Minha Série, Minha Vida
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Minha Série, Minha Vida
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Minha Série, Minha Vida
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Conheça a série de TV que deve estressar a Família Real Britânica

Júlia Korte
há 25 dias25.2k visualizações

O ex-marido de Meghan Markle, atriz de Suits e a atual namorada do príncipe Harry, está produzindo uma comédia para TV sobre divórcio e a realeza. Promete bafafá sim ou óbvio?

Conheça a série de TV que deve estressar a Família Real Britânica
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Foto: Reprodução/ Hollywood Life

Ai, ai, ai. O produtor Trevor Engelson, ex-marido da atriz Meghan Markle, por acaso a atual namorada do príncipe Harry, está dando o que falar essa semana na imprensa internacional, após ter anunciado que iria fazer uma série de TV sobre “uma mulher que deixa o marido para se casar com um príncipe britânico”.

Parece que os níveis de mesquinhez após um divórcio atingiram um novo nível, não é mesmo? 

Meghan e Trevor ficaram apenas 1 ano juntos, após o casamento em 2012. Curiosamente, a notícia veio a público na mesma semana da primeira aparição pública da atriz de Suits com o príncipe Harry, que foi durante uma partida de tênis em Toronto, no Canadá.

A sinopse é oficial e o programa que será uma comédia já tem até a FOX como emissora, de acordo com informações obtidas pelo Deadline. Além disso, deve se juntar ao time os produtores Danny Zuker (Modern Family), Jake Kasdan (New Girl) e Dan Farah (“As Crônicas de Shannara”).

Mas, calma, Trevor garante que a história não é baseada em fatos reais. Pelo contrário, a ideia surgiu apenas depois de uma conversa do produtor com um amigo, na qual ele questionava como tudo teria sido diferente caso eles tivessem filhos. Aham, a gente acredita. 

Amiguinhos, uma dica: se você algum dia tiver um relacionamento "fracassado" e por qualquer motivo nesse universo você puder escrever uma série de TV sobre isso, não faça! O nome disso é dor de cotovelo e você vai parecer meio ridículo. 

Ou num português bem claro, isso tem outro nome: recalque - especialmente quando a sua ex está para se tornar parte da realeza britânica.

Bom, vai saber que tipo de informações ela compartilhou como confidência para alguém que foi tão íntimo dela... Sem contar que esse é exatamente o tipo de atenção que a Família Real prefere evitar (o que não podemos dizer sobre o marketing antecipado e gratuito da produção. RISOS). 

Ainda deve dar muito o que falar. Mas uma coisa é certa: os tablóides não devem se cansar tão cedo dessa história. 

12 séries horríveis que você não vai conseguir parar de assistir

Júlia Korte
há um mês44.3k visualizações

Porque todo mundo tem seu prazer inconfessável da TV - mas a gente ama a diversão! 

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸
12 séries horríveis que você não vai conseguir parar de assistir

Foto: Shadowhunters (divulgação/Netflix) 

Falar de "Game of Thrones" ou admitir que você gosta de outras séries que metade da população também assiste é fácil. Agora eu quero ver mesmo é você falar em público que passou o último final de semana fazendo maratona de alguma produção clichê ou brega.  

Você nunca vai ver essa trama sendo premiada no Emmy Awards ou Globo de Ouro. Relaxa e desabafe, pois cada um tem o seu "prazer incofessável" da TV. Diversão garantida sempre! 

Os efeitos especiais podem ser péssimos, o roteiro cheio de furos, mas não é por isso que a gente vai deixar de amar essas séries da lista, não é mesmo? 

Então vamos lá: 

1. Scream. Inspirada nos filmes de terror da saga "Pânico", ela tem tudo que um terror trash maravilhoso precisa: sangue, suspense e romance. É realmente angustiante não saber quem é o assassino, mas ao mesmo tempo você está torcendo para dois adolescentes assumirem o namoro. RISOS. Ideal para uma sexta-feira de tédio em casa. 

2. Shadowhunters. Por onde começar? A trama, inspirada no livro “Os Instrumentos Mortais”, de Cassandra Clare, acompanha a trajetória de Clary Fray, uma garota que testemunha um assassinato e descobre que, na verdade, o mundo não é exatamente como ela pensava. Temos demônios, vampiros, lobisomens, feiticeiros e até descendentes de anjos numa produção só. Tudo com atuações ruins e efeitos especiais duvidáveis. Por outro lado, é mais do que divertida e a ação te deixa empolgado. 

3. Vampire Diaries. Veja bem, particularmente, não tenho nada contra vampiros. Mas não sei como esse drama adolescente se manteve no ar por tanto tempo (e com tantos fãs!). Ainda assim, você não consegue parar de assistir. O fato é que juntaram um monte de homens e mulheres bonitas para interpretar jovens que encaram términos de relacionamento e a morte, enquanto lidam com amores platônicos vampirescos, e deu certo. 

4. Arrow. Não vale negar, todo mundo ama uma história de super-heróis. Essa série conta a história de Oliver Queen, um herdeiro playboy que ficou preso em uma ilha maluca por cinco anos e voltou mudado. É um roteiro fraco e tem acontecimentos que vão te tirar do sério. Só que eles usam um recurso de flashback que te deixa muito curioso. E apesar de tudo, você é capaz de devorar mais de 20 episódios numa tacada só. 

5. Teen Wolf. Depois de vampiros, chegou a vez dos lobisomens. Scott McCall (Tyler Posey), um garoto normal do ensino médio foi mordido por um lobisomem enquanto estava andando no meio da floresta com seu melhor amigo, Stiles Stilinski (Dylan O’Brien). Desde então, a cidade de Beacon Hills onde moram tem sido invadida por bizarrices. Uma produção estilo filme B com cenas cômicas e elenco bonito. Ou seja, a fórmula perfeita para o sucesso.

6. Pretty Little Liars. É uma espécie de "Big Little Lies" com adolescentes estilosas (e sim, tem mortes também). Pela sinopse, a líder de um grupo com cinco amigas inseparáveis desaparece e ninguém sabe se ela está viva. As outras jovens passam a receber mensagens assustadoras ameaçando expor os segredos. O que aconteceu? Quem tem culpa do que? A cereja do bolo para essa trama novelesca são os dramas pessoais de relacionamentos, família e futuro. Resultado? Aquele binge watching que você respeita.  

7. Gossip Girl. Essa série sobre o mundo dos jovens ricos do Upper East Side já é um clássico. Gosta de moda? Então é para você. Se diverte com intrigas adolescentes? Vai gostar também. Drama e romance definem cada episódio, e tudo isso no belo cenário de Nova York. Não é para te deixar boquiaberto com reviravoltas, mas você vai se apaixonar pelos personagens e torcer por eles - mesmo que eles estejam cercados de privilégio, espere muitos problemas. 

8. Once Upon a Time. Quem não ama um conto de fadas? É a oportunidade de ter aquele gostinho da infância ao ver os seus personagens favoritos na telinha; do Pinóquio e Capitão Gancho até Mulan e a Rainha Má. Embora o tema principal seja o bem x mal, a narrativa aborda bastante questões familiares e desenvolve bem os vilões. Os atores não decepcionam também. É bobinha, mas vale cada minuto da diversão. 

9. One Three Hill. Ou a "a mãe de todas séries adolescentes". O que é mais maravilhoso e vai te prender até o final é ver o quanto os personagens evoluem com o tempo. Eles cresceram na telinha e se tornaram pessoas complexas com dramas mais reais do que a maioria das produções dos gênero. Apesar de ter uma cara bem anos 1990, é delicioso de assistir. 

10. Glee. Tá, essa confesso que não é pra todo mundo, já que tem muita dança e cantoria. Porém, tente dar uma chance, é uma bela lição sobre aceitação das diferenças, bullying e desilusões de todos os tipos, enfim, coisas que são bem relacionáveis. E se você é apaixonado por música, não vai se decepcionar, independentemente do gênero. De brinde, ainda pode ver uma porrada de atores e artistas convidados mostrando todo seu talento, como Sarah Jéssica Parker, Britney Spears, Demi Lovato, Glória Stefan, Idina Menzel, Olivia Newton-John, Gwyneth Paltrow, Ricky Martin e Whoopi Goldberg. 

11. True Blood. Essa série de vampiros não tem nada de juvenil. Espero muito sexo, violência, drogas e perversão, num padrão bem HBO de ser. É meio trash, mas os personagens são maravilhosos e também crescem com a série. A trama, apesar de meio trash e com criaturas fantásticas de todos os tipos, traz críticas à sociedade, englobando temas como feminismo, diversidade e causas raciais. 

12. Quantico. Estrelado pela linda atriz indiana Priyanka Chopra, a série conta a história de Alex Parrish, uma recruta do FBI que se torna suspeita de ter planejado um atentado terrorista em Nova York. Enquanto ela tenta provar essa inocência, acompanhamos sua trajetória na academia como recruta em flashbacks. É literalmente a escolinha do FBI. Para fãs de "Criminal Minds", imagine como seria o começo dos personagens até chegarem onde estão na carreira. Interessante, vai? Muita ação nesse thriller garantem tirar o fôlego e em algum momento você até se pega torcendo pelo romance entre protagonistas. Ao mesmo tempo, não é nada elaborado, então não espere muito.  

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
julia.korte
Jornalista e geek de coração. Praticante de binge-watching. Vive a base de cafeína e boa música. Um crush eterno em cinema e seriados.