O mundo dos games
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O mundo dos games
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
O mundo dos games
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Você não vai acreditar quanto custa esse relógio de Pokémon

GameStoria
há 5 meses136 visualizações
Você não vai acreditar quanto custa esse relógio de Pokémon
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Você é fã de Pokémon? O quanto estaria disposto para pagar em um relógio da franquia de monstrinhos mais querida e famosa do mundo?

É improvável que qualquer valor que você pense chegue sequer próximo do cobrado pelo relógio da imagem acima. Projetado pela RJ-Romain Jerome, uma relojoaria suíça famosa por produzir peças exclusivas, ele é único no mundo.

Sim, isso mesmo: só haverá uma única unidade e, por ela, será cobrado algo em torno de US$ 260 mil, o que significa algo em torno dos US$ 815 mil. Você não leu errado: é quase um milhão!

Você não vai acreditar quanto custa esse relógio de Pokémon

Além da exclusividade por si só, o relógio em si é muito bem construído. O fundo dos mostrador é ilustrado com diversos Pokémon, de Pikachu a Charizard, passando por Meowth e até mesmo a infame Magikarp. 

Os ponteiros auxiliares fazem referência a Pikachu e têm formato de raio. Na parte traseira, o mecanismo oscilante que faz o relógio funcionar tem o desenho das costas do rato elétrico. Há também gravações a laser nessa porção, com a silhueta dos monstrinhos.

Você não vai acreditar quanto custa esse relógio de Pokémon

O corpo do relógio é feito de aço e seu mostrador é coberto por vidro de safira, o que o torna bastante resistente. É o mínimo, afinal qualquer pequeno risco em uma peça tão cara seria algo de fazer chorar!

Até para manter o valor da peça, não há qualquer previsão de haver uma segunda unidade. Ao menos por ora, não há nenhum comprador para o relógio. E aí, quem se habilita?

Russo resolve jogar Pokémon GO em uma igreja e se dá mal

GameStoria
há 5 meses220 visualizações
Russo resolve jogar Pokémon GO em uma igreja e se dá mal
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

A ideia por trás de Pokémon GO é, justamente, a possibilidade de jogar o game onde quer que você vá - desde, claro, que o seu celular esteja à mão. Isso não quer dizer, porém, que seja recomendável jogar o game em qualquer lugar.

E um jovem russo descobriu isso da pior maneira.

Ruslan Sokolovsky, de 22 anos, acabou condenado a três anos e meio de prisão domicilar após divulgar um vídeo no qual aparecia jogando o game em uma igreja ortodoxa. O vídeo foi ao ar em agosto de 2016 e o jovem está sendo julgado desde março.

Ironicamente, ele afirma no vídeo que o risco de ser preso pelo ato era "uma completa bobagem" e também disse acreditar que ninguém se incomodaria com ele. "Quem ficaria ofendido se você andasse por uma igreja com seu smartphone?" foi uma das questões levantadas. O vídeo pode ser visto abaixo (há legendas em inglês).

Para piorar a sua situação, a polícia encontrou em sua casa uma caneta com câmera. O gadget, inofensivo em uma primeira análise, fez com que Sokolovsky fosse enquadrado em outro crime, de "tráfico ilegal de equipamento técnico especial". Além disso, os promotores encontraram 17 do que chamaram de "episódios incriminatórios" em seus vídeos no YouTube.

Russo resolve jogar Pokémon GO em uma igreja e se dá mal

(você quer mesmo saber, jovem?)

Já a acusação referente a Pokémon GO diz respeito a uma suposta "incitação ao ódio e ataque à liberdade de fé", a mesma que a banda de rock russa Pussy Riot sofreu em 2012, após gravarem um clipe no local.

Agora, Sokolovsky - que se declarou inocente - discutirá com seus advogados como irá recorrer da sentença.

De qualquer maneira, fica a dica para quem viajar para a Rússia e quiser visitar alguma de suas igrejas: é melhor manter seu celular bem guardado e se comportar.

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por