OUTROS

Juventus, PSG, Bayern e Barcelona deixam o futebol sem graça em seus países

Fábio Hecico
Author
Fábio Hecico

Foi no fim, por apenas 1 a 0, mas valeu a liderança na Itália. Com o triunfo da Juventus sobre o Napoli, acabou a graça no futebol italiano. PSG, na França, Barcelona, na Espanha, e Bayern, na Alemanha, já deixaram seus países com disputa apenas na segunda colocação.

Juventus, PSG, Bayern e Barcelona deixam o futebol sem graça em seus países

O quarteto tem alto investimento, grandes estrelas e 'estragam' seus campeonatos há muito tempo. Alguém acredita que a Juventus agora deixará alguém desbancá-la da ponta do cálcio?

Já é tetracampeã e caminha a passos largos para o penta. São 15 vitórias seguidas. Parecia saber que teria arrancada e, no começo do campeonato, brincou de 'deixar' os outros largarem na frente. Como no automobilismo, deu distância aos concorrentes para depois ir ultrapassando um a um.

Enquanto se falavam de Inter, Roma, Napoli e Fiorentina, a Juventus ligou seu turbo e vupt, deixou todos comendo poeira.

A graça foi saber em qual rodada assumiria a liderança da corrida de um carro só.

Na Alemanha e na França a coisa foi pior. E Bayern e o PSG estão colocando voltas de vantagem. Em apenas um turno já tinham certeza do título. Agora estão economizando combustível já com as duas mãos no tetra.

Após 16 triunfos seguidos, o PSG se deu ao luxo de somar um empate. Se perder todos os jogos daqui para a frente ainda é capaz de ser campeão. No retrovisor o Monaco, 25 pontos atrás, nem aparece.

Juventus, PSG, Bayern e Barcelona deixam o futebol sem graça em seus países

O Bayern de Munique vai fechar a rodada do Alemão com oito pontos na frente do Dortmund. E dá passos largos para o tetra. Será seu 26° título na Bundesliga. O segundo tem nove. Jesus, que torneio mais sem graça.

Juventus, PSG, Bayern e Barcelona deixam o futebol sem graça em seus países

Disputa acirrada tem no Espanhol? Tem nada, o Barcelona goleia todo mundo e na disputa particular com o Real Madrid, o único capaz de desbancá-lo, fez 4 a 0 em Madri. Repetirá a dose no Camp Nou e erguerá a taça outra vez. Dia desses o técnico do Chelsea, Gus Hiddick, disse que não haverá chance para os outros times enquanto Messi, Neymar e Suárez estiveram no mesmo lado.

Juventus, PSG, Bayern e Barcelona deixam o futebol sem graça em seus países

Azar de quem não os tem. Times deste quilate deveriam largar com 15 pontos a menos e, mesmo assim, dificilmente não iriam ganhar. Uma pena este monopólio.