PETS

O sucesso de Alexandre Rossi e sua fiel Estopinha

Guia.Pet
Author
Guia.Pet
O sucesso de Alexandre Rossi e sua fiel Estopinha

São mais de 2 milhões de seguidores no Facebook. O sucesso de Estopinha nas mídias sociais é inacreditável, mas não seria tão estrondoso se ela não fosse a cachorrinha da família de Alexandre Rossi, um dos nomes mais respeitados quando o tema é comportamento animal no País.

Especialista na área, também conhecido como Dr. Pet e apresentador de um quadro no SBT (Desafio Pet, exibido aos domingos pelo Programa Eliana) e de um programa no canal por assinatura National Geographic (Missão Pet), com quem divide as cenas com Estopinha, Alexandre Rossi é também fundador da Cão Cidadão, empresa especializada em adestramento em domicílio e em consultas de comportamento, e autor de sete livros.

Nesta entrevista exclusiva ao Guia Pet, Alexandre Rossi fala sobre os dois cachorros que adotou (Estopinha e Bartho) e que são um sucesso na internet, aborda um pouco como é o seu trabalho e dá várias dicas legais para quem tem um cachorro em casa ou para quem está procurando um novo amigo. “Tem que pesquisar bem a respeito da raça que irá comprar ou procurar um cão para adoção que tenha um temperamento de acordo com seu estilo de vida”, diz.

Como surgiu a Cão Cidadão?

A Cão Cidadão foi criada com o intuito de oferecer ajuda a famílias com Pets, especialmente cães. Mais do que adestrar, queríamos incluir o cão na família e na sociedade. Desde seu início, já ajudamos milhares de famílias a conviver melhor com seus cães e gatos.

Todos os cachorros deveriam ser adestrados? E quando começar esse processo?

Sim. O adestramento não é só ensinar comandos bonitinhos para o cão, ele é um processo que envolve o conhecimento a respeito de como eles pensam, e o aprendizado de comportamentos importantes para a convivência do cão com a família e a sociedade, no dia-a-dia. O processo começa desde o primeiro dia do cachorro em casa, quanto mais cedo melhor, sempre através do reforço positivo.

Normalmente de quem é a culpa pelo mau comportamento dos cachorros? Deles mesmos ou dos donos?

Existem tanto comportamentos herdados como aprendidos, mas o mais importante é que, independente da causa, o dono é sempre parte da solução. Por isso o envolvimento deles no adestramento é primordial para a melhora do cão.

O sucesso de Alexandre Rossi e sua fiel Estopinha

Dar broncas no cão quando ele faz algo errado funciona?

O comportamento errado deve ser corrigido na hora exata em que acontece, para que o cão entenda. Por outro lado, é igualmente importante recompensar e dar atenção ao cão quando ele estiver fazendo a coisa certa.

Existem raças mais fáceis ou mais difíceis de ser adestradas?

Cada raça e, mais importante, cada indivíduo, tem um temperamento e características individuais que devem sempre ser levadas em consideração na hora do treino. Algumas raças podem ter mais facilidade em obedecer os donos do que outras pela seleção genética, como por exemplo as raças de trabalho; outras são mais independentes, mas todas podem aprender.

Como fazer com que o animal faça suas necessidades no lugar certo? Tem alguma técnica específica?

O cão deve ser levado ao local correto sempre que estiver com vontade de fazer suas necessidades, e nos filhotes isso acontece logo após acordar, comer, beber água ou brincar, por exemplo. Devemos esperar um pouquinho e, assim que o cão fizer corretamente, recompensar com um petisco muito gostoso e carinho. Nunca dê bronca caso ele esteja fazendo no local inadequado, isso o deixará com medo de se aliviar na sua frente e dificultará muito o treino.

É saudável tratar os cachorros como se fossem filhos? Ou é um problema essa 'humanização'?

A humanização é prejudicial na medida em que ficamos chateados com os cães por exibirem comportamentos próprios da espécie. Da mesma forma, se torna muito prejudicial quando impedimos os cães de exibirem esses comportamentos, prejudicando assim seu bem-estar e qualidade de vida. Algumas pessoas não deixam o cão andar na rua no chão para não se sujar, por exemplo. Devemos sempre tratá-los com muito amor e carinho, mas sem esquecer que algumas vezes eles possuem necessidades diferentes das nossas.

O sucesso de Alexandre Rossi e sua fiel Estopinha

Qual é o maior desafio ou situação inusitada que já passou no seu trabalho? Já levou muita mordida?

Foi ensinar elefantes a ligar um registro para poderem tomar banho num zoológico no interior de São Paulo. Assim que conseguiram aprender, tomaram um susto com a água. Tivemos que acostumá-los a tomar banho para que eles quisessem ligar novamente o registro. Sobre mordidas, já perdi as contas. Eu tomo mordida dos cães pequenos, pois me arrisco mais. Se fizesse a mesma coisa com os animais maiores, com certeza já estaria morto.

Quais são os maiores erros que os donos dos pets cometem? Tem algumas dicas para quem vai ter um cachorro pela primeira vez?

O maior erro é não compreender de que forma o cão aprende e tentar ensiná-lo "do nosso jeito", passando muito tempo tentando treinar o cão da maneira errada e se frustrando por não conseguir. A dica é, primeiro, pesquisar bem a respeito da raça que irá comprar ou procurar um cão para adoção que tenha um temperamento de acordo com seu estilo de vida. Depois, procurar se informar a respeito de adestramento, se necessário procurar ajuda profissional logo no começo. Algumas dicas podem evitar uma grande dor de cabeça no futuro.

A Estopinha é um sucesso na internet. Hoje quem é mais famoso: você ou a Estopinha?

A Estopinha, com certeza! rs

Como a Estopinha lidou com a chegada do 'irmão' Barthô? E como fazer para que um cachorro se acostume com a chegada de novos cães em casa?

Ela lidou bem, mas se incomodava um pouco quando ele invadia o espaço dela. Hoje ela o adora e o procura para brincar sempre que está mais animada. Claro que ele nunca rejeita os pedidos dela! A chegada de um novo cão deve ser sempre avaliada com cuidado, dependendo do cão que você já tem. Avaliar se é melhor um filhote, um adulto, macho ou fêmea, para evitar conflitos. O novo membro deve ser sempre associado a coisas boas para o mais velho, como mais atenção e carinho quando ele está por perto. Regras e limites também devem ser bem estabelecidos para evitar brigas.

Quais são seus projetos atuais? E tem mais alguma coisa em mente?

Estou procurando me dedicar cada vez mais aos estudos e acompanhar o trabalho de cientistas e experts no mundo todo. Além de aprender, quero poder divulgar e compartilhar o que eu for aprendendo através de várias mídias, como revistas, jornais, programas de TV, Facebook, etc. Acho que é essa a minha missão.