Novelas
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Novelas
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Novelas
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Ivana se revelou trans e o Brasil ficou com vontade de abraçar a personagem

Fábio Garcia
há 2 meses56.0k visualizações

O momento no qual todos os espectadores de "A Força do Querer" esperavam finalmente chegou: Ivana (Carol Duarte) revelou para sua família que é trans em um capítulo tenso e cheio de emoção. A personagem não foi tão bem recebida por sua família, mas ganhou o amor e compaixão de todo o Brasil.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Ivana se revelou trans e o Brasil ficou com vontade de abraçar a personagem

(Reprodução/Globo)

Terminado o "Jornal Nacional", o público já estava elétrico para saber como seria o capítulo do dia de "A Força do Querer". Chamadas em toda a programação avisavam ao espectador que seria um momento único, o da revelação de Ivana para sua família.

Sem enrolar o público, Gloria Perez já iniciou o capítulo com Ivana revelando ser uma pessoa trans. As reações de seus familiares, infelizmente, mostraram como boa parte das pessoas reagiria a uma revelação assim: Joyce (Maria Fernanda Cândido) caiu em prantos enquanto acusava a filha de estar num surto psicótico, Eugênio (Dan Stulbach) tentou se manter firme sem acreditar muito na filha, Simone (Juliana Paiva) tentou fazer o meio de campo e acalmar as pessoas e, por fim, Ruy (Fiuk) parecia o mais indignado ao descobrir que sua irmã é um homem nascido em corpo de mulher.

Diante de uma situação dessas, sem apoio algum da família, Ivana correu para o quarto e decidiu por conta própria buscar a libertação: pegou a tesoura e cortou seus cabelos. QUE CENA!

Eis o nascimento de um momento icônico das novelas brasileiras, que estará ao lado de outros já eternizados como a Camila (Carolina Dieckmann) raspando a cabeça em "Laços de Família". Não teve como não se emocionar ao ver Ivana com o olhar explodindo de alegria por cortar o cabelo com sua mãe ao lado caindo em lágrimas.

Curiosamente, a personagem que melhor aceitou Ivana foi Ritinha (Isis Valverde). Quando Ruy estava lá proferindo um monte de absurdo sobre a transexualidade, foi justamente a humilde e pouco estudada Ritinha que perguntou qual era o problema de Ivana ser Ivan. Passado o choque, Ivana também conseguiu um apoio do pai, que tenta entender melhor o que está se passando com a filha.

Mas se Ivana não conseguiu apoio em sua família, a Internet inteira quer adotar Ivana em seus corações, porque acompanhar a repercussão desse capítulo nas redes sociais foi puro amor:

O grande mérito deste capítulo foi trazer para o grande público a questão da transexualidade, de uma forma bem explicada para o público leigo. E cenas emocionantes como essas, com atores fantásticos e um texto incrível, só vêm a fazer bem para a sociedade em si. Todo esse drama de uma personagem querida só veio a ajudar na visibilidade da causa dentro do país que mais mata trans no mundo.

Que todo o amor que o Brasil sentiu pela personagem chegue a cada uma das Ivanas que temos no Brasil e que enfrentam situações parecidas.

SBT quer bater o recorde mundial de exibição de novelas com nomes cafonas

Fábio Garcia
há 2 meses29.5k visualizações

A Globo é conhecida como uma das maiores emissoras do mundo. A Record é lembrada como a emissora mais ligada a uma igreja aqui do Brasil. E o SBT? Pelo quê é lembrado? Fácil: pelos nomes cafonas de novelas.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
SBT quer bater o recorde mundial de exibição de novelas com nomes cafonas

(Reprodução)

Não precisa nem ir muito longe para lembrar de nomes horrorosos de novelas exibidas pelo SBT. No começo dos anos 2000, por exemplo, a emissora do Silvio Santos inovou ao exibir "Pícara Sonhadora", a primeira novela cujo título foi criado apenas para causar risinhos de quinta-série no público. O contrato de adaptar produções mexicanas propiciou ainda muitos outros nomes ridículos: "Pequena Travessa", "Os Ricos Também Choram", "Jamais te Esquecerei", isso sem contar toda a variedade de pedras preciosas no catálogo de folhetins, como "Cristal", "Esmeralda" e "Rubi".

Mas o SBT é apenas um replicador na arte dos nomes cafonas de novelas, a verdadeira mãe de todos esses títulos é a Televisa. Deve estar escrito em algum documento da emissora mexicana que as novelas produzidas por ela precisam ter cenários pobres, atuações exageradas, maquiagem em excesso e, claro, nomes ridículos. Claro que alguns nomes até são interessantes e simples, mas grande parte da produção é feita de nomes péssimos.

Certo, a Televisa faz nomes de novelas bem cafonas e já reconhecemos o mérito dela, mas o SBT conseguiu a proeza de exibir três novelas com nomes péssimos AO MESMO TEMPO. Se você abrir a programação do SBT, a faixa das novelas da tarde estará assim:

SBT quer bater o recorde mundial de exibição de novelas com nomes cafonas

Acredito que o serviço de curadoria de novelas mexicanas do SBT consiste apenas em um produtor olhar o catálogo da Televisa e selecionar os piores títulos lá. Por favor, esse trio composto por "No Limite da Paixão", "Um Caminho para o Destino" e "O Que a Vida Me Roubou" fez nosso sensor de títulos ruins explodir. São nomes enormes que conseguem dizer absolutamente nada de tão genéricos.

Só de pronunciar qualquer um desses títulos de novelas já nos faz imaginar uma mocinha sofredora caída no chão chorando muito enquanto pensa no seu amor de nome composto. Parabéns para o SBT, esse deve ser o recorde mundial de exibição de novelas com títulos cafonas.

Mas é bom o canal do Silvio Santos ficar bem atento porque tem uma ~certa emissora~ aí tentando roubar o posto de canal com mais novelas com nomes cafonas. Basta lembrar que as próximas tramas das seis e das nove da Globo se chamam, respectivamente, "Tempo de Amar" e "O Outro Lado do Paraíso". Santa cafonice.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
fabio.garcia
Escrevo sobre TV desde 2012. Amo programa bom, e ainda mais se for ruim. @fabiogaj