Histórias dos Esportes
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Histórias dos Esportes
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Histórias dos Esportes
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Convocações atrapalham times e CBF nem liga. Clubes deviam boicotar

Fábio Hecico
há 2 anos2 visualizações

Dunga anunciou a convocação para as eliminatórias da Copa num dia e no outro saiu a lista para amistosos da seleção olímpica. Entre os garotos, a CBF 'espera' aval do Barcelona para contar com Rafinha. Mas não mostrou a mesma preocupação com o Santos, que teve cinco chamados, três na base.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Convocações atrapalham times e CBF nem liga. Clubes deviam boicotar

O clube da Vila Belmiro teve Lucas Lima e Ricardo Oliveira chamados para o time principal e Zeca, Thiago Maia e Gabriel convocados na equipe olímpica.

Convocações atrapalham times e CBF nem liga. Clubes deviam boicotar

Como nosso calendário não se importa com os campeonatos, o time da Vila não terá os cinco titulares no clássico com o São Paulo pelo Paulistão, dia 27 de março (isso pelo fato de o clube conseguir mudar a data de outros dois jogos, mas como esse é da tevê...).

Engraçado ver a CBF 'negociando' com o Barcelona para ver se Rafinha (se recuperando de lesão grave) é liberado e não falando nada com o Corinthians sobre levar Luciano, um caso semelhante.

Convocações atrapalham times e CBF nem liga. Clubes deviam boicotar
Convocações atrapalham times e CBF nem liga. Clubes deviam boicotar

Mais irônico ainda é que Neymar ou participa da Olimpíada ou da Copa América, também por causa de regras do Barça. A CBF ainda faz tratativas com o Chelsea para ter Willian nos Jogos do Rio. São os europeus que escalam nossa seleção?

Convocações atrapalham times e CBF nem liga. Clubes deviam boicotar

Já no País a entidade chama atletas de diversos clubes, Santos, Corinthians, Palmeiras, São Paulo, Grêmio, Inter, Cruzeiro e Atlético-MG, e ninguém fala nada. Perderão jogos na reta final dos estaduais e tudo bem?

Ano passado o Corinthians, brigando pelo título, passou por esse problema. E ainda foi acusado de ser favorecido por ter um jogo adiado (tinha quatro convocados).

Enquanto os europeus fazem o que querem com seus jogadores, os clubes daqui ficam calados. Passou da hora de realizarem um boicote. Mas vão se impor? Terão peito? Duvido. E mais um gol da Alemanha.

Convocações atrapalham times e CBF nem liga. Clubes deviam boicotar

Ídolo dos japoneses tem de andar disfarçado no país por causa do forte assédio

Fábio Hecico
há 2 anos5 visualizações

Kei Nishikori deixou o Japão aos 13 anos para se aprimorar no tênis em academia de Nick Bollettieri, na Flórida. Mora na tranquila Bradenton, nos EUA, e não passa mais do que três semanas por ano no país natal. Ama suas origens, mas o assédio é tão grande quando está por lá que é obrigado a andar disfarçado pelas ruas e sob intensa segurança.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Ídolo dos japoneses tem de andar disfarçado no país por causa do forte assédio

Aos 26 anos, o número 6 do mundo não é conhecido no Japão apenas pelas conquistas no tênis. Ele é o garoto-propaganda preferido das empresas japonesas e está toda hora fazendo um anúncio na tevê. Tamanha visibilidade e fama o fazem celebridade.

Ídolo dos japoneses tem de andar disfarçado no país por causa do forte assédio

E olha que o povo japonês é muito educado e, por vezes, até retraído. Na presença de Nishikori, esses tabus ficam de lado.

Ele gosta do calor humano, mas brinca com a situação. "Se eu vivesse no Japão ficaria maluco. Ainda bem que moro nos Estados Unidos."

Ídolo dos japoneses tem de andar disfarçado no país por causa do forte assédio

Por causa do forte assédio, ele revela que tem de se disfarçar para andar em Tóquio, quando joga ou visita familiares e amigos. "Eu tenho de usar óculos escuros, chapéu, máscara, tudo", fala. Por paz, comemora o fato de ter mais tranquilidade para treinar e viver nos Estados Unidos, mas não teme magoar os compatriotas.

Sua 'fuga' do Japão é só enquanto for tenista. O tímido japonês que dá o nome a marcas de relógio, carros e avião, garante que curtirá a aposentadoria onde se sente mais divertido: " O Japão."

Ídolo dos japoneses tem de andar disfarçado no país por causa do forte assédio
Ídolo dos japoneses tem de andar disfarçado no país por causa do forte assédio
Ídolo dos japoneses tem de andar disfarçado no país por causa do forte assédio

#tenis #keinishikori #heroijapones

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por