martins e depois a Globo botou um José Mayer lá sem qualquer motivo.

A Globo tentou muito fazer "A Lei do Amor" acontecer. No começo de 2017 a gente já via uma novela completamente desfigurada, pois os autores eliminaram dezenas de personagens da trama e tentavam fazer a história política emplacar. Não rolou. Na reta final da novela, o público estava até torcendo para a chatíssima protagonista Helô ser morta para não termos mais de lidar com ela na nossa tv diariamente.

Depois de comer o pão que o diabo amassou, a Globo finalmente teve felicidade em 2017 como há muito tempo não via. Gloria Perez fez sua "A Força do Querer" explodir de audiência e, logo em seguida, Walcyr Carrasco conseguiu ir além com uma mocinha vingativa e louca para acabar com a vida das inimigas em "O Outro Lado do Paraíso". O ano só não foi imbatível por causa de "A Lei do Amor".

Com tantos cases de sucesso, a Globo acabou empurrando "A Lei do Amor" para debaixo do tapete. Além de não figurar em nenhuma premiação da emissora, é bem difícil imaginar que essa novela vá ser inscrita para algum prêmio internacional quando se tem novelas melhores para concorrer.

"A Lei do Amor" é aquele ex que até teve importância na sua vida, mas que você prefere fingir que nunca aconteceu.