AMOR

Diário de Bordo #5

Diário de Bordo
Автор
Diário de Bordo

Fumar...
Muitos me perguntam porque eu fumo, porque eu comecei a fumar, porque eu finjo não me importar com os males que ele me faz.

Até eu me pergunto isso algumas vezes.
Mas quer saber?! Que se foda!
Eu não lembro bem ao certo porque eu comecei a fumar ou o que me motivou a isso.

Eu só sei o que ele me proporciona quando o trago, e isso sim é bom.

Esses dias me perguntaram qual era a sensação de fumar.
Isso é uma coisa que não é facil de se explicar, ao menos, não pra mim.

Diário de Bordo #5

Eu continuo fumando porque em meio a tantos problemas, tantos gritos trancados na garganta, tantos erros em meio há tão poucos acertos, o cigarro é o único que me proporciona um minuto de sossego.
É como que se em cada tragada a fumaça ofuscasse meus problemas. É estranho, mas é ali, naquele instante, que eu encontro um minuto de paz, quando vejo o cigarro se esvaindo ao leve queimar da chama minha mente vai ao longe e os melhores momentos que já vivi voltam como um flash.

E não importa o quanto falem, o quanto isso me prejudique
(sei que é bem idiota da minha parte dizer isto) eu nunca vou abandonar aquele que teve comigo nos bons e maus momentos.

➡"Eu só queria ter paz
E alguém pra ir a guerra me ajudar
A lutar

Eu quis me casar, fazer os filhos, ter problemas
Você disse que queria mais
Até tentei mudar, parar logo de fumar
Mas cigarros são poemas
Pra quem nunca sabe o que falar"🎵