OUTROS

Líderes, não estrelas. Jogadores do Leicester são barrados no baile em Londres

Fábio Hecico
Author
Fábio Hecico

Imaginem: os nanicos cariocas América ou Bangu lideram o Brasileirão e seus desconhecidos jogadores vêm curtir uma balada fechada em São Paulo. O que acontece? Provavelmente serão impedidos de entrar. Foi o que aconteceu com alguns atletas do surpreendente Leicester em Londres. Quiseram curtir na cidade e foram 'barrados no baile'.

O minúsculo Leicester lidera o milionário Campeonato Inglês com grupo modesto de atletas. Apesar de estar no topo, seus jogadores ainda estão distantes de serem celebridades. Ao menos nas cidades vizinhas.

E a prova disso veio na madrugada de sábado para domingo quando Danny Drinkwatter quis comemorar seu aniversário de 26 anos com Andy King, Matty James e Ben Hammer numa badalada casa noturna londrina.

Líderes, não estrelas. Jogadores do Leicester são barrados no baile em Londres

Se arrumaram, colocaram perfume, roupas de grife e... foram barrados pelos seguranças na porta de entrada.

Líderes, não estrelas. Jogadores do Leicester são barrados no baile em Londres

Pior, ficaram encostados na parede da porta de acesso ao salão enquanto companheiros de profissão que defendem o vice-líder Tottenham, casos de Lloris (foto), Chadli e Eric Dier pudessem entrar na boate Drama.

Líderes, não estrelas. Jogadores do Leicester são barrados no baile em Londres

Drinkwatter (fez o gol da vitória sobre o Watford naquela tarde) se desesperou. Reclamou, questionou, fez ligações e seu esforço de nada adiantou. Ali ele não curtiria seu aniversário.

Líderes, não estrelas. Jogadores do Leicester são barrados no baile em Londres

O jeito foi chamar um táxi e deixar o local envergonhado e com a certeza de que jamais voltaria ali.

Líderes, não estrelas. Jogadores do Leicester são barrados no baile em Londres

Mas quem sabe que um dia não defendam um clube mais tradicional, grande. Daí sobrarão convites. Enquanto isso é melhor pensar apenas em jogar bola. Que aprendam a lição.