Minha Série, Minha Vida
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Minha Série, Minha Vida
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Minha Série, Minha Vida
ic-spinner
У каждого есть своя история
Находите лучшие истории и интересных людей. Вдохновляйтесь ими и начинайте писать самостоятельно либо вместе с друзьями.

Filmes de sucesso e muita série boa; confira as estreias em julho na Netflix

Júlia Korte
4 месяца назад214.7k просмотров

Uma lista com todas as estreias da plataforma 

Filmes de sucesso e muita série boa; confira as estreias em julho na Netflix
Рассказывайте о том, что вы любите, вместе с друзьями
Стать соавтором ▸

Legenda: "O Atirador", série original com Ryan Phillippe sobre sniper americano 

Julho é um mês especial. Para uns, férias... Para a maioria, apenas mais um mês de trabalho, ou seja, de acordar cedo sofrendo em ter que levantar com o friozinho. Independente do caso, é uma época que promete muita coberta, TV, comida boa e sofá (não que a gente precise de muita desculpa para isso, né?). 

Então, aproveite! A Netflix está cheia de novidades na programação. Confira alguns destaques das novidades: 

Teremos retorno de "Outlander", os novatos aguardados "Castlevania" e “Friends from College”, comédia sobre os altos e baixos da amizade de um grupo formado há anos em Harvard, e o retorno mais do que esperado de "O Atirador". 

Entre os filmes, os recordes de bilheteria como “Malévola” e “Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros”, o premiado “O Discurso do Rei”, e o (nem lançado) já polêmico “O Mínimo para Viver”, longa sobre anorexia protagonizado por Lily Collins. 

Abaixo, você tem a lista completa: 

SÉRIES

01.07

Bates Motel - 4ª temporada

One Punch Man - 1ª temporada 

07.07

Castlevania - 1ª temporada 

Degrassi: Next Class - 4ª temporada 

14.07 

Friends from College - 1a temporada

15.07

Outlander - 2ª temporada 

17.07

Os Dez Mandamentos - 2ª temporada 

19.07

O Atirador - 2ª temporada

01.07

Malévola

O Desaparecimento de Eleanor Rigby

Invasão Zumbi

08.07

Trash – A Esperança vem do Lixo

09.07

Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros

Invasão Zumbi

10.07

Cidade Cinza

11.07

Fome de Poder

14.07

O Mínimo para Viver

22.07

O Discurso do Rei

28.07

A Incrível Jessica James

Sobre a volta de Luther - e outras séries britânicas que você precisa conhecer

Júlia Korte
4 месяца назад32.6k просмотров

Todas as produções imperdíveis com atrativos que vão muito além do charmoso sotaque 

Sobre a volta de Luther - e outras séries britânicas que você precisa conhecer
Рассказывайте о том, что вы любите, вместе с друзьями
Стать соавтором ▸

Seja você fã de produções com humor sofisticado ou de novelinhas de época, deveria dar uma chance aos seriados britânicos. É sério. Embora eles sejam constantemente ofuscados pelos "fenômenos" norte-americanos, uma coisa é certa: os ingleses sabem o que fazem na TV.

O Reino Unido está cheio de excelentes tramas um elenco talentoso. É até uma injustiça que não tenham caído tanto no mainstream

Então, aproveitando a confirmação da volta do elogiado drama “Luther” (BBC), que havia sido encerrado em 2015 e retornará em 2018 (oba!), separamos uma lista com alguns das obras imperdíveis — de gêneros variados, para agradar a todos - diretamente de lá. 

Confira:

Luther (BBC) 

Esse é, sem dúvidas, um dos melhores dramas policiais já feitos. Se perdeu fé no gênero, essa é a redenção que precisava. Estrelada pelo excelente Idris Elba, a trama acompanha a trajetória do policial John Luther, um investigador brilhante e atormentado pelos demônios pessoais. Relativamente curta, cada temporada traz uma narrativa central, cujo ciclo se fecha no último episódio, o que dá ares de minissérie à produção. O personagem possui ainda métodos pouco convencionais para resolver os homicídios, enquanto se envolve numa relação doentia com uma psicopata. Já existem 4 temporadas disponíveis e agora os fãs foram agraciados com a notícias de que teremos inéditos ano que vem. 

Downton Abbey (ITV) 

Criada por Julian Fellowes, a série se passa na propriedade rural de Downton, onde vive a família aristocrática Crawley e seus criados, à época logo após o naufrágio do Titanic. De um lado, o Conde deve manter seu legado, enquanto as matriarcas se preocupam com o futuro das três filhas: Mary (Michelle Dockery), Edith (Laura Carmichael) e Sybil (Jessica Brown Findlay). Além da fotografia e figuro impecáveis, a série tem romance, crime e muito drama. E não que faltem motivos, mas uma das razões da série existir é a personagem Violet Crawley, interpretada pela atriz Maggie Smith (a Professora Minerva, em “Harry Potter"), que ocasiona os melhores diálogos da produção. 

Sherlock (BBC) 

O famoso detetive dispensa apresentações. Mas essa adaptação merece seu tempo no sofá. A série conta a vida de Sherlock Holmes, só que no século XXI. Utilizando-se dos personagens da história criada por Conan Doyle, essa série tem temporadas curtas com três episódios longos, diferente do formato tradicional, e é bem ágil no roteiro. Os finais também sempre são surpreendentes. Além disso, o elenco é daqueles para não por defeito; o trio principal é formado Benedict Cumberbatch, Martin Freeman e Andrew Scott.   

Doctor Who (BBC) 

Ano passado, a série completou 50 anos (!!!). É isso mesmo. O primeiro episódio foi ao ar dia 23 de novembro de 1963. A chamada "primeira era" acabou na década de 1980, mas foi retomada em 2005. A história traz as aventuras de um personagem que viaja pelo tempo e espaço, e esse universo traz infinitas possibilidades narrativas, então não se preocupe: mesmo com 26 temporadas na série clássica e 7 na série atual (até agora!), o elenco e os dramas sempre se renovam.

Black Mirror (Netflix)

Realizada com episódios independentes, essa série traz uma visão dura sobre o impacto da tecnologia na vida das pessoas e problematiza as relações humanas em tempos de avanço desenfreado de novas ferramentas. Como o próprio criador, Charlie Brooker, explicou: “Se a tecnologia é como uma droga – e ela parece com uma droga – quais são precisamente os efeitos colaterais?".  De maneira genial, aborda o pior lado da humanidade, em uma realidade que estamos a um passo de chegar (ou chegamos de certa forma). Algumas tramas são melhores que outras, mas com certeza você vai ficar reflexivo. Não é aquela comédia leve para o domingo, hein? 

Skins (MTV) 

Sexo, drogas e muito rock nesse retrato da juventude britânica ~descolada~, ou a história de um bando de jovens sem limites com problemas típicos da adolescência e começo da vida adulta. Tudo tendo como cenário a cidade de Bristol, no sudoeste da Inglaterra. Mas você devia dar uma chance porque nenhum dos personagens é caricato, superficial ou previsível. Não espere nada que vá na linha de The OC ou Gossip Girl. Os acontecimentos são muito naturais e o fluxo é bem diferente: a cada duas temporadas, há uma mudança de elenco e personagens. O enfoque é o mesmo, mas o grupo não. 

The Crown (Netflix)

Considerada pelo The Guardian uma das melhores da história, essa série se passa no ano de 1947. O início é o casamento de Elizabeth II, até então princesa, e Philip Mountbatten, antes de herdar a coroa aos 25 anos de idade devido à morte de seu pai, o rei George 6º. Escrita pelo roteirista do filme "A Rainha", Peter Morgan, a produção tem figurinos incríveis e atuações ótimas. Além disso, um dos aspectos mais envolventes são as reflexões sobre o papel da mulher na sociedade, mesmo sendo um retrato histórico. 

The Fall (BBC Two, RTÉ One)

Essa minissérie, sucesso de público e crítica, conta com a maravilhosa Gillian Anderson na pele da agente Stella Gibson, uma mulher extremamente inteligente e cuidadosa, que investiga um assassino em série. O psicopata Paul Spector, por sua vez, é interpretado por Jamie Dornan, que é o "marido e psicólogo perfeito" com vida dupla (estilo Dexter). Esse drama de gato e rato rende muita ação e suspense. Muito bem executada, outro ponto alto para a produção: é sobre feminismo. Diferente do que possa pensar, Paul mata por ser machista, e os diálogos falam sobre a dificuldade dos homens reconhecerem a independência das mulheres. Aplausos. 

Penny Dreadful (Showtime) 

Não poderia faltar esse terror, não é? Não tem fórmula melhor do que essa: sangue, violência, sexo e terror, com personagens sinistros e histórias apelativas. E Eva Green! Retratada numa fictícia era vitoriana no Reino Unido, o berço da literatura inglesa no século 19, a trama dá a vida a personagens famosos como Dorian Gray, Drácula, Victor Frankenstein. Muito além do suspense, temos uma história complexa sobre esses personagens e os fenômenos sobrenaturais da cidade. Tudo isso numa trilha sonora e fotografia de aplaudir de pé. 

Tá esperando o que? 

Вы прочитали историю
Story cover
написанную
Writer avatar
julia.korte
Jornalista e geek de coração. Praticante de binge-watching. Vive a base de cafeína e boa música. Um crush eterno em cinema e seriados.