Histórias dos Esportes
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Histórias dos Esportes
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Histórias dos Esportes
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Ídolo dos japoneses tem de andar disfarçado no país por causa do forte assédio

Fábio Hecico
há 2 anos5 visualizações

Kei Nishikori deixou o Japão aos 13 anos para se aprimorar no tênis em academia de Nick Bollettieri, na Flórida. Mora na tranquila Bradenton, nos EUA, e não passa mais do que três semanas por ano no país natal. Ama suas origens, mas o assédio é tão grande quando está por lá que é obrigado a andar disfarçado pelas ruas e sob intensa segurança.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Ídolo dos japoneses tem de andar disfarçado no país por causa do forte assédio

Aos 26 anos, o número 6 do mundo não é conhecido no Japão apenas pelas conquistas no tênis. Ele é o garoto-propaganda preferido das empresas japonesas e está toda hora fazendo um anúncio na tevê. Tamanha visibilidade e fama o fazem celebridade.

Ídolo dos japoneses tem de andar disfarçado no país por causa do forte assédio

E olha que o povo japonês é muito educado e, por vezes, até retraído. Na presença de Nishikori, esses tabus ficam de lado.

Ele gosta do calor humano, mas brinca com a situação. "Se eu vivesse no Japão ficaria maluco. Ainda bem que moro nos Estados Unidos."

Ídolo dos japoneses tem de andar disfarçado no país por causa do forte assédio

Por causa do forte assédio, ele revela que tem de se disfarçar para andar em Tóquio, quando joga ou visita familiares e amigos. "Eu tenho de usar óculos escuros, chapéu, máscara, tudo", fala. Por paz, comemora o fato de ter mais tranquilidade para treinar e viver nos Estados Unidos, mas não teme magoar os compatriotas.

Sua 'fuga' do Japão é só enquanto for tenista. O tímido japonês que dá o nome a marcas de relógio, carros e avião, garante que curtirá a aposentadoria onde se sente mais divertido: " O Japão."

Ídolo dos japoneses tem de andar disfarçado no país por causa do forte assédio
Ídolo dos japoneses tem de andar disfarçado no país por causa do forte assédio
Ídolo dos japoneses tem de andar disfarçado no país por causa do forte assédio

#tenis #keinishikori #heroijapones

Nossos craques? Brasil disputa Oscar do Esporte com surfista, skatista e nadador

Fábio Hecico
há 2 anos2 visualizações

Ronaldo e a seleção brasileira já tiveram a honra de conquistá-lo. Pelé ergueu o troféu pela carreira. Mas faz tempo. A verdade é que o Brasil, que se gaba de ser 'o país do futebol' e agora se prepara ser a 'casa olímpica', anda capenga nos esportes há anos. A prova de que estamos fora do foco vem das indicações ao Prêmio Laureus, o Oscar dos Esportes. Sem desmerecer o talento de ninguém, contudo, seremos representados por um surfista, um skatista e um nadador paralímpico.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Nossos craques? Brasil disputa Oscar do Esporte com surfista, skatista e nadador

Por onde anda a seleção pentacampeã mundial? Cadê o gênio Neymar? Os poderosos times de vôlei masculino e feminino? Nossas duplas do vôlei de praia? O super César Cielo? Todos parecem hibernar e, com méritos, foram ignorados na lista dos favoritos.

Enquanto Messi estiver jogando, Neymar terá de se contentar em ser coadjuvante. Nosso tênis é decepcionante e, depois de Guga, nunca mais brilhou. Na Fórmula 1 somos piada e, no basquete, eternos reservas na NBA. Sem investimento, patrocínio e condições ideais, viveremos cada vez mais das glórias do passado ou de superações temporárias.

O topo do pódio é cada vez mais raro, como mostra as indicações do Laureus. Na disputa da categoria principal de atleta do ano estão Messi, Novak Djokovic, Usain Bolt, Stephen Curry, Lewis Hamilton e Jordan Spieth.

Entre as mulheres temos Genzebe Dibaba, Anna Fenninger, Shelly-Ann Fraser-Pryce, Katie Ledecky .Carli Lloyd e Serena Williams, a única mais conhecida mundialmente.

Mas vale o consolo. Temos grandes condições de ganhar nas categorias nas quais fomos indicados. No prêmio de Esportes de Ação são dois campeões brasileiros: o skatista Bob Burnquist, que conquistou o X-Games, e Adriano de Souza, o Mineirinho, dono do título mundial de surfe. Em tese, ele larga na frente de Mick Fanning, também surfista.

Nossos craques? Brasil disputa Oscar do Esporte com surfista, skatista e nadador
Nossos craques? Brasil disputa Oscar do Esporte com surfista, skatista e nadador

Entre os indicados ainda figuram Rachel Atherton, do mountain bikink, Jan Frodeno do triatlo, e Chloe Kim, do snowboarding.

Entre os paralímpicos, Daniel Dias pode levar pela terceira vez. Nosso nadador sempre se destaca nas piscinas e dificilmente será desbancado.

Nossos craques? Brasil disputa Oscar do Esporte com surfista, skatista e nadador

Mas ė pouco para quem quer se tornar uma potência esportiva. Uma pena.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por