CURIOSIDADES

Autor de novelas "cutuca" Game of Thrones em comparação injusta

Fábio Garcia
Author
Fábio Garcia

Aguinaldo Silva é um dos mais populares autores de novelas atualmente. Com um currículo que inclui clássicos como "Senhora do Destino", "A Indomada", "Fera Ferida" e "Império", os fãs da boa e velha teledramaturgia sempre têm ouvidos bem abertos para o que ele fala. Mas será que esse respaldo é o bastante para que ele gongue "Game of Thrones"? Vamos entender o caso.

Autor de novelas "cutuca" Game of Thrones em comparação injusta

(Foto: Globo, HBO/ Montagem)

"Game of Thrones" é um fenômeno televisivo e cultural, responsável por milhões de telespectadores ao vivo, trocentos mil tweets e várias pessoas silenciadas no Facebook por soltarem spoiler na timeline do amiguinho. É o tipo de programa que surge de tempos em tempos e pega todo mundo de jeito. Mas se "Game of Thrones" é sucesso de audiência no mundo inteiro, então deve ser primeiro lugar no ranking da TV paga, certo? Então... não é bem assim.

De acordo com o último vídeo de Aguinaldo Silva em seu canal de YouTube, "Game of Thrones" está bombando de audiência, mas ainda perde para a reprise de "Tieta" (de sua autoria) no canal Viva. Ao final, em tom de brincadeira, ele ainda "pede desculpas" aos fãs das crônicas de gelo e fogo. Aguinaldo Silva tem motivos para comemorar, afinal uma novela dele de décadas atrás está fazendo muito sucesso na TV Paga e sempre encabeça a lista dos programas mais assistidos, porém é uma comparação muito injusta entre "Tieta" e "Game of Thrones".

Autor de novelas "cutuca" Game of Thrones em comparação injusta

(Foto: Globo/ Reprodução)

Não, não estou aqui para argumentar que "Game of Thrones" é uma produção multimilionária, e nem falar de toda a mobilização que a história medieval causa no público. O motivo pelo qual não devemos comparar a audiência de "Tieta" com a da série de George R. R. Martin é a diferença entre o alcance dos canais envolvidos.

O Viva é um canal da Globosat presente nos pacotes mais básicos das TV pagas (a pessoa fica sem SBT e Record, mas está lá o Viva na lista) e sua numeração é bem baixa (ou seja, tem mais chance de atrair o público durante uma "zapeada" no controle remoto). Já a HBO, que exibe "Game of Thrones", é um canal que exige assinatura própria e está presente nos pacotes mais caros das operadoras, já num número mais elevado. De tal forma, a quantidade de pessoas que têm acesso ao canal e que podem ver "Game of Thrones" é muito inferior a quem pode ver o Viva.. Isso porque nem citei a pirataria, que enfraquece bastante a exibição nacional da série.

Autor de novelas "cutuca" Game of Thrones em comparação injusta

(Foto: HBO/ Reprodução)

O que tiramos disso tudo? Simples: parabéns para "Game of Thrones" por ser esse fenômeno. E parabéns para "Tieta" por ser esse fenômeno. Todo mundo está de parabéns, só não podemos comparar alhos com bugalhos.