Mundo Pet
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Mundo Pet
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Mundo Pet
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Calça para cachorros? Sim, uma empresa já vende o produto no Canadá

Guia.Pet
há 2 anos32 visualizações
Calça para cachorros? Sim, uma empresa já vende o produto no Canadá
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Quando acho que já inventaram tudo, vem alguém e cria uma calça para cachorros. Uma empresa canadense já começou a vender a vestimenta a partir de 70 dólares, algo em torno de R$ 280,00. Será que aqui no Brasil alguém compraria?

Calça para cachorros? Sim, uma empresa já vende o produto no Canadá

A empresa Muddy Mutts ressalta que as calças dos cachorros ajudam a manter a sua casa limpa após levá-lo para passear, já que a sujeira não grudará no pêlo dos animais. Tem para macho e fêmea, e para cachorros de todos os tamanhos.

Como na internet nada passa despercebido, alguém questionou no Twitter como deveria ser o formato da calça de um cachorro.

Calça para cachorros? Sim, uma empresa já vende o produto no Canadá

Só falta daqui a pouco alguém inventar a calça jeans, calça leggin e bermudas para os animais. Lembrando que saias e vestidos já são vendidos nos pet shoppings. Calça, no entanto, nunca tinha visto.

Hora de viajar: saiba o que fazer com seu cão ou gato

Guia.Pet
há 2 anos72 visualizações

Ainda estamos no período de férias, e a dúvida que muita gente tem é o que fazer com seu animal de estimação nessa hora. Viajar e deixar ele sozinho? Levá-lo junto para a praia ou qualquer outro destino? Deixá-lo na casa de amigos ou familiares? Ou desistir de qualquer viagem para não abandoná-lo por alguns dias? Há opções para todos os gostos (e bolsos).

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Para quem pretende viajar sem o animal, sempre há alternativas, como os hotéis especializados em receber cachorros ou gatos, ou as ‘pet sitter’, ou seja, babá do pet: a pessoa vai até a sua casa para cuidar do animal, na sua ausência.

Quem procura um hotel é bom conhecer o local antes, para saber se os cachorros têm espaço para brincar e onde dormir. Alguns cães são mais ariscos ou medrosos que outros, por isso não podem conviver juntos. E a segurança do lugar também precisa ser levada em conta

Conhecer a pet sitter também é fundamental para quem não quer deixar o animal num hotel. Esse profissional costuma cuidar do cachorro/gato na ausência do dono, fazendo visitas diárias ou conforme o combinado. Outra dica importante ao dono: fale sempre se o animal tem alguma doença, deixe o contato do veterinário que costumar levar e qual horário o pet costuma fazer as alimentações. Toda e qualquer informação a mais é válida!

Hora de viajar: saiba o que fazer com seu cão ou gato

NA ESTRADA

Agora, se sua ideia é viajar com seu pet, é bom se atentar a todos os cuidados que é preciso ter antes de sair de casa. Seja viajando de carro, ônibus ou avião.

Larissa Rios sabe tudo do assunto. Dona da Cléo, uma golden retriever, ela resolveu criar um site especializado em viagens com pet (turismo4patas.com.br) há oito anos. Formada em turismo, Larissa conta que tinha dificuldades em conseguir informações antigamente. “Sempre gostei de viajar e me deparava com essa dificuldade”, diz. “Aí montamos este guia online, para quem quer viajar por conta própria.”

No site de Larissa, é possível encontrar hotéis pet friendly, que recebem animais em suas instalações. E ela dá duas dicas básicas para quem quiser levar seu pet para viajar. “A primeira é verificar o estado de saúde dele, saber suas condições e se ele está preparado para viajar”, afirma. “E também é preciso se certificar que o roteiro imaginado combina com o animal.”

Além dessas dicas, é preciso se atentar às burocracias antes de sair por aí com seu pet. Se vai viajar de carro, saiba que o artigo 235 do Código de Trânsito Brasileiro considera infração grave transportar animais nas áreas externas do veículo. E infração média se o motorista levar o pet no banco dianteiro ou entre os braços e pernas.

Nas viagens de ônibus, é necessário verificar nas empresas como eles trabalham: cada uma tem sua regra e podem fazer uma cobrança de nova passagem. Mas em geral é preciso ter uma comprovação de vacinação antirrábica, um atestado de saúde usar caixas de transporte.

De avião, a regra não muda muito: cada companhia tem a sua especificação. Algumas companhias transportam animais domésticos na cabine, dependendo do seu peso, mas tem uma limitação de lugar: cheque antes para saber se será possível viajar com seu pet na cabine e também o preço cobrado pelo serviço.

Já o transporte de animais entre países exige o Certificado Zoossanitário Internacional (CZI), emitido pela autoridade sanitária do país de origem ou de procedência do animal de estimação. No Brasil, o CZI é expedido pelo Serviço de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro) e mais informações podem ser obtidas no site agricultura.gov.br.

CUIDADO

Como já dissemos no começo da matéria, é sempre bom ter cuidado com quem você vai deixar seu cachorro. Infelizmente, muitas pessoas aproveitam a lotação dos hotéis para roubar os animais, como aconteceu com a pessoa abaixo, que publicou no Facebook que assaltaram o hotel em Bangu (RJ) e levaram seus dois cachorros (e mais outros dois que estavam hospedados juntos). Um drama que ninguém quer passar, né?

Hora de viajar: saiba o que fazer com seu cão ou gato
Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar