O mundo dos games
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O mundo dos games
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O mundo dos games
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Red Dead Redemption 2 tem tudo para ser o game de 2017 (e contamos o motivo)

GameStoria
há 10 meses3 visualizações
Red Dead Redemption 2 tem tudo para ser o game de 2017 (e contamos o motivo)
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

O que dizer desse Red Dead Redemption 2 que a gente mal conhece, mas considera muito? Bastou um trailer ser apresentado pela Rockstar (a mesma produtora da série GTA) em outubro para a Internet ficar em polvorosa. É pra tanto?

Primeiramente, vamos ao que sabemos. Começando pelo trailer abaixo. 

Como é possível ver, ele não mostra absolutamente NADA do jogo em si. Apenas que o jogo deverá ter sete personagens mais relevantes e terá o Velho Oeste norte-americano como pano de fundo - o que é óbvio, pela temática da série.

Red Dead Redemption 2, por sua vez, será o terceiro game da série Red Dead, que começou com Red Dead Revolver, de 2004, e chegou ao auge com o Red Dead Redemption, de 2010. É uma tentação muito grande chamar esse segundo título de "GTA do Velho Oeste", mas, apesar de utilizar a fórmula de mundo aberto da famosa série, ele vai além ao ter mecânicas próprias, não colocar o jogador tanto à margem da lei e, principalmente, ter uma história extremamente envolvente. 

O que esperar?

Com essa aridez de informações, resta especular. E aí entra o "fator Rockstar": é notável o nível de evolução que a empresa apresentou nos últimos anos. Houve um salto considerável em seus games, tanto em questões técnicas quanto em criação de personagens e histórias. Basta ver o que houve no intervalo entre o lançamento de GTA IV, em 2008, e GTA V, em 2013. Não é um sonho distante, portanto, esperar que haja uma diferença similar entre Red Dead Redemption e seu sucessor. 

Uma capacidade única da empresa é a de criar mundos vivos e capazes de prender a atenção dos jogadores mesmo quando eles não estão, necessariamente, seguindo algum objetivo. Esses mundos incentivam a descoberta e um ambiente selvagem como o do Velho Oeste é terreno fértil para esse tipo de atividade. 

De GTA V, por sua vez, vemos o sucesso feito por sua porção multiplayer. A comunidade de GTA Online se mantém agitada mesmo com o passar dos anos e criar algo similar para Red Dead Redemption 2, ao que nos parece, é garantia de sucesso e um caminho natural para a produtora. 

Por fim, também é especialidade da Rockstar é mesclar a liberdade citada acima com um direcionamento capaz de dar ares cinematográficos às missões que o jogador precisa cumprir para progredir na história. Essa orientação da empresa já foi vista com grande ênfase em Red Dead Redemption e deverá beber da fonte de uma das grandes atrações de GTA V, os Heists - missões cinematográficas que demandam planejamento prévio do jogador, como ocorre em filmes como Onze Homens e um Segredo.

O que não sabemos

Apesar de acreditar que a Rockstar siga as bases criadas pelo game anterior, a apresentação de Red Dead Redemption 2 deixou mais dúvidas do que certezas. A começar pelo período de tempo: ele acontecerá antes ou depois dos acontecimentos do jogo de 2010? Poderemos controlar mais de um personagem? Teremos missões de caça e um sistema como o o Dead Eye, que congela o tempo e permite atirar em vários inimigos ao mesmo tempo?

São questões que estão longe de ser respondidas. É provável, porém, que a Rockstar dê mais detalhes do game ainda no primeiro semestre de 2017 - uma aposta mais segura seria durante a E3 2017, em junho. Isso por uma simples razão: o jogo está previsto para sair no final do próximo ano para PlayStation 4 e Xbox One. A má notícia é que, a julgar pela expectativa, esses meses deverão demorar bastante para passar. 

Veja 5 games mostrados na PlayStation Experience que merecem sua atenção

GameStoria
há 10 meses2 visualizações
Veja 5 games mostrados na PlayStation Experience que merecem sua atenção
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Principal evento do ano para a linha PlayStation - inclua aqui PS4 e o portátil PS Vita -, a PlayStation Experience (PSX) foi realizada no dia 3 e 4 de dezembro em Anaheim, Estados Unidos. Mais do que um evento para agradar os fãs, a PSX também foi palco para uma amostra do que está por vir para essas plataformas em um futuro (relativamente) próximo.

Sem anúncios voltados a hardware - o PlayStation VR foi lançado em outubro e o PS4 Pro em novembro, o que esgota as novidades da Sony nesse sentido por ora -, o evento foi totalmente voltado à apresentação de jogos - algumas novidades e outros já conhecidos. Confira abaixo cinco deles (foi difícil escolher só cinco) e porque eles merecem sua atenção. E a boa notícia: alguns já estão disponíveis ou chegam em 2017.

1 - The Last of Us Part II

Certamente o grande anúncio do evento - tanto que ele ficou para o final da apresentação. Trata-se da sequência do game que mistura ação, furtividade, pitadas de terror e sobrevivência lançado em 2013 para PS3. O trailer revelado não dá muitos detalhes sobre o jogo, apenas sabe-se que Ellie, uma das protagonistas do game anterior, está de volta e com cara de poucos amigos. A trama, conforme a produtora Naughty Dog adiantou, será sobre vingança. Desta lista, esse é um dos poucos games que não tem previsão de estrear tão cedo. Um chute: final de 2018 ou começo de 2019, com versão para PS4.

2 - Uncharted 4: The Lost Legacy

Se a espera pela sequência de The Last of Us pode ser dolorosa, ao menos Uncharted 4: A Thief's End terá conteúdo inédito em breve. Trata-se de The Lost Legacy, uma expansão para a história do game - que foi o principal jogo exclusivo do console lançado em 2016. Focado nas personagens Chloe Frazer (de Uncharted 2) e Nadine Ross (de Uncharted 4), ele poderá ser jogado mesmo por quem não tem Uncharted 4. Esse conteúdo extra se passará depois do último jogo e tem lançamento previsto para o PS4 em 2017.

3 - Nioh

O RPG de ação Nioh ganhou um novo trailer durante a PSX e a expectativa pelo game só cresce. Ele não é exatamente uma novidade - foram duas versões de testes do jogo lançadas em 2016, então já foi possível ter uma boa ideia do que se trata. E a impressão foi positiva, o que só aumenta a expectativa para seu lançamento, em 9 de fevereiro de 2017. O jogo para PS4 leva para o Japão feudal boa parte da fórmula da aclamada série Dark Souls, com inimigos letais, alta dificuldade e jogabilidade que recompensa a evolução do jogador. 

4 - Marvel vs. Capcom Infinite

Outro grande anúncio da PSX foi Marvel vs. Capcom Infinite, game de luta por equipes que coloca personagens da Marvel para lutar contra (ou ao lado) de lutadores da Capcom (a empresa por trás de Street Fighter). Esse será o quarto episódio da série - descontando versões aprimoradas como Ultimate Marvel vs. Capcom 3 - e trará algumas mudanças importantes. As lutas serão de 2 contra 2 e será possível utilizar as jóias do infinito, itens do universo Marvel que fornecem superpoderes a seu portador. Por ora, seis personagens foram revelados: Capitão América, Homem de Ferro e Capitã (ou Miss) Marvel, do lado da editora de quadrinhos, e Ryu, Mega Man X e Morrigan do lado da Capcom. Sairá em 2017, provavelmente para PS4, Xbox One e PC.

5 - Horizon Zero Dawn

Já era para estarmos jogando Horizon Zero Dawn. Isso se a data de lançamento do título, previsto para 2016, estivesse sido cumprida. Coube aos jogadores esperar um tempo extra - até o dia 28 de fevereiro de 2017, para ser mais preciso - e à Guerrilla Games trabalhar para deixar o game tinindo. Nesse meio-tempo, tudo que foi mostrado do jogo só serviu para aumentar a ansiedade e o novo trailer revelado na PSX não foi diferente. Exclusivo para PS4, Horizon Zero Dawn será um RPG de ação em mundo aberto , colocando os jogadores na pele da protagonista Alloy em um mundo no qual ela divide espaço com versões biomecânicas de dinossauros. Obviamente que essas criaturas não são amistosas e sua sobrevivência dependerá da luta contra essas ameaças. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por