Minha Série, Minha Vida
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Minha Série, Minha Vida
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Minha Série, Minha Vida
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Confira os melhores momentos e a lista completa de vencedores do Emmy 2017

Júlia Korte
há um mês2.4k visualizações

Trump foi atacado, "RuPaul"teve seu momento, mas as grandes séries campeãs foram "The Handmaid´s Tale" e "Big Little Lies"

Confira os melhores momentos e a lista completa de vencedores do Emmy 2017
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Foto: reprodução/ HBO

A noite da grande festa da televisão aconteceu nesse domingo, dia 17, em Los Angeles, Califórnia. Foi a 69ª edição do Emmy Awards, conhecido também como o "Oscar da TV". 

Apresentado pelo excelente Stephen Colbert, esse ano o evento não decepcionou; teve grandes estrelas no tapete vermelho, incluindo os fofos de "Stranger Things" arrasando, esquetes divertidos e politizados atacando o presidente Trump, e os grandes indicados da noite, como "Big Little Lies" e "Veep" marcando presença. Curiosamente, "Westworld" e "Feud", que eram cotadas para alguns prêmios, acabaram não levando a melhor. 

Como sempre, foi relativamente previsível (é quase uma tradição). Por outro lado, "Game of Thrones", a série que mais venceu na história da premiação, não concorreu essa noite, já que sua última temporada não estreou a tempo, o que foi ótimo, pois abriu espaço para outras revelações. Uma bela surpresa foi assistir "The Handmaid´s Tale” ganhar como "Melhor Série Dramática", “Veep” como "Melhor Série de Comédia”, e “Big Little Lies”, como "Melhor Minissérie ou Filme". 

No palco, Colbert estava afiado e brincou: “A maior estrela da TV do ano passado foi Donald Trump”, continua Colbert. “Donald Trump foi indicado várias vezes ao Emmy por "Celebrity Apprentice", mas nunca ganhou. Por que vocês nunca deram um Emmy a ele? Se ele tivesse ganhado, ele nunca teria se candidatado à presidência. É culpa de vocês. (…) Ao contrário da presidência, o vencedor do Emmy é escolhido por voto popular.” 🔥🔥🔥

Na mesma linha, foi uma delícia assistir Alec Baldwin ganhar a estatueta de ator coadjuvante em série cômica por sua interpretação famosa de Trump em "Saturday Night Live". Roubando a cena, declarou no discurso: “Acho que eu deveria dizer: senhor presidente, finalmente, aqui está o seu Emmy”.

Mas a hora e a vez realmente foi delas. Entre os destaques, Laura Dern, favorita, vencendo como melhor atriz coadjuvante por "Big Little Lies", destacando que "tem orgulho de refletir mulheres ferozes que encontraram a sua voz", a incrível Kate McKinnon, de "Saturday Night Live", que levou a estatueta pelo segundo ano consecutivo por melhor atriz coadjuvante em série cômica, e Elisabeth Moss, que após seis indicações finalmente voltou com a estatueta para casa. Sem contar que "Big Little Lies" e ""The Handmaid´s Tale", que trazem mulheres como protagonistas envolventes e temáticas relevantes, foram consagradas as grandes vencedoras.  

"Master of None", que ganhou roteiro de série cômica (merecido!), foi especial por mais um motivo. O episódio em questão, foi um do Ação de Graças, que mostra o que o feriado ao longo de vários anos representa aos personagens Dev (Aziz Ansari) e Denise (Lena Waithe). Lena foi impactante. Ao receber o prêmio disse: “As coisas que nos fazem diferentes são super poderes”. Com excelente atuação, foi um brinde à diversidade. E Lena Waithe é agora a primeira mulher negra a ganhar o Emmy de roteiro de comédia. 👏👏👏

Ainda uma bela surpresa da noite foi Donald Glover levar seu primeiro Emmy como melhor diretor em série comédia por "Atlanta". Ele torna-se, assim, também o primeiro diretor negro a vencer a categoria. Antes tarde do que nunca para começarmos a dar espaço para a diversidade, hein? A cereja do bolo foi ele ter recebido o prêmio do icônico Dave Chapelle.  

Outro momento super divertido foi quando a drag RuPaul fez uma participação como "a Emmy", a estatueta em si. “O Oscar é bonitinho, namorei com ele por um tempo. Mas não acredito em um homem nu que segura uma espada.”, disse. Arrasou!

Abaixo, a lista completa dos vencedores: 

Melhor Série de Drama: The Handmaid's Tale

Melhor Série de Comédia: Veep

Melhor Telefilme: Black Mirror - San Junipero

Melhor Minissérie ou Série Limitada: Big Little Lies

Melhor Ator em Série de Drama: Sterling K. Brown (This Is Us)

Melhor Atriz em Série de Drama: Elisabeth Moss (The Handmaid's Tale)

Melhor Ator Coadjuvante em Série de Drama: John Lithgow (The Crown)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Drama: Ann Dowd (The Handmaid's Tale)

Melhor Ator Convidado em Série de Drama: Gerald McRaney (This Is Us)

Melhor Atriz Convidada em Série de Drama: Alexis Bledel (The Handmaid's Tale)

Melhor Ator em Série de Comédia: Donald Glover (Atlanta)

Melhor Atriz em Série de Comédia: Julia Louis-Dreyfus (Veep)

Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia: Alec Baldwin (Saturday Night Live)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia: Kate McKinnon (Saturday Night Live)

Melhor Ator Convidado em Série de Comédia: Dave Chapelle (Saturday Night Live)

Melhor Atriz Convidada em Série de Comédia: Melissa McCarthy (Saturday Night Live)

Melhor Ator em Série Limitada ou Telefilme: Riz Ahmed (The Night Of)

Melhor Atriz em Série Limitada ou Telefilme: Nicole Kidman (Big Little Lies)

Melhor Ator Coadjuvante em Série Limitada ou Telefilme: Alexander Skarsgard (Big Little Lies)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Limitada ou Telefilme: Laura Dern (Big Little Lies)

Melhor Direção em Série de Drama: The Handmaid's Tale, Reed Morano

Melhor Direção em Série de Comédia: Atlanta, Donald Glover

Melhor Direção em Série Limitada ou Telefilme: Big Little Lies, Jean Marc-Vallée

Melhor Roteiro em Série de Drama: The Handmaid's Tale, Bruce Miller

Melhor Roteiro em Série de Comédia: Master of None, Lena Waithe e Aziz Ansari

Melhor Roteiro em Série de Limitada ou Telefilme: San Junipero (Black Mirror), Charlie Brooker

Melhor Programa de Esquetes: Saturday Night Live

Melhor Programa de Variedade: Last Week Tonight with John Oliver

Sem "Game of Thrones", confira as grandes apostas para o Emmy 2017

Júlia Korte
há um mês1.4k visualizações

Uma lista com as principais estrelas e séries indicadas na premiação

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
Sem "Game of Thrones", confira as grandes apostas para o Emmy 2017

Foto: Westworld/ Divulgação (HBO)

Com as expectativas aumentando para a maior premiação da televisão, o Emmy Awards 2017, que ocorrerá nesse domingo, dia 17, fizemos uma lista com as nossas apostas para os vencedores das principais categorias. 

Sem "Game of Thrones" esse ano, devemos ter mais espaço para as novidades e grandes revelações. Para tal, consideramos popularidade e a crítica. Confira: 

Melhor Série de Comédia

  • Modern Family (ABC)
  • Silicon Valley (HBO)
  • Unbreakable Kimmy Schmidt (Netflix)
  • Veep (HBO)
  • Atlanta (FX)
  • Black-ish (ABC)
  • Master of None (Netflix)

Modern Family é a grande queridinha da categoria ao lado de Veep, que ganhou em 2015 e 2016. Então, provavelmente esse ano (ou ao menos esperamos!), outra série ganhe destaque. No caso, a nossa aposta vai para Atlanta (FX). Com a Donald Glover e uma história simples, essa trama cheia de ironias se tornou um fenômeno no último ano, tendo vencido o Globo de Ouro, o Critics’ Choice Awards e o TCA Awards. A concorrência está difícil, mas nossa torcida tem dono. 

Melhor Atriz em Série de Comédia

  • Pamela Adlon (Better Things)
  • Ellie Kemper (Unbreakable Kimmy Schmidt)
  • Alison Janney (Mom)
  • Julia Louis-Dreyfus (Veep)
  • Lily Tomlin (Grace & Frankie)
  • Jane Fonda (Grace & Frankie)
  • Tracee Ellis Ross (Black-ish)

Como fã, adoraria ver o prêmio ir para Jane Fonda ou Ellie Kemper. Porém, é quase certo que teremos Louis-Dreyfus levando para casa a estatueta. Ela vem sendo extremamente elogiada - como sempre! - então é uma das favoritas. Curiosamente, Alison Janney estava como atriz coadjuvante no passado, então pode ser que tenhamos alguma surpresa, embora improvável. 

Melhor Ator em Série de Comédia

  • Anthony Anderson (Black-ish)
  • Aziz Ansari (Master of None)
  • Donald Glover (Atlanta)
  • Jeffrey Tambor (Transparent)
  • Zach Galifianakis (Baskets)
  • William H. Macy (Shameless)

Olha, Aziz Ansari ou Donald Glover realmente merecem o prêmio. São destaques belíssimos da comédia. Contudo, o Emmy é um prêmio tradicional em alguns quesitos. Assim, é bem provável que Jeffrey Tambor acabe ganhando. Não que não seja merecido, pelo contrário, seu papel é difícil e a série é excelente. Mas poderia ser interessante uma escolha menos óbvia.

Melhor Série de Drama

  • Better Call Saul (AMC)
  • Stranger Things (Netflix)
  • House of Cards (Netflix)
  • The Crown (Netflix)
  • The Handmaid’s Tale (Hulu)
  • This Is Us (NBC)
  • Westworld (HBO)

Particularmente, não sei o que Stranger Things faz aí nesse bolo. House of Cards é uma boa escolha, mas não teve sua melhor temporada. This is Us preenche os requisitos de um drama, mas talvez não mereça tanto quanto outras. Resumindo, é uma grande confusão essa categoria e até leve injustiça considerando o estilo das séries, tão diferentes entre si. Westworld é o grande favorito com 22 indicações. Mesmo assim, fico com The Handmaid's Tale, pois é muito relevante a temática, as atuações são excelentes e é, acima de tudo, ousada.

Melhor Atriz em Série de Drama

  • Claire Foy (The Crown)
  • Elisabeth Moss (The Handmaid’s Tale)
  • Evan Rachel Wood (Westworld)
  • Keri Russell (The Americans)
  • Robin Wright (House of Cards)
  • Viola Davis (How to Get Away with Murder)

Verdade seja dita, quem realmente deveria levar o prêmio é Moss, que está vivendo uma das melhores personagens do ano - e já foi indicada 6 vezes por Mad Man e nunca levou. Porém, Claire Foy já levou o Globo de Ouro e o SAG Awards, o que indica que deve vencer essa rodada novamente. Viola Davis e Robin Wright são ótimas, mas não fizeram as melhores campanhas. 

Melhor Ator em Série de Drama

  • Anthony Hopkins (Westworld)
  • Bob Odenkirk (Better Call Saul)
  • Kevin Spacey (House of Cards)
  • Matthew Rhys (The Americans)
  • Liev Schreiber (Ray Donovan)
  • Sterling K. Brown (This Is Us)
  • Milo Ventimiglia (This Is Us)

Ray Donovan nunca chamou tanta atenção da mídia, mas seria lindo ver Liev levando para casa o prêmio. Sterling seria um bom vencedor, pois sua atuação dramática se encaixa bem na categoria. Além disso, ele já tinha chamado atenção da crítica com The People v O.J. Simpson: American Crime Story. Importante também reiterar que ele seria o primeiro negro a vencer como melhor ator em drama desde 1998. Sendo realista, Hopkins é um candidato forte e Westworld tem mais chances de levar um grande prêmio com ele. 

Melhor Minissérie

  • Big Little Lies (HBO) 
  • Fargo (FX)
  • Feud (FX) 
  • Genius (National Geographic) 
  • The Night Of (HBO) 

Essa categoria raramente chama atenção do público. Para a surpresa de muitos, esse ano está cheia de hits, como foi o caso da estrondosa Big Little Lies. No caso, Feud conquistou o público e a crítica, portanto, é uma aposta relativamente segura. Seria impressionante ver Genius levar, por exemplo, já que traz a inusitada história de Albert Einsten, mas duvido. 

Melhor atriz em Minissérie ou Filme para TV

  • Carrie Coon (Fargo)
  • Felicity Huffman (American Crime)
  • Nicole Kidman (Big Little Lies)
  • Jessica Lange (Feud)
  • Susan Sarandon (Feud)
  • Reese Witherspoon (Big Little Lies)

Seria bem interessante ver Felicity levar o prêmio para casa. Ou Reese Witherspoon, que é uma excelente atriz. Porém, seguindo a premissa ali de cima, fico com Susan Sarandon, Feud. Foi uma coisa de outro mundo sua interpretação. 

Melhor Ator em Minissérie ou Filme para TV

  • Riz Ahmed (The Night Of)
  • Benedict Cumberbatch (Sherlock)
  • Robert De Niro (The Wizard of Lies)
  • Ewan McGregor (Fargo)
  • Geoffrey Rush (Genius)
  • John Turturro (The Night Of)

Um queridinho como ele numa série de destaque tão amada é uma escolha provável e óbvia. The Night Of ou Fargo mereciam levar uma estatueta para casa, mas acredito que ficarão de mão abanando dessa vez. 

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
julia.korte
Jornalista e geek de coração. Praticante de binge-watching. Vive a base de cafeína e boa música. Um crush eterno em cinema e seriados.