Siga o ⚡️Raio Goumetizador
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Siga o ⚡️Raio Goumetizador
1BB34097-F786-44E7-9A1A-E8A05C0914DB
Burger
Siga o ⚡️Raio Goumetizador
ic-spinner
У каждого есть своя история
Находите лучшие истории и интересных людей. Вдохновляйтесь ими и начинайте писать самостоятельно либо вместе с друзьями.

DRINQUE DA SEMANA: NEGRONI - Aprenda a fazer e conheça sua história

Por: Raio Goumetizador

Рассказывайте о том, что вы любите, вместе с друзьями
Стать соавтором ▸
DRINQUE DA SEMANA: NEGRONI - Aprenda a fazer e conheça sua história

Ainda bem que o conde tinha um puxa-saco no bar

Este é um drinque que parece perfeito: doses exatas de sabores amargos, doces e ácidos com a força equilibrada do álcool. E é, para muitos.

O Negroni surgiu em 1920 em Florença, Itália, no café Casoni, frequentado pela aristocracia local. Na happy hour o conde Camillo Negroni sempre pedia o mesmo drinque, o “Americano”, composto por Campari, Martini Rosso e club soda. Com o tempo, passou a achar que a mistura não dava o barato que queria e, então, pediu ao barman para trocar a água gasosa por gim. Pronto: estava criado aquele que se tornaria um dos coquetéis mais clássicos do mundo e o barman, puxa-saco de primeira, deu-lhe o nome do conde.

DRINQUE DA SEMANA: NEGRONI - Aprenda a fazer e conheça sua história

A RECEITA FAMOSA

Para fazer o Negroni o copo recomendado é o “old fashioned”, de base larga e meia altura.

4 ou 5 pedras de gelo

1/3 de vermute rosso (o original é o Martini)

1/3 de Campari

1/3 de gim

Casca de laranja

Coloque diretamente no copo as pedras de gelo, o Martini, em seguida o Campari e por último o gim. Misture antes de servir com a casca da laranja.

Salute!

DRINQUE DA SEMANA: NEGRONI - Aprenda a fazer e conheça sua história

Fotos: Creative Commons

O RICO ARROZ DA PUTA ESPERTA, JÁ COMEU?

Por: Raio Goumetizador

Рассказывайте о том, что вы любите, вместе с друзьями
Стать соавтором ▸
O RICO ARROZ DA PUTA ESPERTA, JÁ COMEU?

NA CHAPA: ARROZ DE PUTA RICA

O nome do prato já chama a atenção de cara: arroz de puta rica. De verdade, é uma galinhada à moda caipira, com milho verde, mas “enriquecida” com linguiça, costelinha de porco defumada e bacon. Tem origem provável em alguma cidade de Goiás (jamais identificada), indicando que uma cafetina esperta queria atrair mais clientes para o bordel incrementando a tradicional galinhada servida em casas concorrentes.

Se conseguiu, a lenda também não diz, mas que o prato fica mais excitante, lá isso fica.

Para muitas pessoas famintas, essa é a receita:

12 coxas e sobrecoxas de frango (metade de cada)

½ xícara de óleo

4 cebolas médias picadas

12 dentes de alho picados

250 grs de bacon em cubinhos

1 kg de linguiça de lombo ou pernil fatiada em rodelas

6 xícaras de arroz

2 litros de caldo de galinha

1 kg de costelinhas defumadas

6 colheres (sopa) de açafrão-da-terra

1 lata (ou 4 espigas) de milho verde

6 tomates picados

1 xícara de salsinha picada

½ xícara de cebolinha picada

6 ovos cozidos cortados em pedaços ou ralados

Sal e pimenta a gosto

Jeitão de fazer

1 – Comece pelo frango. Numa panela esquente o óleo e doure o alho e a cebola. Coloque o frango e deixe cozinhar até ficar quase macio, com um pouco de caldo.

2 – Numa frigideira, doure os cubos de bacon até ficarem crocantes. Reserve. Na mesma frigideira frite a linguiça e reserve.

3 – Na panela do frango coloque o arroz e mexa bem. Coloque o restante do caldo, as costelinhas defumadas, o açafrão-da-terra, tempere com sal e pimenta e deixe cozinhando por cerca de 15 minutos. Junte a linguiça, o milho verde e os tomates. Misture.

4 – Na hora de servir cubra com a salsinha, a cebolinha, o bacon frito, os ovos e considere um gole de cachaça antes da primeira garfada.

Foto: reprodução Pinterest

Вы прочитали историю
Story cover
написанную
Writer avatar
juliana.saad
Jornalista especializada em Viagem, Estilo de Vida e Luxo. Percorre o mundo em busca dos destinos, pessoas e experiências mais interessantes do planeta.