Mundo Pet
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Mundo Pet
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Mundo Pet
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Quer passar uma noite ao lado de 35 tubarões? Veja como

Guia.Pet
há 2 anos9 visualizações

Definitivamente tem gosto para tudo. Inclusive há gente que sonha e torce para dormir ao lado de tubarões. Não acredita? Veja só essa promoção da Airbnb, que deve receber várias inscrições até dia 3 de abril.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Uma suíte subaquática foi construída no Aquário de Paris, envolta em vidro e a 10 metros de profundidade. São três milhões de litros de água e 35 tubarões. E seis ‘sortudos’ (três ganhadores + acompanhantes) poderão passar a noite neste espaço.

Quer passar uma noite ao lado de 35 tubarões? Veja como

Para conseguir essa hospedagem, basta acionar sua conta no Airnb, entrar na página do concurso e enviar um texto contando um pouco de sua história e por que você deve ganhar esta noite com os tubarões. E olha só que legal: eles aceitam textos em português e ainda pagarão a viagem de avião para os escolhidos. Mais informações aqui:

Fred Buyle, recordista mundial de mergulho livre e fotógrafo marinho, será o anfitrião dos hóspedes, e ele fará apresentações dentro da água junto dos tubarões. Que loucura!

Além da hospedagem (entre 11 e 13 de abril), os ganhadores ainda terão refeição e poderão aprender mais sobre os tubarões. Vai dizer que não é uma grande aventura? Corram lá para se inscrever!

Quer passar uma noite ao lado de 35 tubarões? Veja como
Quer passar uma noite ao lado de 35 tubarões? Veja como
Quer passar uma noite ao lado de 35 tubarões? Veja como

#guiapet #tubarao

Os japoneses deram uma desculpa ridícula para matar 333 baleias na Antártica

Guia.Pet
há 2 anos13 visualizações

Na semana passada, dia 24/3, a frota baleeira do Japão retornou de uma temporada de caça na Antártica com o absurdo número de 333 baleias mortas, sendo 157 fêmeas grávidas. E a desculpa para essa matança não tem colado bem.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Os japoneses deram uma desculpa ridícula para matar 333 baleias na Antártica

O site Vox.com fez uma ampla matéria sobre este assunto. O Japão afirma que está matando as baleias-minke para fins de pesquisa, para estudar sua saúde, idade, dietas e assim por diante. Mas a justificativa não passa de balela, segundo a reportagem: pesquisadores no geral defendem que não é preciso matar para estudar o animal. E, desde 2005, o país tem apenas dois artigos revisados por especialistas. Que pesquisa é essa que nem traz resultados?

O Japão é responsável por 95% das 14.410 baleias mortas para investigação desde 1982. Foi nesse ano que a maioria dos membros da Comissão Baleeira Internacional concordou com uma moratória sobre a caça comercial, com um detalhe: a exceção era para barcos envolvidos em pesquisa científica. E foi essa a desculpa usada pelo Japão pela matança das baleias.

Em 2014, a Corte Internacional da Justiça decidiu que a caça à baleia promovida pelo Japão deveria ser encerrada até o ano passado, justamente por considerar que o que ocorria era a pesca comercial, e não científica. O país acatou a decisão e, no fim de 2015, voltou às missões. E agora retorna de sua aventura com 333 baleias mortas.

De acordo com o site Vox.com, já há algum tempo a carne de baleia não tem sido uma iguaria popular no Japão, mas que a caça à baleia é uma parte antiga da cultura japonesa, segundo o governo.

Infelizmente, ninguém tem conseguido parar essas investidas do país asiático. Até quando veremos mais baleias sendo mortas com a desculpa de fins científicos?

A matéria completa sobre este assunto você pode conferir aqui:

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar