Como sair da lama econômica?
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Como sair da lama econômica?
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Como sair da lama econômica?
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Por que o Rio de Janeiro não paga os funcionários com “cariocoins”?

Gustavo Kahil
há 9 meses1 visualizações
Por que o Rio de Janeiro não paga os funcionários com “cariocoins”?
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Os estados estão em uma grave crise, o Brasil está em uma grave crise. A farra do governo federal e das isenções fiscais do governo PT (lembra do IPI zero? Os acionistas da Fiat se lembram bem felizes) acabou e, mais uma vez, quem vai pagar por tudo isso é você. Na carne. A brincadeira ideológica com a economia brasileira lhe roubou o emprego e o seu salário.

E agora, com resolver? Ninguém vai emprestar para esses estados falidos... é a crise das crises. O que fazer?

Na verdade, todo mundo sabe o que fazer. A realidade, entretanto, é ainda pior. Veja só, caro leitor, antes da crise todo mundo também já sabia o que era para fazer: não gastar tanto com tanta bobagem. Com os bancos e os mercados virando as costas, lá veio paizão governo federal para dar uma mão amiga em troca de disciplina.

MAS...será que os estados não querem se comprometer? E, se o governo ajudar, o famoso “risco moral” pode dar as caras. Vai parecer aquele paizão com o qual o filho adolescente sempre pode contar e assim continua irresponsável. Então, se eu sou um governante irresponsável, o que eu posso fazer para pagar as contas? Disciplina? Alguém compra essa ideia?

Bomba na mão de cada um

Um caso interessante aconteceu na crise de 2001 da Argentina. A bagunça na economia era parecida com a nossa e levou uma década para melhorar.

Os estados argentinos ficaram sem dinheiro e crédito e resolveram inventar uma moeda própria para pagar os seus funcionários, os chamados Patacones. Era muito parecido com uma nota de peso argentino, mas no verso da nota tinha um contrato. No final do ano você poderia levar essa nota a um banco e trocar 100 patacones por 107 pesos. O comércio aceitou a ideia – não tinha outra opção - e até aceitava com um descontinho...

Hoje com tecnologias mais avançadas, poderia se pensar até em uma espécie de bitcoin para pagar os funcionários. Talvez seja melhor do que não pagar. Uma solução um pouco “heterodoxa”, como já cansamos de ver de nossos governos no último século de economia no Brasil. Mas é sempre bom relembrar a história de como os governos conseguem ser mais criativos do que responsáveis. Quem tem um filho adolescente pode enxergar alguma semelhança.

Ps. Claro que essa ideia é maluca e, graças a Deus o Brasil passou essa fase, mas o objetivo aqui é mostrar como os governos podem ter ideias malucas e, ainda assim, executá-las. Como também mentem a toda hora. E isso fazem muito bem.

O Brasil deve R$ 4 tri e quem vai pagar é você! Ainda é contra o teto de gastos?

O Brasil deve R$ 4 tri e quem vai pagar é você! Ainda é contra o teto de gastos?
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Esta semana foi publicado um dado assustador: A dívida pública estará beirando os 4 trilhões de reais.

Com uma população ocupada na melhor das hipóteses de 80 milhões (lembrando que são menos de 40 milhões de carteiras assinadas), quem trabalha deve entender essa notícia como um empréstimo que fez de 50 mil reais e agora vai ter que pagar. É como um consignado obrigatório. É bom lembrar que isso não precisa ser assim...

Em muitos países o governo faz uma poupança, e não um consignado para você. Apenas como comparação, o fundo soberano de Abu Dhabi, tem quase o mesmo valor de poupança (900 bilhões de dólares), para dividir entre seus 500 mil habitantes não-estrangeiros, ou mais de 1,5 milhão de dólares por cabeça, ou mais de 5 milhões de dólares por família. Que tal, hein?

Com uma renda média de pouco mais de 2 mil reais por mês no Brasil, fica difícil saber como pagar essa conta. Até dá para pensar como vai ser pago... talvez quem receba mais irá pagar uma proporção bem maior... ou a dívida acumule. Bom, você pode começar a pensar em como pagar, e tenha uma boa noite de sono hoje à noite.

E aí...você ainda é contra o teto de gastos?

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por