ENTRETENIMENTO

O dia em que Marcos Harter pirou (ou fingiu pirar) na "Fazenda"

Autor

Sabe aquelas promoções de queima de estoque em que o clichê da publicidade é afirmar que o gerente enlouqueceu? Pois é, "A Fazenda" da Record está longe de ser uma loja de departamentos, mas também está promovendo um bota-fora nessa sua reta final. Só que quem enlouqueceu foi o Marcos Harter.

O dia em que Marcos Harter pirou (ou fingiu pirar) na "Fazenda"

(Reprodução/Record)

As coisas têm ficado complicadas na segunda fazenda mais vigiada do Brasil (a primeira ainda é o Ministério da Fazenda). O finalista Marcos Harter está colhendo o que plantou no reality "A Fazenda" e tem ficado cada vez mais isolado no programa rural depois da eliminação de seus poucos amigos. Restaram então as únicas pessoas que consegue dialogar com o médico: os animais e as câmeras. Essa falta de interação social com pessoas que pensam deve mexer muito com a sanidade de alguém que já não é muito conhecido por ter uma boa saúde mental, então essa semana Marcos deu uma pirada violenta.

Tal qual Tony Hanks gritando pelo coco Wilson em "O Náufrago", Marcos Harter virou novamente notícia em sites televisivos ao ser flagrado pelos cantos de "A Fazenda" gritando por Emilly. Sim, ele está evocando o espírito da vencedora do "Big Brother Brasil 17", a mesma que ele machucou, causando sua expulsão do reality global.

Já tem um tempo que Marcos não está batendo bem da bola, e o excesso de dias de confinamento afetou sua cabeça (vamos lembrar que ele chegou na reta final de dois reality shows de confinamento no mesmo ano, um recorde difícil de ser batido). O cirurgião, que tem uma enorme aptidão de interpretar situações de um jeito no qual ele é o único ser com razão, já causou um grande desconforto ao insinuar que sua colega de reality poderia lhe transmitir hepatite B durante uma brincadeira de bexiga promovida por Fábio Porchat.

Brincadeiras à parte sobre o suposto descontrole emocional, não podemos esquecer que Marcos Harter era o mestre da edição do "BBB 17". Conhecia perfeitamente o posicionamento de todas as câmeras e possuía um timing perfeito para frases de efeito. Suas atitudes eram sempre bem premeditadas, e uma de suas especialidades era "criar VT". O próprio já assumiu isso.

"Criar VT" é um dos recursos mais vantajosos para um participante de reality show. Os editores dos programas precisam criar compactos dos acontecimentos do dia, e tendem a dar mais destaque aos participantes que fazem brincadeiras ou coisas pouco usuais. Por que você acha que Marcos criou no BBB o hábito de presentear com flores pessoas que haviam acabado de fazer o número 2? Ou por que será que Marcos tentava criar uma arapuca para capturar uma ave selvagem que estava solta no Projac? Tudo isso rendia a ele tempo na edição e aumentava sua popularidade.

Diante de uma final na qual ele deve enfrentar Flávia Viana, a única mulher que tem peito para enfrentar as colocações machistas do médico, Marcos pode ter visto a chance de chamar a atenção "surtando" premeditadamente e gritando aos sete ventos sobre como ele se arrepende do que aconteceu com Emilly, como ele ainda quer conversar e se acertar com a gêmea milionária.

O dia em que Marcos Harter pirou (ou fingiu pirar) na "Fazenda"

(Reprodução/Record)

E toda a construção do VT estava impecável: Marcos, vestindo uma roupa com palavras tipo "perfeição", brinca com bolhas de sabão enquanto grita por Emilly e fala que era para eles estarem fazendo isso juntos. No vídeo exibido para o público dentro de "A Fazenda", o VT teve música emocionante e uma câmera acompanhando o trajeto das bolhas.

Criou VT.