GAMES

5 bons games lançados em 2016 que você (provavelmente) não jogou

GameStoria
Author
GameStoria

Ano a ano a indústria de games produz centenas de novos jogos. A oferta é realmente extensa e isso implica, invariavelmente, que não será possível jogar tudo por diversas razões: falta de tempo, falta de dinheiro ou, simplesmente, porque determinado game não teve destaque suficiente para chamar sua atenção.

O ano de 2016 teve alguns casos que se enquadram perfeitamente nesse último quesito. A "falta de destaque" pode ter diversos motivos, como uma escolha infeliz para a data de lançamento, por exemplo. E não são apenas jogos obscuros que estão nessa situação: há games com nomes famosos que, simplesmente, não tiveram a atenção merecida neste ano. Listamos abaixo cinco deles.

1 - Titanfall 2

Misture um jogo de tiro com pegada futurista - mas sem exageros nesse sentido - e coloque robôs gigantes no meio da ação. Esse seria um resumo breve de Titanfall 2, game para PlayStation 4, Xbox One e PC. Entre as novidades em relação ao seu antecessor está o modo campanha que, apesar de curto, é bem intenso. É, provavelmente, o melhor jogo do ano que você não jogou e a razão para isso está na data de lançamento escolhida pela EA, publisher do game: entre Battlefield 1 e Call of Duty: Infinite Warfare, dois nomes de peso da categoria.

2 - Deus Ex: Mankind Divided

Não que Deus Ex: Mankind Divided tenha sido um game obscuro neste ano. Ele, porém, merecia um destaque maior pela cativante fórmula que mistura RPG, jogo de tiro e uma densa história em um mundo distópico que, apesar de futurista, não é muito distante da nossa realidade. O game dá sequência à história do superagente Adam Jensen, que possui diversos aprimoramentos biomecânicos em seu corpo que garantem habilidades sobre-humanas. O jogo possui versões para PC, PlayStation 4 e Xbox One.

3 - Furi

Definir Furi não é exatamente uma tarefa fácil: pensar em uma mistura de jogo de ação e pancadaria com game de nave (no melhor estilo R-Type) talvez fosse um bom caminho. A missão do jogador nesse game, basicamente, é enfrentar chefes de fase que demandam reflexo suficiente para desviar de tiros e atacar nas raras brechas. Tudo isso embalado por uma trilha eletrônica à la anos 1980 e um visual, no mínimo, psicodélico. Se você curte games mais difíceis e tem paciência para lidar com frustração, Furi é o seu game. Ele tem versões para PlayStation 4 e PS Vita.

4 - Quantum Break

Um dos grandes exclusivos do Xbox One neste ano (apesar de considerado assim, ele também tem versão para PC), Quantum Break foi cercado de expectativa. A fórmula parecia certeira: um jogo de tiro em terceira pessoa com narrativa cinematográfica e pitadas de ficção científica - o protagonista, Jack Joyce, é capaz de manipular o tempo. Há também elementos de séries televisivas, com capítulos sendo exibidos ao final de cada porção do jogo. Apesar de ter uma fórmula bem executada, o jogo acabou sendo ofuscado por outros lançamentos próximos, como Uncharted 4 do rival PlayStation 4. Não deixa, porém, de ser um game e tanto que merece ser jogado.

5 - Salt and Sanctuary

Gosta de Castlevania? E de Dark Souls? Se a resposta foi sim para essas perguntas, você PRECISA jogar Salt and Sanctuary. Disponível para PC e PlayStation 4, ele é um game de ação 2D que mistura elementos de RPG e exploração. Ou seja, você precisará ir e voltar no cenário em busca de itens e passagens, enquanto enfrenta perigos mortais e evolui seu personagem - ganhando novas habilidades de acordo com a classe de guerreiro escolhida. Outro destaque são os chefes de fase - e há mais de 20 deles -, cada um com uma estratégia própria e alta dificuldade.