POP

Todos os detalhes que você talvez tenha perdido no clipe novo da Taylor Swift

Júlia Korte
Author
Júlia Korte

O vídeo para o single “Look What You Made Me Do” tem uma porrada de referências incríveis

Todos os detalhes que você talvez tenha perdido no clipe novo da Taylor Swift

Foto: reprodução/ Portal Famosos

Depois de uma longa espera que incluiu muita expectativa por parte dos fãs, especulações por haters e até a crítica especializada reclamando da música, finalmente Taylor Swift lançou no VMA (MTV) o clipe de “Look What You Made Me Do”. E uma coisa podemos concordar: ela roubou o show.

O vídeo, que já está com mais de 30 milhões de visualizações em menos de 24 horas no YouTube (batendo recorde de “Hello”, da Adele), é uma sátira e grande resposta à mídia e a todos que sempre opinaram exaustivamente sobre sua personalidade, vida pessoal, intrigas e até talento. Assista:

Basicamente, um grande: “eu sei tudo que vocês falam sobre mim, mas sou uma artista confiante e não tenho nada a perder”. Finalmente, acho que fez sentido a declaração de que a antiga Taylor estaria morta.

Mais uma vez, cada detalhe importou. Como alguns são tão pequenos ou passam tão rápido, que você talvez não tenha percebido, segue abaixo uma lista com as referências:

O dólar na banheira de joias. Provavelmente, a cena faz referência ao seu caso recente de assédio sexual contra David Mueller, o DJ do Colorado, nos EUA, que foi acusado de agarrar a bunda da cantora durante um meet-and-greet, em 2013. Ele perdeu o processo e ela foi recompensada com apenas 1 dólar por danos - disse que o mais importante era a mensagem. Como Buzzfeed apontou, pode fazer alusão ainda a uma entrevista que ela concedeu em 2015 dizendo que a mídia a retrata como alguém que “senta em casa e chora em uma banheira de pérolas”.

Dançarinos vestindo camisetas “I <3 TS”. Os dançarinos em formação levaram a comparações injustas com o vídeo de “Formation”, da Beyoncé. Mas, na verdade, reparou-se que eles estão usando camisetas com “I <3 TS”, um throwback do relacionamento com Tom Hiddleston, e as icônicas fotos do ator vestindo uma regata parecida.

Sepultura com o nome Nils Sjoberg. Para quem não sabe, esse nome é o pseudônimo que a artista usou quando escreveu com o ex-namorado Calvin Harris o hit “This Is What You Came For”. Há quem dizia que foi uma das razões da separação deles e gerou maior bafáfá na mídia.

Ela e os amigos estão roubando uma companhia de streaming. Uma das grandes batalhas de Taylor com a mídia foi por conta da sua decisão de não ter colocado seus álbuns em serviços de streaming como o Spotify e a carta pública à Apple.

Até as joias usadas são de cobras. O animal traiçoeiro aparece em diversos momentos do vídeo, inclusive nos anéis. Diversas vezes, foi acusada de ser uma falsiane e de ser uma “cobra”, inclusive durante o escândalo com Kanye West e Kim Kardashia. À época, chegaram a encher seu Instagram com o emoji.

Todos os detalhes que você talvez tenha perdido no clipe novo da Taylor Swift

Foto: reprodução/ BuzzFeed

A sede do seu squad de "mulheres perfeitas". Aparentemente, ela está bem consciente de que todos tiram sarro do seu squad de modelos da Victoria's Secret e outras personalidades da mídia. Na cena, tira sarro ainda da impressão que muitos tem como se ela ocupasse um trono, toda dominatrix comandando um exército de mulheres lindas e magras.

Camiseta com o nome dos seus melhores amigos. Ela pode ter tirado sarro, mas quer lembrar a todos que tem amigos. A Taylor da era “You Belong To Me” veste uma camiseta com o nome de Selena Gomez, Ed Sheeran, Gigi Hadid, Blake Lively e Ryan Reynolds. 

O feud com Katy Perry. Durante o roubo, ela veste uma roupa com um tigre, provavelmente fazendo alusão a “Roar”. Além disso, um dos cortes de cabelo parece muito com o corte atual de Katy Perry. 

Todos os detalhes que você talvez tenha perdido no clipe novo da Taylor Swift

Foto: reprodução/ BuzzFeed

Sem contar que tem um cutucão: no momento em questão ela está segurando um Grammy, algo que sua “rival” nunca ganhou.

Taylors discutindo representam personagens que ela já viveu. No fim, as suas “versões” discutem entre si e fazem referência a vários momentos da sua carreira, tanto artisticamente, quanto memes e críticas (desde "eu gostaria muito de ser excluída dessa narrativa" ou a cara de surpresa, e até o vestido que usou em "Out of the Woods" na sua versão zumbi). Aquele famigerado “estou ligada do que falam de mim e não ligo”.

Os humilhados serão exaltados então?

O single faz parte do seu tão falado álbum “Reputation”, que ficará disponível a partir de 10 de novembro.