LGBT

6 filmes LGBT que você não pode deixar de assistir esse ano

Author

Uma lista com as produções que estreiam em breve e merecem a sua atenção 

6 filmes LGBT que você não pode deixar de assistir esse ano

Foto: Uma Mulher Fantástica (Divulgação/ Reprodução)

Com a virada do ano, fica aquela expectativa de que a indústria do cinema continue a nos presentear com cada vez mais produções genuinamente autênticas e com mensagens importantes sobre esse nosso mundão, vide “Corra!” e o racismo, no ano passado.

E se a representatividade feminina e o empoderamento ganharam ainda mais força com “Mulher Maravilha”, para esse ano esperamos que outros filmes sigam esse exemplo. Não só isso, que abordem também, com a mesma força, narrativas com a temática LGBT.

Sim, ainda é preciso.

Em obras mais indie, é relativamente comum encontrar histórias complexas e interessantes com personagens gays no protagonismo. Mas já nas telonas e premiações, é difícil se deparar com uma trama do gênero que realmente tenha caído no gosto do público, com exceção de alguns longas premiados, a exemplo de “Moonlight: Sob a Luz do Luar”, em 2016.

Claro, nem todo bom filme precisa ser profundo (eu amo comédias românticas, por exemplo!), e nem todo filme com temática LGBT precisa ser um dramalhão do Oscar.

Porém, enquanto blockbusters ainda evitam esse assunto de maneira explícita (ou realista), já anote no calendário e veja aí essa lista com novidades que você não perder:

Love, Simon

Com uma pegada teen e de comédias românticas, esse filme conta com elenco bem conhecido, incluindo Nick Robinson (Jurassic World), Jennifer Garner e Katherine Langford (13 Reasons Why). Adaptado do best-seller “Simon vs. a agenda Homo Sapiens”, de Becky Albertalli, tem a direção ao encargo de Greg Berlanti (das séries Arrow, The Flash e Supergirl. A trama acompanha Simon Spier, um menino que ainda não se assumiu para família e amigos, que se apaixona por um colega de classe e decide lutar para ter sua própria história de amor. 

Saturday Church

Considerado uma mistura de “La La Land” e “Moonlight”, tem uma trama envolvente e muita música. A história acompanha Ullysses, um garoto que precisa lidar com a morte do pai, e acaba se tornando o “homem da casa” com apenas 14 anos. Ao mesmo tempo, deve lidar com as questões de identidade de gênero e sexualidade. Como sua família é conservadora, ele descobre sua liberdade e paixão pela dança num grupo de jovens LGBT.

Me Chame pelo Seu Nome

Esse novo queridinho dos cinéfilos é baseado no romance homônimo escrito pelo egípcio André Aciman, o filme acompanha uma temporada de férias de Elio (Timothée Chalamet), em 1983, na casa de campo da sua família intelectual. O pai, um acadêmico, irá receber o também estudioso Oliver para ajudá-lo numa pesquisa, mas ele acabará se aproximando do jovem Elio. O grande trunfo do diretor Luca Guadagnino (100 Escovadas Antes de Dormir) é a beleza estético da obra, além da abordagem do relacionamento afetuoso entre os dois rapazes, sem um efeito dramalhão.

The Miseducation of Cameron Post

6 filmes LGBT que você não pode deixar de assistir esse ano

Também inspirado em um livro homônimo, o longa é estrelado por Chloë Grace Moretz, que interpreta uma garota que é flagrada na festa de formatura beijando outra menina por sua tia conservadora. Por conta disso, acaba sendo levada a um daqueles acampamentos com “terapia de conversão”. A realidade não é fácil, mas ao conhecer outros jovens como ela, acaba finalmente se encontrando.

Uma Mulher Fantástica

Com quase 100% de aprovação no Rotten Tomatoes, é um melodrama que foge do convencional. Sucesso de crítica, já conquistou o Urso de Prata no último Festival de Berlim pelo roteiro. A narrativa traz Marina (interpretada pela ótima Daniela Vega), uma garçonete transexual que tem o sonho de ser cantora. Após a morte repentina de seu namorado, um homem casado com filhos, a sua vida muda inesperadamente. Mesmo com o luto, ela sempre encontra forças, e está longe de ser um estereótipo. 

Disobedience

6 filmes LGBT que você não pode deixar de assistir esse ano

Outro filme que vem sendo aclamado pela crítica, traz as excelentes Rachel Weisz e Rachel McAdams no protagonismo, e traz uma mulher que deve voltar para a sua comunidade judaica ortodoxa, no norte de Londres, após a morte do seu pai, um rabino. Lá, porém, recorda uma paixão pela sua melhor amiga de infância. Estreia na língua inglesa do diretor chileno Sebastián Lelio, é um drama inteligente, e uma história de amor “proibido” - daí o título.