Histórias dos Esportes
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Histórias dos Esportes
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Histórias dos Esportes
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Colômbia reza por Mondragón após ex-goleiro tentar o suicídio. Veja outros casos

Fábio Hecico
há 2 anos4 visualizações

"Apenas eu posso julgar a minha vida, estou cansado de ser julgado por outros sem ter a possibilidade de me defender." A frase divulgada e rapidamente excluída do Instagram do ex-goleiro colombiano Faryd Mondragón tinha o tom de despedida. Horas depois veio a confirmação que o jogador mais velho a disputar uma Copa do Mundo (jogou no Brasil com 43 anos).

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Colômbia reza por Mondragón após ex-goleiro tentar o suicídio. Veja outros casos

Ídolo dos colombianos, que fazem orações e corrente por sua vida, Mondragón ingeriu alta dose de antidepressivos para se matar. Sofreu uma 'descompensação metabólica', mas acabou salvo e levado a tempo para a clínica Valle Del Lili, em Cali, onde passa bem e está sob observação.

Mondragón se aposentou após bater o recorde de jogador mais velho na Copa do Mundo do Brasil, em 2014. Desde então é comentarista num canal de televisão e jamais deixou transparecer um estresse.

A tentativa de suicídio não é exclusiva de Mondragón. Outros atletas também tentaram tirar a própria vida,até mesmo jogadores brasileiros. Conheçam outros casos

BERNARDO - VASCO

Então no Vasco da Gama, o meia Bernardo é outro jogador que tentou se matar. No seu caso, por causa da separação da esposa, Patrícia. A mulher denunciou o meia por agressão na Lei Maria da Penha e, depois de muita luta, resolveu acabar com o relacionamento. 'Solteiro', o atleta enviou à mulher e postou fotos com uma faca no pescoço e nos pulsos.

Colômbia reza por Mondragón após ex-goleiro tentar o suicídio. Veja outros casos

BRUNO - FLAMENGO

Preso sob acusação de mandar matar a ex-namorada Eliza Samudio, o goleiro Bruno, que defendia o Flamengo na época do crime, revelou que tentou se matar na cadeia. Ele teria tentado se enforcar.

Colômbia reza por Mondragón após ex-goleiro tentar o suicídio. Veja outros casos

ZÉ EDUARDO - RIVER PLATE-SE

Aos 30 anos, foi encontrado pelo irmão caído no banheiro com uma toalha enrolada no pescoço após tentar se matar e cair. Um desentendimento familiar teria levado-o a cometer tal ato.

Colômbia reza por Mondragón após ex-goleiro tentar o suicídio. Veja outros casos

GIANLUCCA PESSOTO - JUVENTUS

Gianlucca Pessoto defendia a Juventus em 2006 quando resolveu saltar de uma altura de 15metros para cometer o suicídio. O jogador era investigado sobre possíveis combinações de resultados na Itália e se jogou com um crucifixo na mão.

Colômbia reza por Mondragón após ex-goleiro tentar o suicídio. Veja outros casos

CLARKE CARLISLE - QUEENS PARK RANGERS

Com apenas 21 anos, Clarke Carliste jogava no QPR, e na seleção inglesa de base. Tinha carro, casa e vida estável. Mas resolveu ir num parque, em Acton, munido de muitos analgésicos de olho no suicídio. "Vou tomar todas essas pílulas e me matar que não sirvo para nada", pensou na época. Hoje dá palestras.

Colômbia reza por Mondragón após ex-goleiro tentar o suicídio. Veja outros casos

LEON MCKENZIE -NORWICH CITY

Uma lesão grave combinada com o fim do casamento fizeram o ex-atacante Leon McKenzie tentar se matar. Ele foi convencido por pessoas próximas a buscar tratamento e curou a depressão.

PETAR CAVIC

O ex-jogador sérvio Petar Caviv se jogou da ponte do Rio Danúbio após a separação com a tenista Bojana Jovanovski. Ele acabou resgatado por pescadores.

ANDREAS BIERMANN - ST. PAULI

Por duas vezes o alemão Andreas Biermann , ex-St.Pauli, tentou se matar por causa da depressão após não conseguir clubes para jogar. Ele encontrou um refúgio na terapia.

Colômbia reza por Mondragón após ex-goleiro tentar o suicídio. Veja outros casos

Fãs de Los Angeles ganham time para torcer o ano todo com a volta dos Rams

Fábio Hecico
há 2 anos2 visualizações

O povo de Los Angeles estava órfão. Tinha time no soccer, dois na NBA, um no beisebol e outro no hóquei.Faltava no futebol americano.A espera durou 21 anos, mas finalmente a festa está completa. Com a confirmação do Saint Louis Rams voltando para a cidade, os californianos agora não terão "descanso" na temporada. Não importa o mês, sempre terão um estádio ou uma arena e uma equipe para acompanhar e apoiar.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Fãs de Los Angeles ganham time para torcer o ano todo com a volta dos Rams

Depois de LA Strikers (Major League Soccer), LA Dodgers (Major League Beisebol), LA Clippers e LA Lakers (NBA) e LA Kings (NHL), está oficializado o LA Rams, time que já defendeu acidade até 1994 e conquistou um título por lá, em 1951. Em 1945 (Cleveland) e em 1999 (Saint Louis) a taça veio fora da Califórnia.

Fãs de Los Angeles ganham time para torcer o ano todo com a volta dos Rams

Antes da conclusão de seu novo estádio, em Inglewood, previsto para 2019 (se chamará Farmers Field, com 80 mil lugares), os Rams jogarão no LA Coliseum. O anúncio de sua mudança veio na terça-feira à noite: 30 dos 32 donos de equipes que disputam aNFL votaram pela mudança.Mas os Rams ainda podem ganhar concorrência. O Okland Raiders ainda estuda mudança para Los Angeles, enquanto o San Diego Chargers desistiu da mudança.

Fãs de Los Angeles ganham time para torcer o ano todo com a volta dos Rams

A capital mundial do cinema e da televisão, com mais de 300 museus, agora, terá ainda mais um motivo de lazer. Mas que os Rams precisam melhorar muito, isso é de fato. O quarterback Nick Foles é bom jogador, tem o running back Todd Gurley, o wide receiver Stedman Bailey e Wels Welker. Do mais, é necessário a chegada de jogadores consagrados. Stan Kroenke, dono do time, promete mudanças e a volta das vitórias.

Fãs de Los Angeles ganham time para torcer o ano todo com a volta dos Rams

Pela mudança, Kroenke, acionista majoritário do inglês Arsenal, desembolsou a bagatela de R$ 2 bilhões. "Foi doloroso, pois sei que os cidadãos de Saint Louis terão para sempre como um tesouro o fato de ver o time ter avançado a duas finais de Superbowl e vencido uma", disse Kroenke. Ele, contudo, queria a mudança de qualquer maneira.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por