Histórias dos Esportes
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Histórias dos Esportes
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Histórias dos Esportes
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Oito motivos para entender a ira do brasileiro com o zagueiro 'furão' David Luiz

Fábio Hecico
há 2 anos1 visualizações

David Luiz nos comoveu com seu choro após os 7 a 1 para a Alemanha na Copa do Mundo de 2014. Hoje, o zagueiro da seleção brasileira anda fazendo a gente chorar de raiva. Como está mal o camisa 4 de Dunga. E não importa o adversário, suas lambanças se tornaram corriqueiras.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Se antes ele chamava a atenção pela raça em campo e a vasta cabeleira, agora ele ganhou um adendo: a grossura.

Oito motivos para entender a ira do brasileiro com o zagueiro 'furão' David Luiz

Dói nos olhos, no coração e dá vergonha vê-lo defender nosso manto sagrado. É muita grossura para uma pessoa só. Só diante do Uruguai, além de baile sofrido diante de Suárez, podemos contabilizar vários momentos cômicos.

A começar na falha do primeiro gol. Ele está (na verdade deveria estar) na marcação de Cavani. Mas parece o Cristo Redentor no lance: de braços abertos. Depois ainda ameaça uma reclamação de leve de que o uruguaio estava sozinho. E ele? Só rindo.

Oito motivos para entender a ira do brasileiro com o zagueiro 'furão' David Luiz

Em outro lance com o companheiro de PSG (neste eu dei muita risada) ele parecia criança quando tromba num João Bobo e cai. Veio que nem uma vaca brava, encostou no uruguaio e bum, esparramou-se pelo chão.

Ele ainda errou na linha de impedimento e não esticou o pé pra travar Suárez no segundo gol e quase vira o responsável pela assistência para uma virada em recuo errado de cabeça. Alisson o salvou.

Além da noite trágica diante do Uruguai, veja outros 8 motivos de assassinato ao futebol do nosso "intocável" zagueiro da era Dunga - não por acaso ele virou alvo de chacotas na internet.

1 - Expulsão contra a Argentina

2 - Canetas de Luis Suárez

Oito motivos para entender a ira do brasileiro com o zagueiro 'furão' David Luiz

3 - Entrega diante do Peru

4 - Perdido no 7 a 1

5 - Brigas com Diego Costa

6 - Erro e pênalti para o Mônaco

7 - Todo perdido contra Neymar

8 - Dá o segundo gol para a Holanda

Brasileiros se destacam na seleção. Da Bulgária, Itália, Espanha, Catar...

Fábio Hecico
há 2 anos1 visualizações

Feriado prolongado com data FIFA é a oportunidade de vermos bons jogos entre seleções e como andam os atletas brasileiros. Mas acho que ninguém ficou muito satisfeito com o que os comandados de Dunga apresentaram diante do Uruguai num empate muito mequetrefe. Tudo bem, temos uma galera naturalizada que honrou o nosso país em outros campos.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

A começar pela vitória da Bulgária em plena visita a Portugal. Quem imaginaria que os visitantes deixariam Cristiano Ronaldo com cara de bobo? Foi assim que ele ficou após o apito final.

Por duas razões. Mais uma vez desperdiçou um pênalti na carreira e pelo fato de Marcelinho, um amazonense arretado, ter anotado o gol do triunfo búlgaro.

Brasileiros se destacam na seleção. Da Bulgária, Itália, Espanha, Catar...

Aos 31 anos, já passando da hora, Marcelinho fez sua estreia de gala pela equipe de Budapeste.

Itália e Espanha, em Údine, foi um clássico europeu bonito de se ver. E falado não apenas por dois idiomas.

Nunca na história neste planeta apaixonado por uma bola, se viu tanto brasileiro titular em confronto de europeus. Do lado italiano, o prestigiado Thiago Motta no meio e o novato atacante Eder.

Brasileiros se destacam na seleção. Da Bulgária, Itália, Espanha, Catar...
Brasileiros se destacam na seleção. Da Bulgária, Itália, Espanha, Catar...

No esquadrão hispânico, Thiago Alcântara, filho de Mazinho, é quem auxiliava na meia cancha. E olha que Vicente Del Bosque não pôde contar com os gols e a polêmica de Diego Costa, machucado.

Brasileiros se destacam na seleção. Da Bulgária, Itália, Espanha, Catar...

Além do trio, antes do apito final, a Azzurra ainda viu um tiquinho do futebol do meia Jorginho, do Napoli. O jogador de 24 anos entrou no apagar das luzes, mas também nos representou.

E pode ter mais tempo de jogo na terça-feira diante da Alemanha, em novo amistoso. Conte observa quem levará para a Eurocopa da França.

Revelado no Goiás e com passagem pelo Santos, o meia Rodrigo Tabata fez sua estreia no Catar com participação nos dois gols sobre Hong Kong pelas Eliminatórias Asiáticas. Foi só um jogo, mas o brasileiro já virou ídolo catari.

Neste sábado à Rússia enfrenta a Lituânia e é possível que o goleiro Guilherme, revelado no Atlético-PR, faça sua estreia. Ele está ansioso, já pensa na Eurocopa e anda decorando o hino russo.

Brasileiros se destacam na seleção. Da Bulgária, Itália, Espanha, Catar...

Foi apenas um aperitivo, pois ainda temos representante na Bélgica, Croácia, uma seleção praticante inteira no Timor Leste, entre outros.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por