Minha Série, Minha Vida
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Minha Série, Minha Vida
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Minha Série, Minha Vida
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

A despedida dolorosa (e necessária) de Orphan Black

Júlia Korte
há 7 meses31.7k visualizações

Porque a série vai acabar no momento certo e tudo que já sabemos sobre a nova temporada

A despedida dolorosa (e necessária) de Orphan Black
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Os fãs de Orphan Black, como eu, já estão lamentando o fim da série na quinta temporada, que tem estreia programada em 10 de junho nos EUA.

Confira o teaser:

A ansiedade é grande. E, agora, para acalentar os corações enquanto o trailer não chega, a BBC América divulgou as primeiras fotos oficiais da trama estrelada por Tatiana Maslany, que interpreta as personagens Sarah, Helena, Rachel, Alison e Cosima.

Veja algumas das imagens abaixo:

A despedida dolorosa (e necessária) de Orphan Black

Delphine e Cosima

A despedida dolorosa (e necessária) de Orphan Black

Sarah

A despedida dolorosa (e necessária) de Orphan Black

Rachel e Sarah

A despedida dolorosa (e necessária) de Orphan Black

Felix, Sarah e Mrs. S

A despedida dolorosa (e necessária) de Orphan Black

Ferdinand 

A despedida dolorosa (e necessária) de Orphan Black

Donnie, Alison e Felix

A despedida dolorosa (e necessária) de Orphan Black

Rachel e Ira

A despedida dolorosa (e necessária) de Orphan Black

Mrs. S, Sarah e Kira

A despedida dolorosa (e necessária) de Orphan Black

Helena

Se você está se perguntando “por que agora?”, nós trazemos a razão. Segundo um dos criadores, John Fawcett, o fim trará respostas. Isso é tão óbvio quanto maravilhoso. Calma. É que para quem acompanha a história desde o início, enquanto a adrenalina aumentou entre tantas reviravoltas, o mistério também. Sendo assim, é de extrema importância que essas perguntas deixem de pairar no ar.

Veja bem, todo bom fã sempre quer continuar devorando episódios atrás de episódios e raramente cansamos de ver nossos personagens na telinha. Porém, é melhor essa sensação do que acabar como um Dexter ou The OC em que você assite até o final simplesmente porque perdeu centenas de horas antes, sendo que a produção já não tem os mesmos atrativos de antes. Pior ainda, quando o nó é tão grande que nem o fim consegue explicar e todos ficamos cheios de perguntas – não num bom sentido – como aconteceu com Lost.

Teorias são legais e fazem parte desse desejo insaciável de consumir o próximo episódio, como é com Game of Thrones, Walking Dead e Westworld que conseguem prender milhares de espectadores semana atrás de semana. Só que uma hora é necessário se despedir.

Na sinopse dessa nova temporada, a ameaça da Neolution ganhar acesso total à engenharia de clonagem está a cada dia maior, enquanto Sarah e as demais clones tenta tomar o controle do jogo e proteger a família. É claro, uma personagem será vital nesse sentido: Kira Manning.

Chegou a hora de entendermos mais a fundo a conspiração e descobrir a verdade. É a melhor solução para manter a qualidade, ainda mais em um seriado que sempre teve um alto padrão de narrativa e em brincar com a emoção dos espectadores. Logo, não podemos deixar de concordar com os criadores: como um programa de TV, é melhor se cancelar, do que ser cancelado. 

A própria atriz declarou também ano passado que “os fãs do seriado ficarão satisfeitos”. No plano sempre foram 5 temporadas e é genuinamente legal que eles estejam cumprindo isso. Quantas vezes não escutamos que seria o fim e, de repente, não é mais? Só que tudo está ruim e a bagunça não tem mais volta... 

 Melhor manter a memória afetiva positiva. Humor, suspense, ação e ficção científica, uma combinação improvável e prazerosa que define Orphan Black. Vai deixar saudades, mas sempre terá um espaço no coração. E talvez até para relembrar quando bater a vontade. <3 

Dito isso, vem logo junho! 

"Young Sheldon" não é o único spin-off que vai ao ar em 2017

Júlia Korte
há 7 meses19.0k visualizações

Confira uma lista com os programas derivados de outras séries amadas que vão lançar esse ano 

"Young Sheldon" não é o único spin-off que vai ao ar em 2017
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Essa semana foi anunciado — para a alegria dos fãs — que a emissora americana CBS produzirá um spin-off da série “The Big Bang Theory”. Focada na juventude do protagonista (e melhor personagem), Sheldon Cooper, a produção será transmitida a partir de setembro na TV americana. 

Não é sem surpresa que recebemos a novidade. Criada em 2007, "The Big Bang Theory" foi, nesta última temporada, o programa não esportivo mais visto nos Estados Unidos, assim como nos três anos anteriores. 

Interpretado por Iain Armitag (que atuou na série da HBO "Big Little Lies"), "Young Sheldon" mostrará o personagem com 9 anos, quando já está no ensino médio, uma vez que tem um QI de 187. Lembrando que o pequeno gênio se formou aos 11 anos e obteve seu primeiro doutorado aos 16.

Com a notícia, é claro que as expectativas estão altas! Mas enquanto a data de estreia não chega, há outras novidades incríveis na programação, também derivadas dos nossos favoritos da telinha — e que você talvez nem saiba que pode matar a vontade. 

Veja: 

1. 24: Legacy

"Young Sheldon" não é o único spin-off que vai ao ar em 2017

A saudade tem um nome e ela chama Jack Bauer. Afinal, quem não perdeu o fôlego com o protagonista no incrível programa 24? Entra em cena então essa história em que Eric Carter (Corey Hawkins), um militar que acaba de voltar para casa, deve liderar uma missão para impedir um ataque terrorista em solo norte-americano, com ajuda do CTU, a agência federal contraterrorismo. Se a trama for tão excitante quanto a premissa, chega logo no Brasil! 

2. The Good Fight

"Young Sheldon" não é o único spin-off que vai ao ar em 2017

É disso que eu estou falando muito escândalo e intriga de advogados. Depois do amargurado fim de “The Good Wife”, teremos a possibilidade de rever muito drama e politicagem com essa produção, que retoma a trama um ano após o fim da série original. Agora, Diane Lockhart e Lucca Quinn devem lidar com um escândalo financeiro gigante. 

3. The Blacklist: Redemption

"Young Sheldon" não é o único spin-off que vai ao ar em 2017

Com 8 episódios, a nova série da NBC é derivada de The Blacklist e acompanha o personagem Tom Keen (Ryan Eggold), depois de ser recrutado por Susan “Scottie” Hargrave (Framke Janssen), chefe de uma firma de segurança internacional, para auxiliar no resgate de um agente da CIA que foi sequestrado. Parte de uma organização mercenária, eles irão mexer nos problemas que os governos não tocam. 

4. Class

"Young Sheldon" não é o único spin-off que vai ao ar em 2017

A queridinha e clássica britânica “Doctor Who”, série produzida e transmitida pela BBC desde 1963, ganha agora novas aventuras. A nova narrativa vai trazer os altos e baixos na vida de estudantes da London’s Coal Hill School, e do professor de física Miss Quill (Katherine Kelly), enquanto Londres enfrenta perigos nas barreiras de espaço e tempo. O primeiro episódio terá a participação especial de Peter Capaldi, 12º Doutor.

5. The Punisher

"Young Sheldon" não é o único spin-off que vai ao ar em 2017

Depois do sucesso do personagem Frank Castle em "O Demolidor", do Netlix com a Marvel, "O Justiceiro" ganhará uma série própria. O excelente Jon Bernthal irá novamente voltar ao papel de vigilante ao lado de Deborah Ann Woll (Karen Page). Haja coração para tanta ansiedade! 

Nenhuma delas tem data definida de estreia por aqui, então para quem não é fã de streaming, resta ir fazendo o estoque de pipoca para as maratonas. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
julia.korte
Jornalista e geek de coração. Praticante de binge-watching. Vive a base de cafeína e boa música. Um crush eterno em cinema e seriados.