Mundo Pet
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Mundo Pet
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Mundo Pet
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Dica de leitura (parte 1): livros animais

Guia.Pet
há 2 anos20 visualizações

Se você gosta de animais e também de leitura, este texto veio para te ajudar. Separamos cinco livros que falam justamente sobre este mundo animal que tanto nos encanta. Veja qual você prefere e corra para uma livraria mais perto de sua casa (ou procure na internet o melhor preço)!

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Marley & eu

Autor: John Grogan

Editora: Ediouro

Número de páginas: 272 

Dica de leitura (parte 1): livros animais

O filme que traz o bagunceiro Marley e emocionou milhões de fãs saiu das páginas de um livro. Lançado em 2006, a história logo fez sucesso ao redor do mundo. John e Jenny tinham acabado de se casar e, antes de ter um filho, resolvem adotar um cachorro. Eles só não esperaram que este labrador cresceria tanto e que, com 44 kg, causaria uma grande bagunça em suas vidas. Uma vida bagunçada e, claro, muito amorosa. História real e emocionante de uma família e seu cachorro, contada desde a chegada de Marley à vida do casal.

----------------------

100 Cães que Mudaram a Civilização

Autor: Sam Stall

Editora: Prumo

Número de páginas: 248

Dica de leitura (parte 1): livros animais

Este livro homenageia as contribuições caninas para a ciência, a história, a arte, a política, a religião e muito mais. Você vai encontrar um cachorro que concorreu à presidência da França, um que salvou um estúdio de cinema, outros que inspiraram grandes obras da literatura e que receberam medalhas por seus serviços em tempo de guerra. Tem, por exemplo, o caso de Peps e Fips, cães que inspiraram Richard Wagner a compor suas óperas. Histórias bem legais e com várias ilustrações.

-----------------

O amor mora ao lado

Autor: Debbie Macomber

Editora: Novo Conceito

Número de páginas: 160

Dica de leitura (parte 1): livros animais

Lacey Lancaster sempre quis ser esposa e mãe. No entanto, depois de um divórcio bastante doloroso, ela decide que é hora de dar um tempo em seus sonhos e seguir sozinha mesmo. Mas não tão sozinha: sua gatinha abissínia, Cléo, torna-se sua companhia de todas as horas. Até é uma vida boa — um pouco aguada, é verdade — a de Lacey. A não ser por seu escandaloso vizinho, Jack Walker.

Quando Jack não está discutindo, sempre em voz muito alta, com sua namorada — com quem insiste em morar junto — está perseguindo seu gato, chamado Cão, pelos corredores do prédio. E Cão está determinado a conseguir que a gatinha Cléo sucumba aos seus avanços felinos. Jack e Cão são realmente muito irritantes. Mas acontece que a primeira impressão nem sempre é a que fica.

------------------------

Seu cachorro é um gênio

Autor: Brian Hare e Vanessa Woods

Editora: Zahar

Número de páginas: 336

Dica de leitura (parte 1): livros animais

O cientista Brian Hare e a jornalista Vanessa Woods trazem à tona a história e os caminhos que levaram à descoberta que vai mudar para sempre o que sabemos sobre os cães e como treiná-los. De forma simples e acessível, mas com a autoridade de um expert, conheceremos todos os detalhes dessa incrível jornada pela mente canina, abrangendo todo tipo de raça – do simpático labrador ao exótico cão cantor da Nova Guiné. A grande revolução científica de Hare foi descobrir que os cães, quando começaram a ser domesticados – há mais de 40 mil anos –, tornaram-se muito mais parecidos com bebês humanos, em termos de comportamento e dotes de comunicabilidade, do que seus ancestrais, os lobos. Ou seja, a domesticação deu a eles um novo tipo de inteligência social. 

------------------

Adestramento Inteligente

Autor: Alexandre Rossi

Editora: Saraiva

Número de páginas: 237

Dica de leitura (parte 1): livros animais

Formado pela Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da USP, Alexandre Rossi também é conhecido como Dr. Pet e escreveu diversos livros. Neste aqui, ele mostra como adestrar seu melhor amigo sem sofrimento - nem para você nem para ele. São dicas práticas que permitem encontrar facilmente as melhores soluções para problemas que podem estar atrapalhando o relacionamento com o seu cão, como agressividade, xixi fora do lugar, compulsão para roer móveis e muitos outros.

As aventuras de Richard Rasmussen

Guia.Pet
há 2 anos9 visualizações
As aventuras de Richard Rasmussen
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Quem vê os programas de Richard Rasmussen na tevê deve logo pensar: ele é louco para se meter nessas aventuras, com cobras, jacarés e tubarões, por exemplo. Pessoalmente, seu jeito extrovertido lembra bem o que vemos nas telinhas, nos Programas Mundo Selvagem, no NetGeo, e Sábado Animal, da Band.

Este economista que virou biólogo tem muita história para contar. Participa de vários projetos ambientais, como o SOS Mata Atlântica, tem um livro publicado (‘A Amazônia Selvagem’) e adora gravar seus programas dentro do mato e em lugares nem sempre tão explorados. Sua próxima aventura, aliás, será nas geleiras da Patagônia e Antártida, após ter passado um período no Pantanal.

Foi no Pantanal, inclusive, que ele passou por um grande susto: em julho do ano passado, foi atacado por um jacaré e perdeu um pedaço do dedo médio da mão direita. “Foi um acidente, mas faz parte do trabalho”, disse em conversa com o Guia Pet, como se o caso fosse algo corriqueiro. “Tenho um trabalho que exige uma proximidade grande aos animais. É preciso coragem, mas tem que ter também conhecimento.” Richard lembra de um outro susto, numa gravação com crocodilos. “Na Costa Rica estava com os crocodilos para mostrar com era o ataque deles. Atolei e quase fui pego.”

Em seus programas, Richard visita tribos indígenas e mostra outras culturas diferentes das habituais. Em um dos episódios, foi picado por formigas carnívoras em um ritual indígena. “Passei mal com aquilo”, relembra. Foi parar até no hospital.

As aventuras de Richard Rasmussen

Ao contrário de muitos programas que vemos, o foco de Richard não são os animais que mais temos em casa, como cachorros e gatos. “São poucos os representantes no Brasil que falam de bichos exóticos”, afirma. O biólogo aproveita para criticar as leis do Brasil quando o assunto é animais selvagens e exóticos. “O País está muito atrasado nesse sentido, é um pecado proibir a venda de repteis no Brasil. E isso infelizmente acaba incentivando o tráfico de animais”, diz. “Tem muita coisa ainda a se fazer no País na questão ambiental.”

O biólogo gosta de saber que muitas crianças optam por ter uma cobra, por exemplo, como bicho de estimação. “É um outro tipo de relação comparando com os cachorros, tem que criar as serpentes num mundo próprio que ela vive, e entender como é esse mundo, inclusive na alimentação. Ter cobra é quase como ter um peixe: você não brinca com ele, mas cria o sentido da responsabilidade na criação.”

Apesar da sua ligação com esses ‘bichos diferenciados’, Richard também está bastante unido aos cães. “Tenho 15 cachorros em casa, não sou só de animais silvestres.”

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar