OUTROS

DICAS DE COMO MONTAR MALAS IMPECÁVEIS DE VIAGEM

Juliana A. Saad
Author
Juliana A. Saad

Por: Juliana A. Saad @jusaad1 #nomadlifestyle #travelifestyle

DICAS DE COMO MONTAR MALAS IMPECÁVEIS DE VIAGEM

Viajar e garimpar em mercados locais os itens que combinam com você, conhecer artesãos e arte, provar temperos, ouvir histórias - tudo isso ilustra as paisagens e adiciona sabor genuíno à experiência da viagem. Você leva pra casa um pouco daquilo que uma jornada faz: transforma e enriquece o viajante.

Perder horas fazendo e refazendo sua mala durante uma viagem é deixar de se divertir, portanto, uma mala bem-organizada é uma poderosa aliada. Com o tempo você compreende o tipo de montagem que mais combina com as suas necessidades. Eu geralmente monto três opções de malas, a depender do tipo de viagem (esportiva, business, multidestinos, férias, festa...), da programação da mesma (vou ficar muito ou pouco tempo em um lugar? Vou mudar de hotel várias vezes e ter refazer a mala muitas vezes?) e da quantidade de dias (ou semanas) fora de casa e longe do meu closet. Quer saber mais? Vamos lá:

TIPOS DE MONTAGEM

Em camadas: looks montados, dobrados, colocados em camadas e empilhados (como se estivessem no armário) – devem ser intercalados por papéis de seda, para evitar amassados;

Rolinhos: as peças são dobradas ao meio e enroladas bem justinhas, depois colocadas lado a lado, forrando toda a superfície da mala. O truque é deixar os rolinhos bem juntos para que não abram e amassem;

Organizadores: eles são ótimos para organizar as roupas por looks, por tipo de peça ou de programa. Por exemplo: pode-se guardar todas as camisas em um, organizar as roupas de noite em outro, ou deixar o look do dia montado em único organizador.

Os sapatos vão em saquinhos de tecido separados (um para cada) colocados nas laterais da mala, assim como também os saquinhos de roupas íntimas, de dormir e acessórios.

COM QUE MALA EU VOU?

Design e tecnologia de ponta, facilidade de manuseio, leveza, espaço interno bem pensado, linha de cabides e organizadores para portar melhor itens, durabilidade e segurança são essenciais na escolha das malas de viagem: alumínio, policarbonato, frisos, alças telescópicas, cadeados embutidos de última geração, lacres vedados, zíperes resistentes, além das rodinhas duplas de giro 360 graus (que se acomodam ao côncavo interno das malas ao serem colocadas na esteira, evitando quebras) - são algumas das características que fazem da RIMOWA a marca best-seller entre os viajantes.

TRUQUES

- Roupas podem ser lavadas. Faça a mala pensando que algumas peças-chave podem voltar limpinhas rapidamente.

- Lembre-se de que pagará excesso de peso nas viagens (mesmo as internas feitas dentro de uma viagem internacional), caso não respeite o peso máximo permitido (que sempre é menor do que aquele dos trajetos internacionais). Ou seja, pense se vale mais a pena carregar um trambolho lotado de aeroporto em aeroporto, ou investir em lavanderia e deixar espaço na mala para trazer objetos de desejo e se enfeitar com roupas locais durante o trajeto;

- Carregar malas pesadas é uma das maiores chatices da viagem. Vai fazer uma viagem longa? Leve duas malas médias, em vez de somente uma grande, para dividir melhor o peso e as roupas;

- Não encha demais a mala e deixe espaço para acomodar as compras. Pense também em usar malas coordenadas, que podem ser colocadas umas dentro das outras, facilitando o transporte. O sistema de encaixe ADD BAG da Rimowa facilita o transporte conjunto de malas. Como? Uma fita engatada a um encaixe na parte externa une as malas em uma espécie de trenzinho – da maior para a menor –, e você tem somente que puxar umas das alças para conduzir o seu “comboio” viajante. Genial.

- Compre organizadores de vários tamanhos para acomodar diferentes tipos de peças. Eles são vendidos em lojas e sites on line de artigos de viagem. Com o tempo você saberá certinho de quais e de quantos precisa para deixar sua mala do jeitinho certo e facilitar a sua vida;

- Para malas sem organizadores: colocar sempre uma pashmina por cima, fechando o conteúdo e mantendo tudo no lugar. Acredite, isso já salvou a minha vida no aeroporto de Changi, em Cingapura, quando a minha mala arrebentou ao ser lançada da esteira;

- Escolha as roupas de acordo com a programação e tipo de viagem: negócio, passeio, família, festa, aventura, praia, etc. Porte peças que podem ser usadas em diversas ocasiões e leve poucos pares de sapato (pesam muito e ocupam espaço);

- Acessórios ocupam espaço e salvam qualquer look! Eu abuso dos lenços, colares e pulseiras e faço compras em mercados locais para dar sabor nômade aos meus looks. O melhor é voltar para casa e ter o gostinho de cada viagem, todas as vezes que os uso no meu dia-a-dia;

- Levar nécessaires separadas para maquiagem, higiene, medicamentos e equipamentos, como tomadas e carregadores.

Espero que as dicas acima colaborem para a leveza das suas próximas viagens. Afinal, a única bagagem que fica são as experiências vividas! @jusaad1

www.rimowa.com.br