ENTRETENIMENTO

Técnicas infalíveis para driblar do parceiro a traição no Netflix

Júlia Korte
Автор
Júlia Korte

E fique tranquilo, tá? Pesquisa revela que você não está sozinho

Técnicas infalíveis para driblar do parceiro a traição no Netflix

Em tempos de straming e muito binge watching há uma nova epidemia se espalhando e crescendo globalmente, colocando em risco a relação de muitos casais: a traição do Netflix.

Já aconteceu com a maioria de nós, quer isso se aplique aos relacionamentos amorosos ou amigos, colegas de quarto ou irmãos. Vocês começam assistindo uma série e trocam juras de só continuarem juntos. Até que um dia, numa sexta-feira chuvosa, você se depara sozinho na cama, entediado... E aí bate aquela vontade de simplesmente dar o play.

Os números chegaram e a conclusão é que todos somos pessoas terríveis. De acordo com os dados da pesquisa da própria plataforma, 46% dos casais ao redor do mundo já acompanharam uma produção às escondidas. E 60% admitiram que “trairiam” mais frequentemente se soubessem que não seriam descobertos.

Quer rir ou chorar mais? Os maiores infiéis estão no Brasil e no México, onde 58% dos casais que fazem streaming já traíram. Tentar jogar um “verde” no seu amado(a) sobre aquela maratoninha despretensiosa do último domingo.

A razão para tanta “sacanagem”? É tão vazia, quanto previsível: falta de controle. 70% disseram que precisavam ver o que acontecia a seguir (e depois me falam que série não é vício, risos).

Nem o Michael Boton escapou dessa, mas ele te ensina direitinho a pedir desculpas. Veja :

Aproveitando, contamos então algumas soluções melhores do que praticar na frente do espelho a sua cara de “nossa, não acredito que ele fez isso!”ou “mataram ela, cretinos!”. Para não deixar transparecer sua indiscrição, seguem alternativas:

1. Rebobine. Tenha certeza de voltar o episódio ou série ao ponto em que você deveria estar. Assim aquele “continue assistindo” não vai dedurar sua traição.

2. Crie um "bode expiratório". Faça um perfil com nome qualquer, assista a alguns episódios e depois delete o perfil nas configurações. O que os olhos não veem, o coração não sente. 

3. Privacidade e discrição. Façam um acordo de ter uma conta conjunta e outra pessoal. Tipo o modelo da conta bancária, sabe?

4. Confira seus rastros. É possível apagar o histórico do Netflix. Isso vale para séries embaraçosas ou indiscrição televisiva.   

Por fim, deixo aqui as grandes séries inimigas dos casais: “The Walking Dead”, “Breaking Bad”, “American Horror story”, “House of Cards”, “Orange is the New Black”, “Narcos” e “Stranger Things”. 

Ah! E se nada disso se aplicar a você, como li por aí, é bom dormir com um olho aberto! 25% das traições ocorrem quando um dos parceiros adormece. #FicaADica