Séries de TV
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Séries de TV
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Séries de TV
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Grande figura de “Breaking Bad” aparece no novo episódio de “Better Call Saul”

Sheila Vieira
há 2 anos26 visualizações

OBVIAMENTE, ALERTA DE SPOILER! ALERTA DE SPOILER! ALERTA DE SPOILER!

O episódio desta semana de “Better Call Saul” foi extremamente focado em Kim Wexler (diva!!!!) fazendo de tudo para sair da horrível revisão de arquivos, uma punição que ela recebeu por ser “cúmplice” de um deslize do Jimmy. Porém, a última cena do capítulo teve uma conversa interessante entre Mike e um personagem icônico de “Breaking Bad”.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Posso falar quem é? Depois não vale reclamar…

Ok?

Ok mesmo?

Então lá vai:

TIO HECTOR SALAMANCA!!!!

Quando Mike estava comendo em um restaurante e uma figura fora de foco apareceu entrando no local, sentando na mesma mesa e pedindo café com sotaque latino, meu coração disparou, achando que se tratava de Gustavo Fring. Mas era o grande Tio do clã Salamanca, ainda sem cadeira de rodas e sua célebre campainha.

Hector fez uma proposta para que Mike alegue que a arma encontrada com Tuco era dele, assim diminuindo a pena do sobrinho de Salamanca na cadeia. O ex-policial não pareceu muito empolgado com a conversa, principalmente por começar a entender que está entrando em um problema sem volta.

Pode ser que a aparição de Hector Salamanca não se repita, mas a cena começa a desenhar o caminho da ligação entre Mike, o cartel mexicano e, enfim, Gustavo Fring, o maior vilão de “Breaking Bad”.

Assim como no episódio passado, Jimmy McGill foi mais coadjuvante desta vez. O futuro Saul Goodman ficou sendo vigiado por uma novata, após ter mais uma ideia para tirar Kim da revisão de arquivos. Uma das melhores cenas do capítulo é a advogada deixando claro para o seu (ex?) namorado que não precisa ser salva por ele.

Kim ligou para todos os seus contatos para tentar trazer um cliente grande para a HHM e recuperar seu prestígio e, após muita insistência, conseguiu. Porém, como de costume no universo de “Breaking Bad”, há uma decepção no final: Hamlin continuou punindo Kim, mesmo com a grande conquista dela.

Outra cena grande e relevante foi uma conversa entre Chuck e Kim, na qual o sócio da HHM revela a ela que Jimmy roubou milhares de dólares do caixa da lojinha de seu pai. Tudo indica que Kim está em uma encruzilhada: seguir o caminho correto e continuar sendo subestimada ou escolher seu amor por Jimmy, assumindo as consequências das atitudes questionáveis dele?

A verdade é que “Better Caul Saul” continua excelente e sendo um prazer para quem sente falta da direção, do roteiro e das atuações sensacionais de “Breaking Bad”.

#bettercallsaul #jimmymcgill #hectorsalamanca #breakingbad #netflix #kimwexler 

Princesa Xena e melhor amiga serão casal em nova versão, indica produtor

Sheila Vieira
há 2 anos30 visualizações

Um dos romances gays mais insinuados dos anos 90 foi o da Princesa Xena com sua *amiga* Gabrielle. Porém, de acordo com um dos produtores executivos da nova versão de “Xena”, o romance entre elas deve ser explícito na série da NBC.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Princesa Xena e melhor amiga serão casal em nova versão, indica produtor

O escritor e produtor Javier Grillo-Marxuach estava respondendo em seu Tumblr perguntas sobre outra série que fez, “The 100”, quando soltou o spoiler sobre “Xena”:

“Xena será um programa diferente, feito por motivos diferentes. Não há razão para trazer Xena de volta se não for com o propósito de explorar inteiramente um relacionamento que só podia ser mostrado por subtextos na primeira versão, dos anos 1990”.

Grillo-Marxuach recebeu críticas de internautas porque a série “The 100” teve um personagem homossexual assassinado. O escritor se defendeu dizendo que seus patrões naquela oportunidade não tinham a mesma visão de mundo dele.

Eu me lembro vagamente da versão original de “Xena”, que passava na TV quando eu era criança. Ao colocar o nome do casal na busca, apareceram diversas montagens com canções românticas, incluindo “My Immortal”:

E até “My Heart Will Go On”:

Em 2003, a atriz Lucy Lawless, que imortalizou Xena, afirmou que entendeu que sua personagem era realmente lésbica no último episódio, quando Gabrielle fez Xena voltar a viver transferindo uma água mágica através de um “boca-a-boca” (uma desculpa para que elas se beijassem):

“Sempre teve um ‘bom, talvez ela seja, talvez não’, mas quando teve aquela gota de água passando entre os lábios delas na última cena, isso deixou tudo bem claro para mim. Não era que Xena era bissexual, curtia a amigona dela e elas se pegavam às vezes. Elas eram casadas mesmo”.

Veremos se esta espécie de “promessa” do produtor realmente será vista nas telas.

#xena #reboot #lgbt #TV 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
giucarpes
Conteúdo e comunidade - Storia Brasil - giuliander.carpes@storia.me