OUTROS

Como o mundo evolui. Até o geladinho, chup chup, sacolé, agora está sofisticado

Fábio Hecico
Author
Fábio Hecico

Infância, combinada com calor, era sinônimo de gelão da Gorda, como carinhosamente chamávamos uma das tantas donas Marias da vila. O gelinho dela era diferente por ser mais grosso. Feito de essência, tinha de vários sabores, entre eles groselha azul, tutti frutti e mais uma penca de nomes.

Como o mundo evolui. Até o geladinho, chup chup, sacolé, agora está sofisticado

Era simples, com mais gosto de gelo do que fruta. Na verdade, um suquinho congelado. O famoso geladinho, gelinho, sacolé ou chup chup, dependendo da região, virou "natural", com leite e frutas e hoje está mais moderno ainda (mas falamos disso depois).

Quem nunca tomou esse delicioso doce simples na infância? Quem não ficou com a mão toda grudenta por causa dele?

Como o mundo evolui. Até o geladinho, chup chup, sacolé, agora está sofisticado

Em época na qual picolé era artigo de luxo, caro e de marca (como costumávamos dizer) a salvação era o gelinho. Nossa, foi tão bom quando ele virou natural. A dona Maria do seu Paulo (elas ganhavam os nomes do marido no fim para serem diferenciadas) que começou na rua.

Como o mundo evolui. Até o geladinho, chup chup, sacolé, agora está sofisticado

Tinha de chocolate, morango, goiaba, milho verde, limão, coco, abacate e de laranja que não gostava muito. Sentávamos na calçada e curtíamos o momento. Logo depois, dona Carmem era quem vendia. Também cremoso e saboroso. O de ameixa fez sucesso.

Como o mundo evolui. Até o geladinho, chup chup, sacolé, agora está sofisticado

Não podemos se esquecer do da dona Iraci, que inovou com o de dois sabores. Umas combinações bem gostosas. Mas porque lembrar dos gelinhos?

Pelo simples fato de ele ter sobrevivido ao tempo. Ganhado sabores sofisticados ou mesmo ter virado um produto industrializado.

Como o mundo evolui. Até o geladinho, chup chup, sacolé, agora está sofisticado

Não tocamos mais a campainha das simpáticas senhorinhas (algumas já moradoras do céu), mas ainda o encontramos. No bar da esquina ou na padaria, são finos, compridos e com o diferencial de não ficar com tanto gelo.

Confesso que não sou muito fã desta versão. Prefiro a de carrinhos na rua, sabor iogurte. São as que sobraram por aqui. Dia desses fui ao Bom Retiro com minha esposa e lá o gelinho bomba. São naturais e gostosos. Temos até o direito de um guardanapo para segurá-lo. Chique hein.

Como o mundo evolui. Até o geladinho, chup chup, sacolé, agora está sofisticado

Mas chique mesmo é o que está fazendo um amigo do Facebook. Ele resolveu transformar a arte de vender gelinho em trabalho sério. Criou marca, a Sr. Geladinho, sabores incrementados e, o diferencial, tem entrega delivery. Mesmo vendendo-os por apenas R$ 1,50 o normal e R$ 2,00 os especiais.

Como o mundo evolui. Até o geladinho, chup chup, sacolé, agora está sofisticado

Nas receitas, combinações exóticas e atualizadas. Tem de Leite Ninho com várias misturas, Farinha Láctea, Negresco, paçoquinha, bis, kit kat, brigadeiro, morango, entre outros especiais, além dos tradicionais mousse de maracujá, de limão...

Como o mundo evolui. Até o geladinho, chup chup, sacolé, agora está sofisticado

Deu até vontade de pegar o telefone e ligar agora. Mas, espera. Ele está no interior. Que pena, agora é rezar para a moda voltar aqui na capital. Pois é gostoso o danado do gelinho.

Como o mundo evolui. Até o geladinho, chup chup, sacolé, agora está sofisticado