Minha Série, Minha Vida
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Minha Série, Minha Vida
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Minha Série, Minha Vida
ic-spinner
Todo mundo tem uma história para contar
Encontre as melhores histórias para ler e autores para seguir. Inspire-se e comece a escrever grandes histórias sozinho(a) ou com seus amigos. Compartilhe e deixe o mundo conhecê-las.

Esse é o seu calendário definitivo de novas séries

Júlia Korte
há 9 meses91 visualizações

Tudo o que você precisa saber sobre as estreias mais esperadas de 2017

Com a virada do ano, o que os fãs de séries mais querem saber é do retorno das suas queridinhas, como Game of Thrones, Orphan Black, Orange is the New Black, Walking Dead e Sherlock. E, realmente, estamos na contagem regressiva juntos.

Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Mas novos tempos pedem novos vícios. Assim, te convido a conhecer um pouco mais sobre as produções que já estão causando furor antes do lançamento, gerando grandes expectativas pela crítica e público.

Quando falo em novidade, possivelmente você pensa que não terá nada tão bom. Fora que são centenas e quase incontáveis novidades para agradar todos os perfis e gostos. Afinal, são muitas plataformas e canais  investindo em novos talentos. Porém, separei as minhas principais apostas de sucesso — aquelas que, com certeza, vou comprometer meu tempo vendo. 

Potencial de grandiosidade não falta na lista. Então, vamos ao que interessa:

Young Pope 

Esse é o seu calendário definitivo de novas séries

Com a HBO é difícil competir. E a sua nova e caríssima produção, do diretor italiano Paolo Sorrentino (vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro pelo aclamado “A Grande Beleza”), parece que não vai deixar nada a desejar, nem nas polêmicas. A história gira em torno de Lenny Belardo (Jude Law), que se torna o primeiro pontífice americano a ser escolhido para liderar a Igreja Católica. Jovem, charmoso e irreverente, ele dá o que falar na posição. Atuações marcantes, figurinos impecáveis, muita intriga política e bastidores do Vaticano completam essa tentadora (rs) combinação. Nos EUA, a estreia está marcada para 15 de janeiro. 

Santa Clarita Diet

Esse é o seu calendário definitivo de novas séries

A nova comédia da Netflix é uma daquelas tramas tão estranhas que chegam a ser legais. Sheila (Barrymore) e Joel (Timothy Olyphant) são um casal de corretores de imóveis com vidas um pouco descontentes em Santa Clarita, no subúrbio de Los Angeles, onde vivem com sua filha adolescente Abby (Liv Hewnson). Depois de ter alguns problemas, Sheila acaba passa a comer apenas carne humana. Sempre apoiada pela família, ela embarca nessa nova jornada morta-viva, ficando cada dia mais linda e disposta com a nova dieta milagrosa. A campanha de divulgação  sobre essa "dieta inovadora" é incrível (confira abaixo). Ainda tem muito mistério em torno do projeto, mas para quem gosta de "iZombie", essa deve ser uma novelinha divertida. Estreia mundial dia 3 de fevereiro.

Big Little Lies

Esse suspense da HBO terá o formato de minissérie e é baseado no livro de Liane Moriarty ("Pequenas Grandes Mentiras", em edição nacional). A história acompanha a vida de três mulheres supostamente com vidas perfeitas. Mas alguns acontecimentos as levam a se envolverem com temas como assassinato e subversão. O elenco de peso, que conta com as premiadas Nicole Kidman, Reese Witherspoon e Shailene Woodley, junto com a intrigante temática, prometem ser a receita perfeita para devorarmos um episódio atrás de outro. O lançamento será em 19 de fevereiro.

Punho de Ferro

Esse é o seu calendário definitivo de novas séries

Terminou a maratona de Jessica Jones, Demolidor e Luke Cage? Está órfão de uma série nova da Marvel? Não se preocupe, Punho de Ferro está chegando em breve! A história do herói Danny Rand (Finn Jones), um bilionário e monge budista de Nova York que luta artes marciais, estreia dia 17 de março na plataforma. Finalmente, muita ação e aventura na telinha.

*** Ah, mas e"Os Defensores"? Infelizmente, a série que trará os quatro personagens de Hells Kitchen, ainda não tem data oficial de lançamento. :(

Taboo 

Esse é o seu calendário definitivo de novas séries

O novo projeto do canal FX acompanha a vida de James Keziah Delaney, que retorna à Londres após ser considerado morto por dez anos. Na história, passada em 1814, ele descobre que herdou um misterioso legado do pai e é induzido a lutar contra aqueles que o fizeram mal. Com traços épicos, essa minissérie protagonizada por Tom Hardy (Mad Max: Estrada da Fúria) é uma das grandes promessas, já que, além de contar com o grande ator, é produzida por Ridley Scott (Perdido em Marte). Estreia hoje, dia 10 de janeiro. 

The Handmaid's Tale

Esse é o seu calendário definitivo de novas séries

Com um pouco de tristeza, coloco esse promissor drama distópico na lista. Baseada no romance homônimo de Margaret Atwood (em português, "O Conto da Aia", de 1985), a trama gira em torno de Offred, uma das últimas mulheres férteis em uma sociedade teocrática e que, por pertencer à classe das concubinas, deve servir sexualmente para a procriação das classes superiores. Elisabeth Moss (Mad Men), Alexis Bledel (Gilmore Girls) e Samira Wiley (Orange is the New Black) protagonizam essa interessante trama. Apesar de estar louca para ver, a estreia acontecerá no Hulu, serviço de streaming que ainda não está disponível por aqui. Please come to Brazil!

Se faltar algo, desde já, peço que me perdoem. Não é pessoal. Caso esteja errada, irei me remedir mais pra frente. Aproveito e pergunto: qual série está contando os dias para assistir? 

The OA, a série do Netflix que você não sabia que precisava

Júlia Korte
há 10 meses84 visualizações
The OA, a série do Netflix que você não sabia que precisava
Colaborar com amigos em assuntos que você ama
Pedir coautoria ▸

Essa inusitada produção chegou sem muito alarde na plataforma de streaming. Faz quase um ano que rolavam rumores da parceria entre os criadores Brit Marling e Zal Batmanglij, conhecidos no cenário norte-americano de filmes independentes por obras como “O Sistema” e “A Seita Misteriosa”. Mas os fatos se limitavam à dupla estar trabalhando em uma série original do Netflix. Não havia spoilers, rebuliço, trailer, imagens de divulgação e nem elenco definido.

Tanto mistério acabou não atiçando a criatividade ou curiosidade do público, que de nada falava sobre o assunto até o lançamento do trailer. Confira: 

De repente, a série conquistou as manchetes, fãs e teorias loucas na internet. 

Basicamente, a história acompanha a vida de Prairie Johnson (interpretada pela própria Brit), uma garota cega que desaparece por 7 anos e que, quando retorna à sua casa, está enxergando. Ela não fala sobre o que aconteceu ou seu passado ao FBI nem aos seus pais (daí todo mistério). 

Com ares de drama, suspense e ficção científica, “The OA” é um pouco difícil de definir sem estragar a trama. As letras do título são iniciais em inglês de Original Angel (ou Anjo Original). A cada capítulo, uma surpresa diferente. 

Diagnosticada com psicose, a jovem recorre a um grupo de desajeitados da escola, com quem compartilha o seu passado fantástico, que inclui ficar presa em um cativeiro, experiências com vida após a morte, poderes sobrenaturais e dimensões. Mas realmente, só assistindo para se entender.

The OA, a série do Netflix que você não sabia que precisava

Não é à toa que fizeram com que chegasse a ser apelidada de a nova “Stranger Things”....

Admito, é difícil de levar a sério a trama em alguns pontos. Nesse sentido, também tem um quê de Arquivo X — “Eu quero acreditar”. Mas, no fim, você acaba tão envolvido pela protagonista que precisa saber o que acontece, assim como os jovens que a escutam. 

Como essa é toda graça da produção, faz sentido até que o marketing tenha definido não anunciar nada antes. Decisão arriscada pode parecer, mas extremamente inteligente. Por isso, mesmo com esse texto, é extremamente necessário assistir desarmado e aberto às possibilidades. Pois você ficará fisgado e interessado em saber o resultado.

É justamente nesse momento, porém, que a crítica se dividiu. Muitos não gostaram e acharam decepcionante. Lenta até em alguns pontos. Já outros, se juntaram para conspirar teorias, dividindo opiniões sobre os rumos dessas perguntas em aberto. 

A trama é complicada, verdade. Mas seu sucesso é, a meu ver, é justamente pelo fato de ter o aspecto de um longo filme; com cerca de 7 horas de duração, dividido em oito capítulos. Cumprindo a missão que um filme de duas horas não faria. 

Por tudo isso, considero "The OA" a real personificação do storytelling num sistema de vídeo on demand. Assim, tem um começo, meio e fim, sem depender (de verdade) de outras temporadas para se manter de maneira robusta. Essa é beleza. 

Sem mais demora, te convido a dar o play. É, no mínimo, uma experiência única de conteúdo. Depois me diga: você está convencido?

Você leu a pasta de história
Story cover
escrita por
Writer avatar
julia.korte
Jornalista e geek de coração. Praticante de binge-watching. Vive a base de cafeína e boa música. Um crush eterno em cinema e seriados.