Reality Show
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Reality Show
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Reality Show
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Somente uma greve de editores explica a estreia chata do "Exathlon Brasil"

Fábio Garcia
há um mês52.5k visualizações

Um reality show precisa ser divertido para o público. Não importa o perrengue que a pessoa na televisão esteja passando, o que vale é a diversão do telespectador mesmo numa prova de resistência de muitas horas. Infelizmente, não foi isso que aconteceu na estreia do "Exathlon Brasil" na Band.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Somente uma greve de editores explica a estreia chata do "Exathlon Brasil"

Outro dia mesmo eu falei o quanto as provas de "A Fazenda" eram longas e arrastadas, mas eu não imaginava que a Band conseguisse derrotar de lavada a chatice do reality rural. O "Exathlon Brasil" é um formato novo que a Band estreou nas noites de segunda-feira para ver se consegue alguns valiosos pontos de audiência, aproveitando o fim da novela "Os Dias Eram Assim". O conceito do reality é o seguinte: foram reunidos 10 atletas famosos e 10 anônimos na República Dominicana e eles precisam passar por provas de força e coragem numa espécie de aula de CrossFit televisionada.

A ideia é até interessante, misturando o ambiente paradisíaco de um "No Limite" (da Globo) com competições ferozes como no "The Ultimate Beastmaster" (reality da Netflix, muito bom por sinal), mas a Band conseguiu a proeza de transformar seu programa numa longa prova de resistência para o público, testando a paciência de quem decidiu acompanhar o novo reality show.

Somente uma greve de editores explica a estreia chata do "Exathlon Brasil"

Divididos em dois times de 10 competidores, eles se enfrentaram um a um num circuito que envolvia gincanas bem parecidas com as provas do "Passa ou Repassa" (mas com trilha sonora hardcore) e ganhava o time que chegasse primeiro a dez vitórias. O problema foi que essa prova durou UMA HORA E MEIA, porque alguém na Band achou que seria muito legal se a gente assistisse integralmente às 14 vezes que a prova foi realizada. O "Exathlon Brasil" foi tão desgastante e longo que suspeito que rolou uma greve com os editores da Band e eles transmitiram a fita sem qualquer corte para reivindicar suas demandas.

Se a Band queria virar assunto nas redes sociais, ela conseguiu. Infelizmente, o que predominou foi gente mostrando o quanto estava chato acompanhar este programa:

Somente uma greve de editores explica a estreia chata do "Exathlon Brasil"
Somente uma greve de editores explica a estreia chata do "Exathlon Brasil"
Somente uma greve de editores explica a estreia chata do "Exathlon Brasil"

Depois disso, nunca mais critico que o "MasterChef Brasil" acaba no meio da madrugada porque pelo menos no reality culinário acontece alguma coisa e há um trabalho mínimo de edição.

Denúncia grave em "A Fazenda": parece que o jogo virou para a Record, não é?

Fábio Garcia
há um mês201.2k visualizações

A Record foi uma das emissoras que mais se empenharam em atacar a Globo quando algum episódio do "Big Brother Brasil" virava caso e polícia. Agora que a crise está rolando dentro de um reality show dela, a emissora do bispo prefere fingir que nada está acontecendo.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Denúncia grave em "A Fazenda": parece que o jogo virou para a Record, não é?

(Reprodução/Record)

Já falei em uma outra matéria sobre a estranha relação de admiração e ódio que a Record tem com a Globo, e até mesmo telejornais costumam ser usados para atacar a concorrente. Tanto em 2012 quanto agora no começo de 2017, a Record fez uma ampla cobertura jornalística das polêmicas do "Big Brother Brasil" que acabaram na expulsão de participantes.

O primeiro caso foi durante o "BBB 12". Após uma festa em que bebeu um monte, Monique Amin acabou trêbada e supostamente teria sido abusada pelo modelo Daniel Echaniz. Na época o diretor Boninho deu uma analisada nas fitas e optou por expulsar Daniel do programa, dando muita pauta para os jornalísticos da Record. No fim, Monique declarou que não tinha condições de dizer se havia sido abusada e Daniel foi inocentado do caso.

Denúncia grave em "A Fazenda": parece que o jogo virou para a Record, não é?

(Reprodução/Record)

O segundo caso da série "Polícia na Globo" repercute até agora, pois rolou no "BBB 17". O cirurgião Marcos Härter vivia uma relação meio abusiva com Emilly, sempre discutindo e a minimizando. Após uma festa e já bem maluco das ideias, Marcos encurralou a namorada na parede e gritou de forma agressiva. Some a isso as marcas que ele deixou na sister, e Marcos foi acusado de agressão, sendo expulso do "Big Brother Brasil" num caso que teve grande cobertura de quem? Sim, dela mesma, a Rede Record.

Denúncia grave em "A Fazenda": parece que o jogo virou para a Record, não é?

(Reprodução/Record)

Quem vê essas duas imagens então deve imaginar que a Record é uma emissora super comprometida com denúncias de violência contra mulher, certo? Mas parece que nessa casa de ferreiro o espeto é de pau. Após uma festa que rolou no reality "A Fazenda - Nova Chance", a participante Monique Amin (que foi a MESMA da polêmica do BBB12 que citei ali em cima) acabou de novo envolvida num suposto assédio. A participante bebeu muito e foi auxiliada pela peoa Flávia (ex-BBB7). Acontece que o ex-jogador Dinei teria se aproveitado da situação etílica de Monique e a internet ficou furiosa.

Durante todo o sábado, uma hashtag pedindo a expulsão de Dinei esteve nos assuntos mais comentados no Twitter, e os internautas esperavam que a emissora tomasse alguma atitude no programa do dia. Infelizmente, a Record simplesmente fingiu que nada aconteceu e não exibiu cena alguma da embriaguez de Monique e nem da proximidade de Dinei. Nadinha.

Tal atitude não parece coerente nem com a própria Record, que em edições anteriores de "A Fazenda" expulsou uma lutadora por agredir outro participante e até um anônimo que ameaçou o coleguinha com um machado (!!!).

Denúncia grave em "A Fazenda": parece que o jogo virou para a Record, não é?

(Reprodução)

Ignorar o caso de Dinei, que precisa ser investigado decentemente e de forma transparente com o público, mostra que a Record não estava preparada para esse reality show. Depois de reunir a nata dos participantes mais problemáticos de várias emissoras (o próprio Marcos Härter ou o Yuri), era de se esperar que ao menos a Record estivesse pronta para um gerenciamento de crise. O jeito é esperar que a emissora se manifeste, mesmo que atrasada.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
fabio.garcia
Escrevo sobre TV desde 2012. Amo programa bom, e ainda mais se for ruim. @fabiogaj