SÉRIES

Michaela Coel renova esperanças para o retorno de Chewing Gum

Autor
Michaela Coel renova esperanças para o retorno de Chewing Gum

Reprodução / Woo! Magazine

Todo o mundo lamentou quando foi anunciado o fim da série cômica britânica Chewing Gum, criada, dirigida e estrelada por Michaela Coel. Mas ao que parece - e nossos corações agradecem - não é bem assim, um adeus, e pode ser apenas uma pausa na produção. A comediante reacendeu as esperanças do fãs quando confirmou no Twitter que haverá uma terceira temporada.

“Nunca falei com ninguém, um canal ou um jornalista que não haveria a 3ª temporada. Fiquei sabendo pelas notícias que li, assim como vocês, e tive o mesmo choque. Acontece que surgiram outras ofertas antes da oportunidade da temporada. Eu aceitei porque prefiro não ficar desempregada”, comentou como lhe é peculiar, sempre fazendo uma piada.

De fato, em breve Michaela Coel participar da próxima temporada de Black Mirror e também do musical Been So Long. Da forma que Ceol deu a entender, a falha de comunicação se deu pela forma atribulada como as coisas acontecem em Hollywood, diferentemente da produção em Londres, onde a série surgiu: “A indústria de televisão aqui é muito diferente dos EUA, mas não queria aborrecer vocês com economia. Eu mesmo prefiro pornografia não predatória e comédia”, relatou.

Esperamos que não demore muito para a gente voltar a rolar de rir com as peripécias de Tracey Gordon, uma pobre jovem negra, que vive nas periferias de Londres com sua mãe e irmã extremamente religiosas. Depois de anos de criação castradora, o grande sonho da sua vida é perder a virgindade e ter experiência sexual como sua melhor amiga Candice.

Afora a pegada non sense e a leveza com que fala de sexo, Chewing Gum é indispensável para conhecer o talento de Michaela Coel. É fundamental que exista uma produção pensada, realizada e estrelada por uma poderosa mulher negra. É um grande nome que transcende os estereótipos da indústria do entretenimento para se acompanhar, tal como Lena Dunham, de Girls.