OUTROS

NFL aumenta o toque feminino e pela primeira vez terá uma técnica assistente

Fábio Hecico
Author
Fábio Hecico

A velha máxima de que NFL é lugar para macho, para brutamontes e onde só os mais fortes sobrevivem está indo por água abaixo. Depois de passar muitos anos esnobando o toque feminino, a categoria agora se rende à beleza e, principalmente, à competência das mulheres. Na próxima temporada, o Buffalo Bills terá pela primeira vez na história, uma mulher auxiliando seu treinador no banco de reservas.

E não pensem que Kathryn Smith está caindo de paraquedas na função. Ao contrário, a moça entende muito de futebol americano e carrega vasta experiência no currículo. Foram 12 anos de serviços de assistência administrativa no New Yok Jets. Seis deles ao lado de Rex Ryan, que não teve dúvidas em escolhê-la como sua auxiliar-técnica do time de especialistas.

NFL aumenta o toque feminino e pela primeira vez terá uma técnica assistente

"Kathryn Smith fez um trabalho extraordinário nos últimos sete anos que trabalhou com nosso staff. Certamente merece sua promoção baseada no conhecimento e comprometimento. Sei que ela fará um ótimo serviço no time de especialistas", garante Ryan.

Smith será a primeira mulher no banco, mas vai se esbarrar com outras moças durante os jogos - a temporada começa em setembro. Além das tealeaders, que embelezam o espetáculo e distraem a torcida, o toque feminino está bem presente nos jogos da NFL.

NFL aumenta o toque feminino e pela primeira vez terá uma técnica assistente

As coberturas televisivas (a NBC é dona dos direitos de transmissão), por exemplo, contam com duas repórteres experientes durante suas transmissões: Michele Tafoya e Alex Flanagan carregam enorme respeito por treinadores e jogadores pelo profissionalismo e sabedoria da modalidade.

NFL aumenta o toque feminino e pela primeira vez terá uma técnica assistente
NFL aumenta o toque feminino e pela primeira vez terá uma técnica assistente

Dentro de campo, desde o início da atual temporada, a número 153 Sarah Thomas é árbitra oficial. Não vacila nas marcações e mostra personalidade, como no jogo entre Pittsburgh Steelers e San Diego Chargers, no qual chamou a atenção do técnico Mike Tomlin.

NFL aumenta o toque feminino e pela primeira vez terá uma técnica assistente

Kathryn Smith por pouco não perdeu o rótulo de "primeira treinadora da NFL". Em junho de 2015, Jen Welter foi integrada ao time do Arizona Cardinals para auxiliar os linebackers. Ela ficou no clube por dois meses cono assistente-técnica estagiária, mas acabou não sendo efetivada.

NFL aumenta o toque feminino e pela primeira vez terá uma técnica assistente

Com experiência de 14 anos jogando no Dallas Dyamonds, e dona de quatro títulos, ela acredita que, em breve, também estará trabalhando nos times masculinos. Os dirigentes já estão se rendendo que os brutamontes precisam, por vezes, de um conselho ou palavra carinhosa de "mãe ou irmã." O toque feminino vai ganhar a NFL, podem apostar.