OUTROS

Segurança no trânsito: também há regras para transportar cachorros e gatos

Guia.Pet
Author
Guia.Pet

Quem tem um cachorro ou gato em casa está acostumado a levá-lo no carro algumas vezes. Pode ser para um passeio ou mesmo para ir ao veterinário. Mas, para isso, é preciso seguir algumas regras, que nem sempre as pessoas sabem ou se lembram.

O artigo 235 do Código de Trânsito Brasileiro considera infração grave transportar animais nas áreas externas do veículo. E o artigo 252 diz que é infração média se o motorista levar o pet no banco dianteiro ou entre os braços e pernas. Todo mundo já viu um cachorro com a cabeça para fora do carro, mas você deve evitar pois isso pode causar danos aos animais, como ressecamento nos olhos ou infecção nos ouvidos.

Segurança no trânsito: também há regras para transportar cachorros e gatos

Bem verdade que o nosso Código de Trânsito não especifica certinho como os animais devem ser transportados nos carros, mas eles devem sempre estar nos bancos de trás e, para a sua segurança, presos. Segurança dos próprios cães (e gatos) e também dos motoristas.

Para os gatos, o ideal são mesmo as caixas de transporte, que também são utilizadas com os cachorros. Esses, no entanto, têm uma variedade maior de escolha: há cintos de segurança especiais (indicados normalmente para cachorros maiores) e as cadeirinhas e assentos, para animais de pequeno e médio portes e que são encaixadas nos bancos traseiros, além de vir com uma coleira do tipo peitoral.

Segurança no trânsito: também há regras para transportar cachorros e gatos

Um cachorro solto no carro pode ser ruim para o motorista: dependendo do tamanho do animal, o dono pode ter sua visão da rua prejudicada, e nunca se sabe se o cão vai se mexer ou pular dentro do carro: ele pode se assustar com uma freada ou com os barulhos da rua, por exemplo.

Além de o ideal ser deixar o animal preso e protegido, outros cuidados devem ser levados em conta pelo motorista: o ar-condicionado pode ser prejudicial ao animal e quase nunca é bom fazer viagens longas com eles. Mas o importante mesmo é se lembrar da regra básica, para nós e os animais: a segurança é o que mais importa.

#pet #guiapet #transito #dog #cat #gato #cachorro