AMOR

Sentimentos que toda pessoa caseira vai entender

Júlia Korte
Author
Júlia Korte

Post dedicado a quem sempre troca a balada por uma série

Sentimentos que toda pessoa caseira vai entender

Se você é daqueles que prefere mil vezes ficar no sofá com muita comida em vez de encarar uma balada, então vai se identificar com a situações retratadas aqui. 

Chega sexta-feira, muitos só querem saber do happy hour ou daquele lugar novo que abriu, enquanto só um verdadeiro caseiro vai entender a maravilha de uma noite com despensa abastecida e sua série favorita na TV. Falou em coberta e friozinho, não precisa nem piscar antes de se decidir, né? 

Os amigos já desistiram e amor incondicional é pelo delivery que leva comida até a porta. Então, vamos ao que interessa! Porque não existe nada como o lar, não é mesmo? 

O final de semana vai chegando e você já começa a elaborar as desculpas.... 

Oi, vamos sair? Desculpa, fiz planos super importantes... Com o Netflix!

Mas, no fim, todo mundo já sabe que é a verdade é só a de que você não quer ir.... 

E quando alguém fala que vai ser um programão e vai ter gente legal, você até tenta se convencer e é tomado pela indecisão. 

Será? 

Só que toda vez é a mesma coisa: quando chega lá, se sente como um peixinho fora d`água. Mesmo com todos os esforços para se divertir. 

E fica entediado com a socialização, aquelas filas, o preço da cerveja e o fato de ninguém vender pizza. 

Porque venhamos e convenhamos... Bom mesmo, só o conforto do próprio sofá. 

Aí você se dá conta que é isso. O mundo lá fora não é para você. E nada te alegra mais do que a paz disso: 

Alô, alguém falou em maratona?

Se uma visita te encontra, ela pode até te julgar por você não querer dar muita atenção e seus comportamentos estranhos. 

Mas quer saber de uma coisa? A gente gosta mesmo. E tudo bem! <3